Seja bem vindo ao blog "SAÍDA DE EMERGÊNCIA". Este é um blog todo produzido para ajudar a você que decidiu trabalhar em casa. Espero que encontre aqui a ideia que está buscando. Conte comigo. Um abraço da Mell.

CONHEÇA MINHA HISTÓRIA E PORQUE CRIEI ESTE BLOG PARA AJUDAR AS PESSOAS

Meu nome é Melita, mas muitos me conhecem como Mell Santos. Quero muito que você conheça um pouco da minha história de vida, como me tornei uma mulher empreendedora e porque decidi criar um blog para ajudar as pessoas a vencer na vida . Sou mineira, hoje tenho 54 anos, sou dona de casa, divorciada, microempresária e tenho dois filhos que são a minha alegria de viver. Sempre gostei de escrever, mas em 2009 resolvi criar este blog com o objetivo de encontrar e ajudar outras mulheres com histórias parecidas com a minha. Tendo como base a minha experiência de vida, mostro em várias postagens que precisei sozinha, aprender a ganhar dinheiro em casa. A idade e a experiência (mesmo tendo) não colaboraram para que eu conseguisse um emprego fixo, e pensão alimentícia (quando havia) mal dava para os alimentos. Enfim, eu não sou ex-mulher de nenhum jogador de futebol famoso, mas a verdade é que fiquei sozinha com dois filhos pequenos e sem dinheiro. Não foi uma história fácil de ser vivida e só quem passou por isso é que sabe como é doloroso. Assim, me tornei por muito tempo uma "pãe" (pai e mãe), e além de cuidar deles, teria que trabalhar. Sem solução e sem a ajuda de ninguém, por quinze anos me desdobrei para criar, educar e ajudar no sustento dos dois homens da minha vida. O que você faria se tivesse que viver uma situação dessas, viver "tempos de vacas magras"? O que você faria se precisasse trabalhar e não pudesse sair de casa? Enfrentei o abandono de quem eu julgava serem meus amigos, tive momentos de desespero por causa de dívidas e despreparo financeiro, sofri momentos angustiantes e uma depressão muito forte, mas consegui, mesmo com muito sofrimento dar a volta por cima, trabalhando sempre...dentro de casa. Teve que haver uma saída para mim, e eu lhe digo que para você que enfrenta uma situação parecida, também há. Por isso, dei ao blog o título de "SAÍDA DE EMERGÊNCIA" porque tive que descobrir que meu sustento tinha que sair de dentro da minha casa pois além de trabalhar, eu precisava cuidar dos meus meninos, não tinha com quem deixá-los e nem condições para pagar alguém que cuidasse deles para mim. Assim, descobri várias "saídas" para fugir do desespero. Não, não fiquei rica! E nem quero. Sei muito bem que dinheiro ajuda, mas ele pode trazer também muita infelicidade. O dinheiro compra a cama, mas não paga o sono. Desde então, faço de tudo um pouco e nunca fiquei parada. Como o emprego fixo era bem difícil de se conseguir, criei os meus "bicos" até me tornar dona do meu próprio negócio. Por muito tempo o que eu ganhava podia até ser pouco, mas era um dinheiro justo e dava para nós três. Aprendi também a administrar. Ganhei meu dinheiro honestamente e o melhor, dentro da minha casa, tudo formalizado e assim pude cuidar e criar melhor os meus (agora) rapazes! Depois destes anos todos cuidando deles sozinha e sempre trabalhando, agora estamos na fase do quadro se inverter e meus filhos passando a ser responsáveis pela maior parte das nossas despesas, mas assim mesmo continuo ajudando com meu negócio próprio. Hoje, sou uma instrutora de gelados comestíveis e de culinária, consultora de pequenos negócios domésticos e dou cursos pela internet, Meus cursos são reconhecidamente aprovados e já levei muitas pessoas a vencer como eu. Já não ganho apenas uma "renda extra", eu sou uma microempresária de sucesso. E é isso que eu quero para você também. Portanto, as dicas deste blog não tem a finalidade de mostrar que uma pessoa pode ganhar "rios" de dinheiro da noite para o dia, mas, elas podem funcionar como "Saída de Emergência" num momento difícil. No desespero, muitas vezes não conseguimos ver que bem diante de nossos olhos, ou melhor, dentro da nossa casa está a solução, e por isso, vou tentar mostrar que existem grandes oportunidades para trabalhar assim, muitas vezes com pouco ou quase nenhum capital, podendo até mesmo, um dia, estas atividades se tornarem o sustento da sua família. Espero que todo o conteúdo do blog seja de grande utilidade para vocês.

