Licença Creative Commons O BLOG SAÍDA DE EMERGÊNCIA está licenciado com uma Licença Creative Commons
Copiar não é legal - É proibida a reprodução total ou em partes de artigos deste blog sem autorização por escrito da autora, mesmo citando meus links. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal de acordo com a Lei 9.610/98 sobre os Direitos Autorais.

Adquira minhas apostilas

Vestindo a Mulher Integralmente: Da Roupa à Bijouteria

Fazer uma boutique de roupas em sua própria casa, ou fazer uma loja prá valer, de portas abertas ao público? São idéias bem diferentes, mas podem ser, sempre, bons negócios. Numa ou noutra, aproveite para vender também outros artigos relacionados, que você compra no atacado.
Você já fez e refez suas contas e percebeu que o momento não é propício para abrir uma loja de roupas. Não importa, venda na sua própria casa.
Comprar em lojas de atacado ou em confecções de bons nomes é o primeiro passo. Procure ter duas ou três peças de cada item. Desta forma, seu investimento inicial não terá de ser muito grande. Para vender sem colocar anúncios, organize um chá na casa de uma amiga ou na sua mesmo para no mínimo dez pessoas.
Vender roupas a domicílio é um negócio rentável quando bem feito, e com o tempo, seus ganhos poderão aumentar, e aí cabe a você decidir continuar de portas fechadas, ou não. Abrir um ponto comercial nos dias de hoje não é muito fácil, pois são várias as etapas a cumprir. Se você for alugar uma loja já aberta, com uma certa freguesia formada, terá de pagar o que se chama de "transferência do ponto" ou "luvas". Ou seja, uma espécie de taxa pela transferência do dono anterior da loja a você, dos fregueses que já estão acostumados a comprar ali. Quando a loja fica num bom bairro, bastante movimentado, o preço destas luvas é muito alto. Além disso, será preciso reservar dinheiro para o aluguel do imóvel, água, luz e imposto predial. Depois, empregar pelo menos um funcionário para ajudá-la.
Resumindo, para entrar no comércio com venda de roupas, é preciso ter um bom capital de giro inicial. Se este não for o seu caso, sua casa - uma boutique fechada - pode ser um ótimo começo para um promissor negócio neste ramo. São inúmeros os casos de mulheres bem sucedidas neste ramo nos últimos vinte anos.
Uma outra dica: se você não dispõe de um bom capital, saiba que existem fornecedores que deixam roupas em consignação com você, e até levam em sua casa para você escolher, isso quer dizer que você nem precisa ir no atacado escolher a mercadoria. E eles sempre passam para renovar o estoque.
Sua casa foi transformada em uma boutique de roupas? Aproveite então a ocasião para vender também bijouterias. Elas tem uma ótima saída. Assim, você acabará vestindo as mulheres integralmente: dos pés à cabeça. Valeu a dica?
(Como Fazer Bons Negócios - Guia de Pequenos Negócios)

Reações:

5 comentários:

Érica Oliveira disse...

Adorei as dicas! É um bom ramo pra quem gosta, e sabe vender e cobrar!

Érica Oliveira

B@RB@R@S BIJOUX disse...

adorei, estou pensando seriamente em fazer isso, vender blusas customizadas e bijuterias, acessórios em geral. Bjusssss

Anônimo disse...

adorei a dica,este mês vou começar a vender roupas a domicilio em sociedade com minha irmã,tenho fé que vai dar certo.Abraços.....

Anônimo disse...

ola , ja tive a oportunidade de vender roupas a domicilio e é muito gratificante, só nao continuei pq na epoca eu era menor de idadde e não tinha caro, mas agora estou cursando a facudade de administração de empresas e não tenho duvidas que essa e a melhor "tacada", logo logo vou recomeçar o meu singelo negocio boa sorte a todas nós!!!!

Mell Santos disse...

Olá, obrigada pelo seu comentário. Tomara que vc tenha ótimas vendas. Fico na torcida aqui, ok? Bjos, volte sempre.

Deixe recado sem propaganda. Evite bloqueio.