Seja bem vindo ao blog "SAÍDA DE EMERGÊNCIA". Este é um blog todo produzido para ajudar a você que decidiu trabalhar em casa. Espero que encontre aqui a ideia que está buscando. Conte comigo. Um abraço da Mell.
DIREITOS AUTORAIS - É proibida a reprodução total ou em partes de imagens e artigos deste blog em outros blogs, sites ou páginas do Facebook,, Whats App e outras redes sociais sem os créditos devidos ou sem autorização da autora do blog. (Cópias sem créditos caracterizam Plágio. Este crime está previsto no artigo 184 do Código Penal de acordo com a Lei 9.610/98 dos Direitos Autorais)

O Rico Mercado dos Pobres


O título do meu post de hoje é plagiado de uma frase que vi numa revista há anos atrás. Tenho afirmado na minha loja que "eu vendo para o povão". Estávamos comentando hoje sobre bom atendimento e uma mulher contava que o dono de um açougue daqui não a atendia bem. Ele preferia tratar bem um mais endinheirado que deixava fiado do que ela, que pagava à vista no dinheiro. E olha que ela é de classe média! Então, saiu este assunto entre nós: é o povão que deixa o dinheiro no nosso negócio.
Eu falo claramente com meus fregueses que eu vendo para o povão, sim, porque eles são os meus patrões. Eu dependo deles para comer. Recebo e receberei pessoas mais abastadas no meu comércio, mas o meu público alvo são eles: gente mais humilde, menos endinheirada mesmo e digo sempre a eles, que as coisas na minha loja são simples como eu e como eles. Não tenho nenhum luxo na loja, até mesmo as araras foram compradas de segunda mão, e assim mesmo algumas pessoas que entraram, afirmaram pensar que se tratava de uma loja de roupas novas. Tratei a todos com delicadeza, dizendo que mesmo que não comprassem, eu queria que vissem a qualidade das roupas e outras coisas do meu brechó. Algumas, só de vê-las andando devagarinho por estarem observando a loja, fui lá fora buscá-las, e conversei com elas como se as conhecesse há anos.
É possível oferecer produtos de qualidade para esse povo simples e que ganha menos do que muita gente. E não estou aqui falando de brechó. Podemos fazer isso em todas as áreas. Samuel Klein é um homem que "ousou" vender para pobre e até hoje não mudou de filosofia. Assim nasceram as Casas Bahia. A rede de lanchonetes Tio Mega é outro exemplo que vende tudo baratinho e arrasa qualquer McDonalds da vida. A população de baixa renda também merece o melhor, gente! Então, "pobre" também sabe comprar coisas boas e merece comprá-las. Engana-se aquele que pensa que gente mais humilde e sem cultura não tem dinheiro.
Se vc quer ganhar dinheiro, lembre-se do "povão". É um rico mercado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar, saiba que:

- Antes de serem publicados, os comentários necessitam de aprovação. Ou seja, seu comentário não aparecerá na hora em que você o postou (geralmente, são aprovados em menos de 24h);
- Conteúdo ofensivo, propagandas, e propostas de parceria não serão aceitos nos comentários. No caso de interesse em parceria, entre em contato pelo meu e-mail melitaluzia@hotmail.com

VISITAS RECEBIDAS NO BLOG

.