(Acompanhe no final da página - Mudanças no meu Perfil. De acordo com as datas de postagem do blog, vocês verão como fui trabalhando e nos sustentando.
 
É proibida a reprodução total ou em partes de imagens e artigos deste blog em outros blogs, sites ou páginas do Facebook e outras redes sociais sem os créditos devidos ou sem autorização da autora do blog. (Cópias sem créditos caracterizam Plágio. Este crime está previsto no artigo 184 do Código Penal de acordo com a Lei 9.610/98 dos Direitos Autorais)

Tá vendo a logomarca?

Vamos rir um tiquim? Achei essa piada e não aguentei de rir. Tive que postar, tem tudo a ver com nossos negócios, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

O marido está em casa assistindo a um jogo de futebol, quando sua mulher sai de casa e volta logo em seguida e o interrompe.
- Querido, você pode consertar meu carro? Ele parou de funcionar logo que sai da garagem...
- Consertar seu carro? Você tá vendo a logomarca da Fiat na minha testa?
A esposa pergunta:
Então, você pode consertar a porta da geladeira? Ela não esta fechando direito...
E ele respondeu:
- Consertar a porta da geladeira? Você tá vendo a logomarca da Brastemp na minha testa?
- Tudo bem, ela disse. Então você pode, pelo menos, trocar a lâmpada da porta da frente? Ela esta queimada ha semanas.
E o marido:
- Trocar a lâmpada da porta da frente? Você tá vendo a logomarca da Philips na minha testa? Eu não aguento mais você! Vou para o bar!!!
Então ele foi para o bar e bebeu por algumas horas. Depois, começou a se sentir culpado pela forma como tratou sua esposa e decidiu voltar para casa e ajudá-la.
Quando chegou, viu que o carro da sua mulher já estava na garagem. Ao entrar, percebeu que a lâmpada já estava trocada. Foi pegar uma cerveja e viu que a porta da geladeira havia sido consertada.
- Querida - ele perguntou - como todas essas coisas foram consertadas?
Ela disse:
- Bem, quando você saiu eu sentei la fora e chorei. Então, um jovem muito simpático me perguntou o que estava errado e eu lhe contei. Ele se ofereceu para consertar tudo, e tudo o que eu tinha que fazer era escolher entre ir para a cama com ele ou fazer um bolo.
O marido disse:
Então, que tipo de bolo você fez para ele, meu amor?
Ela respondeu:
Você tá vendo a logomarca da "Dona Benta" na minha testa?

MORAL DA HISTÓRIA:
Marca que não da assistência, abre espaço para a concorrência.

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


AO DEIXAR UM COMENTÁRIO, POR FAVOR, DEIXE UM E-MAIL DE CONTATO PARA RESPOSTA.

