É proibida a reprodução total ou em partes de imagens e artigos deste blog em outros blogs ou sites sem os créditos devidos. (Cópias sem créditos caracterizam Plágio. Este crime está previsto no artigo 184 do Código Penal de acordo com a Lei 9.610/98 dos Direitos Autorais)

MInha história e a criação do blog

Meu nome é Mell e quero que vc conheça um pouco da minha história de superação e de empreendedorismo. Tenho 53 anos, sou dona de casa, divorciada, microempresária e tenho dois filhos que são a minha alegria de viver. Sempre gostei de escrever, mas em 2009 resolvi criar este blog com o objetivo de encontrar e ajudar outras mulheres com histórias parecidas com a minha. Tendo como base a minha experiência de vida, mostro aqui que precisei sozinha, aprender a me virar. A idade e a experiência (mesmo tendo) não colaboraram para que eu conseguisse um emprego fixo, e pensão alimentícia (quando havia) mal dava para os alimentos. Enfim, eu não sou ex-mulher de nenhum famoso jogador de futebol, apesar do "ex" ter se dado bem na vida e me deixado sozinha com dois filhos pequenos. Não foi uma história fácil de ser vivida e só quem passou por isso é que sabe como é doloroso. Assim, me tornei uma "pãe" (pai e mãe), e além de cuidar deles, teria que trabalhar. Sem solução, tive que me virar sozinha e por quinze anos me desdobrei para criar, educar e ajudar no sustento dos dois homens da minha vida. O que você faria se tivesse que viver tempos de vacas magras? Se precisasse trabalhar e não pudesse sair de casa? Enfrentei o abandono de quem eu achava que eram meus amigos, tive momentos de desespero por causa de dívidas e despreparo financeiro, sofri momentos angustiantes e uma depressão profunda, mas consegui, mesmo com muito sofrimento dar a volta por cima, trabalhando sempre...dentro de casa. Teve que haver uma saída para mim, e eu lhe digo que para você que enfrenta situação parecida, também há. Dei ao blog o nome de "SAÍDA DE EMERGÊNCIA" porque tive que descobrir que meu sustento tinha que sair de dentro da minha casa pois precisava cuidar dos meus meninos e não tinha com quem deixá-los e nem condições para pagar alguém para cuidar deles. Assim, descobri várias "saídas" para fugir do desespero. Não, não fiquei rica! E nem quero, porque o dinheiro acabou com o meu casamento! Sei muito bem que dinheiro ajuda, mas não sabendo usá-lo, traz infelicidade. O dinheiro compra a cama, mas não paga o sono. Faço de tudo um pouco e nunca fiquei parada. Como o emprego fixo se tornou difícil, me virei como pude com meus "bicos" até me tornar dona do meu próprio negócio. O que ganho pode ser pouco, mas é justo. Aprendi a administrar. Ganho meu dinheiro honestamente e o melhor, dentro da minha casa, tudo formalizado e assim posso cuidar melhor dos meus (agora) rapazes! Depois destes anos todos cuidando deles sozinha e sempre trabalhando, agora estamos na fase do quadro se inverter e meus filhos passando a ser responsáveis pelas nossas despesas, mas assim mesmo continuo ajudando com meu negócio próprio. Portanto, as dicas deste blog não tem a finalidade de mostrar que uma pessoa pode ganhar "rios" de dinheiro da noite para o dia, mas, elas podem funcionar como "Saída de Emergência" num momento difícil. No desespero, muitas vezes não conseguimos ver que bem diante de nossos olhos, ou melhor, dentro da nossa casa está a solução, e por isso, vou tentar mostrar que existem grandes oportunidades para trabalhar a partir de nossa própria casa, muitas vezes com pouco ou quase nenhum capital, podendo até mesmo, um dia, estas atividades se tornarem o sustento da sua família. Espero que todo o conteúdo do blog seja de grande utilidade para vocês.

(Acompanhe no final da página - Mudanças no meu Perfil. De acordo com as datas de postagem do blog, vocês verão como fui trabalhando e nos sustentando.
 

DESEMPREGADA!


Oi, gentem! Para falar a verdade, tô meio sem assunto e um monte de coisas prá fazer do lado de cá, rsrsrsrs
Queria contar para vocês que estou assim, como muitos de vocês agora: DESEMPREGADA! É mesmo, amigos. Saí da creche, não rolou, infelizmente e agora continuarei este trabalho, sim, mas sem compromisso de horários. Passei ali cerca de uns seis meses, amei conhecer as criancinhas, mas quando fui para lá, deixei de lado tudo que eu já fazia aqui em casa, principalmente meu brechó. E tomei a iniciativa de sair para retomar tudo, por isso, estou aqui entre um montão de roupas, organizando minha lojinha, meus artesanatos, para começar tudo novamente. Minha atitude também foi porque eu sou uma PÃE (já falei prá vcs isso, né, sou pai e mãe), e apesar de meus filhos terem um pai (que parece que nem existe, mas existe, argh!) quem cuida sou eu e todas as cargas e responsabilidades são minhas. Resultado: qualquer coisa que acontecer com meus dois adolescentes, adivinha quem vai me crucificar, né? Nem precisa falar que é o "falecido". Pois é, meu filho andou bastante desestimulado nos estudos, e cismou que ia largar o curso do SENAI. Então, cá estou eu, de novo, dentro de casa, no pé dele, pois não pode parar de estudar, e eu vou ter que tirar o meu sustento daqui também. E seja o que Deus quiser. Mas Deus quer o melhor prá mim, né, gente? Prá mim e prá vocês todos, meus leitores e companheiros de batalha. Por isso que eu não vou desistir, pois vai dar tudo certo. Tô nem aí de quem falar que estou em casa. Ninguém paga minhas contas e estou em casa, mas estou trabalhando e cuidando melhor dos meus rapazes. E o que importa é que estou correndo atrás do meu dimdim, e Deus já está na frente de tudo. Já contei também que Ele é meu "puxa saco", né? Pois é mesmo, e aí depois conto pra vocês as bênçãos que Ele mandou prá mim. Vou ficando por aqui, amigos. Estou preparando mais um sorteio prá vocês, ok? Bjo no coração, fiquem com Deus.

Reações:

2 comentários:

Rosana Francisco disse...

amiga não desanime DEUS fechau ma porta e abre milhares e muito melhores viu, se quiser tenho uma receita de pao de me e de truffas MARAVILHOSAS e que da pra ter um lucro 100% garantido..posso te passar com todo prazer, é sucesso de venda, ja sustentei minha familia fazendo estes doces por muitos meses,e olha que eu nem doceira era viu...mas não tem erro, é muito facil posso te afirmar.Coisas de comer vende, é certeza de retorno de grana...se quiser me mande seu email passo tudo pra voce..bjossssss boa sorte e fique em paz amiga!!!

Anônimo disse...

ola Melita, o que te ajuda tambem é essa energia positiva que voce tem. Tenho a tua idade, me separei fazem dois meses, tenhos maquinas de costura. mas minhas ideias nao estao colaborando comigo ainda. tenho como recomeçar, mas ta faltando animo de vida.
também estou desempregada. boa sorte para voce, porque coragem voce ja provou que tem. abraços.

LIBERDADE DE EXPRESSÃO - Também é importante esclarecer que este blog, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Nos referidos textos constitucionais, lê-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX).

Deixe aqui o seu recado