Um bolinho capaz de encher o seu cofrinho

Bom Dia, amadinhos. Outro dia eu fiz uma coisa que há muito tempo não fazia aqui em casa e os meninos adoram: bolinho de mandioca (aipim ou macaxeira, depende do lugar do Brasil). E é uma coisa tão simples de se fazer, gente! E o melhor é que é delicioso, principalmente se for recheado. Então, pensei em quantas pessoas por aí estão precisando de uma renda extra, não tem muito capital e estão sem ideia do que fazer para ajudar no sustento da casa...Pois bolinho de mandioca pode ser a sua solução. Eu acho que até mesmo uma pessoa que não tenha lá seus dotes culinários dá conta, sim, do recado, viu? O bolinho de mandioca é um bolinho leve, e vc só vai precisar de mandioca, sal, ovo e farinha de trigo apenas para dar o ponto que é aquele em que a massa não gruda mais na mão. Se você for fazer recheado, carne moída seria o ideal por ser mais em conta também. Aí vc incrementa com aquele tempero gostoso. Tem muita saída também o de carne seca, mas eu acho mais caro. Então, para começar, sugiro o recheio de carne moída mesmo. Se você já tem um comercinho em casa, vende salgados para fora ou na rua mesmo, taí mais uma dica. Mas se vc está aí esperando aparecer a sua "Saída de Emergência" saiba que esta pode ser a sua. O bom disso é que a mandioca não é cara e sua receita vai render. Você pode fazer e oferecer em cantinas de escola, pode escolher um ponto perto de postos de saúde ou hospitais, em ponto de ônibus. Escolha um horário que seja aqueles em que o pessoal tem fome, eles não vão resistir, rsrsrs. Mas lembre-se de pedir autorização na Prefeitura de sua cidade primeiro para você não ter problemas, ok? Ah, higiene é fundamental. Se possível, use um jaleco, mas se não tiver coloque uma roupa clarinha, limpa. Tenha uma caixinha de isopor limpinha, para manter os bolinhos quentes e traga sempre com você guardanapos e molhos de pimenta e catchup em sachês, e não esqueça das luvas descartáveis. Essas coisas não custam caro. Olha, se eu fosse você não dispensava esta dica, viu? Tá esperando o que? Vai lá no supermercado agora comprar a mandioca e faz aí. Para pegar a receita, vá na extensão deste blog, o "Minha Casa $$$ Minha Empresa". É lá que estão todas as receitas e passo a passo. Gente, me deu uma vontade de comer desse bolinho de novo. Hummmmm.....chama os cachorros, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Aproveitem e vejam a história da dona Maria Helena que sustenta a sua casa com estes bolinhos maravilhosos. Um dia eles foram a "Saída de Emergência" dela, e pode ser a sua também. Bjo

AO DEIXAR UM COMENTÁRIO, POR FAVOR, DEIXE UM E-MAIL DE CONTATO PARA RESPOSTA.

Tudo sobre o MEI Microempreendedor Individual

Olá, pessoas queridas do meu core. Passando hoje para convidar vocês que ainda não conhecem a minha comunidade no orkut, também chamada de "Saída de Emergência" para participarem se vc faz parte desta rede social. Estou postando todas as informações necessárias para você se tornar um MEI Microempreendedor Individual. Decidi fazer isso porque eu mesma descobri algo muito importante que eu não sabia por não ter lido todas as orientações, e nós, que na maioria somos leigos no assunto, precisamos mesmo de vários esclarecimentos. Então, fica aqui o meu convite, ok? Vou esperar lá. Para entrar, é só ir aqui no menu do lado direito do blog, onde tem o símbolo do orkut e clicar. Tenho certeza de que vão gostar. Um bjaum da Mell.

AO DEIXAR UM COMENTÁRIO, POR FAVOR, DEIXE UM E-MAIL DE CONTATO PARA RESPOSTA.

Quero me formalizar...Será que eu consigo? CAPÍTULO 4

Olá, amigos! Tô aqui, chorosa que só...Tenho contado minha saga atrás da formalização no MEI Microempreendedor Individual. Eu sabia que não ia ser fácil, e por hora, vou parar por aqui no meu processo. Ô meu Deus, como dizem por aí "Eu queria ser pobre UM dia só na vida, porque ser pobre todo dia...é FODA!", me desculpem a expressão, mas é assim que tô me sentindo... Mas, por outro lado, vou agradecer a Deus, Ele sabe o que faz, "DEUS É BOM!".
Estou com tudo prontinho. Fiz tudo que a Prefeitura me pediu, consegui até o alvará dos bombeiros para abrir o brechó. Quando digo que Deus é bom, é porque é mesmo, porque Ele não permitiu que eu fizesse o meu cadastro no MEI antes de procurar a Prefeitura. Mas estou vendo todo o trabalho que tive e dinheiro com passagens indo por água abaixo. Ontem à noite, como eu estou com tudo pronto, só falta a inscrição no Portal do Empreendedor, resolvi ligar o computador e entrar no portal para aprender mais sobre o MEI, ter a certeza das garantias que eu terei e também tirar todas as minhas dúvidas para começar tudo certinho. Pois bem, quando vou no item "PREVIDÊNCIA E DEMAIS BENEFÍCIOS" tem uma série de perguntas tira-dúvidas e lá embaixo me deparo com isso: "O empreendedor que está recebendo seguro desemprego e se formaliza como EI, perde o benefício?". Nossa, eu tremi com isso, mas fui olhar a resposta que era a seguinte: "O beneficiário de seguro desemprego que se formalizar como EI não será mais considerado como desempregado, portanto, não fará jus ao seguro desemprego."
Vi ali, todo o meu trabalho sendo desfeito, porque como estou desempregada, dei entrada no Seguro Desemprego e ainda vou receber a primeira de três das parcelas que consegui! Meu Deus do céu, tive que segurar o queixo para não cair e mais uma vez eu disse: "EU NÃO ACREDITO QUE ISSO TÁ ACONTECENDO COMIGO!"... Fui em busca de mais informações em outros sites e realmente, se você se inscrever como MEI será considerado como alguém que tem trabalho, portanto recebe algum dinheiro e não será considerado um desempregado. Isso resulta em TER O SEU SEGURO DESEMPREGO BARRADO! E graças a Deus mesmo que não me inscrevi primeiro, porque senão já teriam impedido o meu seguro que eu preciso tanto, tanto, tanto. Mesmo não estando ganhando dinheiro ainda com a loja, eu seria considerada microempreendedora e não faria jus ao seguro. Eu não sei o que vcs fariam, mas eu não vou perder este seguro, e eu também preciso abrir minha loja que já está pronta. Embora com toda a papelada pronta, (minha consulta prévia na Prefeitura vale por 90 dias) vou ver se eu consigo abrir a lojinha na informalidade mesmo, com todo o medo que estou. Ah, gente, tudo no Brasil é difícil para quem não tem dinheiro mesmo, né? Mas eu vou fazer o que? Vou abrir assim mesmo e se aparecer algum fiscal eu mostro a papelada, dizendo que está em andamento. Se vier uma multa, vou tentar me defender novamente. Que Deus me guarde e guarde a minha loja também. Que Deus me livre de uma denúncia anônima. Por ora, estou desistindo do alvará, e como a maioria dos pequenos empreendedores brasileiros, VOU CONTINUAR NA INFORMALIDADE. Que esta dica fique para você também que está no Seguro Desemprego. Se não quiser perder o Seguro, NÃO SE CADASTRE ainda, se porventura vc está abrindo algum negócio próprio, porque ao se inscrever, o INSS reconhecerá seu nome e impedirá o seu pagamento.
Um bjo da Mell (hoje bem desanimada). Fiquem com Deus e boa sorte a todos.


AO DEIXAR UM COMENTÁRIO, POR FAVOR, DEIXE UM E-MAIL DE CONTATO PARA RESPOSTA.

Quero me formalizar...Será que eu consigo? CAPÍTULO 3

Oi, pessoal. Estou passando hoje para trazer o terceiro capítulo da minha saga em busca de um Alvará de Funcionamento. Bom, depois do dia em que fui na Prefeitura, passou-se o fim de semana e hoje, quarta-feira, fui em Belo Horizonte no Corpo de Bombeiros. O meu medo era enorme, pois segundo a funcionária que me atendeu na Prefeitura eles iriam me pedir a planta da casa e eu não tenho, nem tenho dinheiro para mandar fazer. Chegando lá, por incrível que pareça, fui muito bem atendida e a Sargento que me atendeu, até mesmo sem a senha, deu uma olhada nos papéis e disse: "Acho que vc não vai precisar de vistoria no seu comércio". E me pediu para esperar. Nossa, me senti aliviada, ela não me pediu planta de casa nenhuma, gente! Viu como no serviço público tem pessoas desinformadas? Eu quase desisti do alvará por causa da informação errada que recebi! Fiquei meio ansiosa, mas ela voltou e disse que já estavam fazendo minha autorização. Pouco tempo depois, me deu uma cópia para eu assinar e saí de lá hiper feliz, agradeci demais pela gentileza dela e ela me desejou boa sorte. Que Deus abençoe essa moça, ela foi muito legal comigo mesmo. Bom, amigos, graças a Deus falta pouco. Agora eu já posso me cadastrar gratuitamente no Portal do Empreendedor como Micro Empreendedora Individual. Não vai ser necessário encaminhar nenhum documento à Junta Comercial. A formalização será feita e após o cadastramento, o meu CNPJ, a inscrição na Junta Comercial, no INSS e o Alvará Provisório de Funcionamento (mesmo a Prefeitura da minha cidade não aceitando) são obtidos imediatamente, gerando um documento único, que é o Certificado da Condição de Microempreendedor Individual - CCMEI.
Eu poderia ter feito essa inscrição a qualquer tempo, desde o início se quisesse, mas o Portal do Empreendedor pede que se tivermos alguma dúvida é melhor procurar a Prefeitura primeiro para não correr o risco deles fecharem o nosso comércio por estar ilegal. Então preferi fazer assim.
Uma explicação para vocês: Eu não estou aqui falando que é tudo difícil, viu, gente? Estou mostrando que não é tão fácil assim como parece. Eu, por exemplo, estou mostrando que na minha cidade o Alvará Provisório não é aceito, não é? Recebi inúmeras informações erradas que contradizem tudo o que o portal diz. Pode ser que outras pessoas não tiveram essa dificuldade, mas eu estou tendo, e gosto de alertar. Agora, só falta eu voltar na Prefeitura com toda a papelada. Espero não demorar muito e no máximo na semana que vem que eu tenha meu Alvará definitivo em mãos e posso abrir, com toda segurança o meu brechó.
Então, até mais ver. Um bjo grande da Mell. Torçam por mim que eu torço por vocês.

AO DEIXAR UM COMENTÁRIO, POR FAVOR, DEIXE UM E-MAIL DE CONTATO PARA RESPOSTA.

Na onda e na era do papel...

Olá, meus amigos de caminhada. Tudo bem? Comigo, nem tanto...andei passando uns perrengues no final de semana, coisas de mulher que cuida sozinha dos filhos, mesmo eles sendo grandões. Me disseram que eu pareço uma leoa em relação aos meus filhos, e eu acho que sou mesmo. Mexeu com meus filhos, mexeu comigo! E desta vez eu não me contive e "rodei a baiana" kkkkkk. Ai, que vontade de fazer justiça com minhas próprias mãos, mas o povo e Deus me seguram, né? E desde então não tenho dormido direito e me sentido triste, mas hoje fiquei mais feliz ao ver que meu blog registrou 200.000 visitas, hehehe. Isso me animou a postar mais uma dica. Então, vamos deixar isso prá lá e ver algo legal prá gente ganhar dinheiro, né? Nessa era da reciclagem, as sacolinhas de plástico (é...elas ainda existem por causa dos estoques, eu mesma tenho ainda) estão fadadas ao seu fim. Já falamos das sacolas ecológicas, e agora quero falar das sacolinhas de papel. Gente, não existe coisa mais simples do que uma sacolinha de papel, mas o custo de uma máquina de fabricar sacolas eu creio que é muito alto, tem que ter rebobinadeira, máquina de corte, de silk, etc. Tudo muito caro. E nós, artesãos, somos capazes de produzir essas sacolinhas em casa, sem nenhuma máquina, porque não é difícil. Se você não tiver muita habilidade, é só pegar um Passo a Passo e fazer igual! Eu tenho mania de receber sacolas e descolo tudo para ver como é que se faz e se monta (fica aí a dica, rsrsrsr). Pode ver que na cidade em que vc mora tem pequenas lojas de roupa, de acessórios, brechós, de presentes, são pequenos empreendedores assim como você quer ser, e eles também precisam de sacolinhas para o cliente levar o produto comprado. Tem também as sacoleiras, as pessoas que vendem bijouterias, lingeries, os artesãos, enfim, todo mundo que vende alguma coisa precisa de uma sacola para embalar seus produtos vendidos. Bom, a minha dica é começar fabricando em pequena escala mesmo! A gente não tem dinheiro, então não tem jeito, né? Eu, pelo menos, não conseguiria comprar uma máquina caríssima (aliás, hoje, nem uma máquina barata, rsrsrs) mas eu posso ir produzindo minhas sacolas em casa mesmo, no meu tempo livre. Posso fazer um trabalho bem feito, enfeitá-las, personalizá-las usando a minha criatividade e ir fazendo meu estoque. O que vou precisar? Pode ser papel reciclado, papel de presente, papel kraft, color set e outros tipos de papel, até mesmo o jornal velho pode virar uma linda embalagem. Para achar papel mais barato é só se dispor a andar, porque para ganhar dinheiro a gente não tem que ter preguiça, não é? De resto só precisaremos mesmo de régua, cola, um furador de papel, fitas ou cordões coloridos para as alças e disposição. Só isso! Então, que tal pensar nisso, gente? Eu vou começar a fabricar as minhas para meus fregueses do meu futuro brechó (formalizado se Deus quiser!). Aqui eu venderei artesanatos, acessórios e presentes também, então vou precisar das sacolinhas. Não quer se juntar a mim? Vou deixar aqui algumas imagens para vocês se inspirarem. Depois me conta se também decidiram por fazer as sacolinhas, e se deu certo, ok? Vou ficar aqui sempre na torcida por vocês. Um bjo bem grande da Mell. Amo vocês!
Simples assim ficam mais baratas, feitas de papel kraftMas podem ser coloridas também...Vamos usar a criatividade? Olha só...
Que mimo...feitas de jornal tingido!
Achei aqui http://reciclage.org
Que lindinhas...com alça de trancinha!
Achei aqui http://quasepublicitarios.wordpress.com/2010/02/28/bolsas-e-sacolas-criativas/
E essas maravilhas...Achei aqui http://acreativemomma.blogspot.com.br/2011/06/gift-bags.html
AO DEIXAR UM COMENTÁRIO, POR FAVOR, DEIXE UM E-MAIL DE CONTATO PARA RESPOSTA.

Um motivo para me sentir muito feliz!


200.000 Visitas - Uhuuuuuu!!!!!!!! Tenho um motivo muito grande para me sentir feliz hoje! Obrigada a todos vocês, de todas as partes do mundo que me visitam. Vocês são a razão da minha alegria e são em grande parte os responsáveis pela existência deste blog. Espero sempre estar retribuindo a este carinho enorme que vocês tem comigo. Muito, muito, muito obrigada mesmo. Eu amo vocês, do fundo do meu coração, obrigada! Que Deus os abençoe grandemente, e creiam, jamais desistam de lutar, porque os planos de Deus para vocês são muito maiores do que aquilo que vocês esperam. É só uma questão de tempo e vai chegar o dia, logo, logo, em que Ele vai derramar bênçãos sem medida sobre vocês e a suas famílias. Valeu, voltem sempre e tragam mais amigos. Bjo grande no coração!

AO DEIXAR UM COMENTÁRIO, POR FAVOR, DEIXE UM E-MAIL DE CONTATO PARA RESPOSTA.

Quero me formalizar...será que eu consigo? CAPÍTULO 2

Ah, não vou aguentar até de noite prá contar procês...Acabei de escrever o post anterior, eram 9:00 hs e logo depois peguei minha bolsa e fui rumo à Prefeitura. Peguei o ônibus e fui orando pedindo a Deus para me ajudar, que desse tudo certo. Gastei duas horas e tô aqui de volta com o relatório. Cheguei na Prefeitura Municipal de Santa Luzia, fui na Seção de Protocolo e apresentei o meu cadastro de Consulta Prévia para que vissem se ficou pronto. Graças a Deus, primeira vitória. Dessa vez eu fui esperta e coloquei lá o nome velho do meu bairro, que tem outro nome, mas os incompetentes lá ainda deixam o antigo. Por isso que deu certo, senão eu não teria conseguido. Tratei a moça bem e consegui ser atendida bem (eu não ia levar presentinho, né?) Usei até o nome dela, sempre com um sorriso (as pessoas adoram ser chamadas pelo nome). Daí, ela me mandou para a Vigilância Sanitária. Fui, calmamente, eu já sabia o caminho. Atenderam um outro senhor primeiro e continuaram lá à toa. Daí, uma das funcionárias, olhou pro outro mostrando com o olhar para que ele me atendesse. Então, entrei, sentei, dei Bom Dia, pq ele não me deu...Na minha consulta prévia escrevi lá o que vou vender: COMÉRCIO DE ROUPAS USADAS. Lembra que da outra vez eu disse que esqueci de dizer que ia vender umas balinhas e tal? Pois é, desta vez não esperei ele falar, fui logo falando: "Olha vou vender lá umas balinhas". E ele, para minha surpresa disse: "Mas a senhora tinha que ter escrito aqui na descrição do negócio". Eu escorei o braço na mesa, abaixei a cabeça e tampei os olhos com a mão escorregando até o queixo e disse" "Não é possível que eu vou ter que fazer tudo de novo, e esperar mais 15 dias? Da outra vez não teve nada disso de escrever aí, a mulher só me perguntou se eu ia vender mais alguma coisa"...Acho que ele viu o meu descontentamento e falou assim, "meio baixo" olhando pros lados como se alguém pudesse escutar, kkkkkkkkkkkkkkkkkk "Olha eu vou colocar aqui como atividade não passível de Vigilância Sanitária, porque a gente só vai lá se alguém te denunciar". Olha eu entregando o moço, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Eu falei: "Ah, pelo menos isso. Que dificuldade!". Ah, um detalhe, ele conversou isso comigo e o telefone tocou e ele começou um longo papo com o pastor dele. Ah, não vou contar a conversa aqui né, gente? Quase que eu falei com ele "colabora aí irmãozinho." Durante todo o processo, ele no telefone, eu quase pedindo prá ele desligar, mas ele conversava e procurava carimbo daqui, carimbo dali, uma caneta, e por fim, acabou. Me entregou o papel. Gastou uns 15 minutos, coisa que ele faria em três. Eu lá sabia se ele tinha marcado tudo certo pois estava desatento no telefone! Peguei o papel e conferi tudo antes de sair, ainda sentada. Ele ficou me olhando. Vi que tava tudo certo, aliás, eu acho que tá né? Como ele continuava no telefone, olhei e falei baixinho também: "Agora vou no ISS?". Ele fez um "tinindo" prá mim, afirmando que sim. E se fosse uma pessoa que não soubesse? Ia ficar plantada lá esperando o incompetente falar, né? Eu dei a sorte de saber onde eu tinha que ir. Fui para a Seção de Tributos, peguei a senha. Logo me chamaram. Outra sorte minha, gente. Era uma moça conhecida, que me tratou muito gentilmente. Talvez se não fosse, seria o contrário. Aí até falei com ela depois que ela me explicou tudo direitinho, sobre o MEI mesmo. Ela sabia bem do que tava falando e batia com o que eu sabia. Mas elogiei dizendo que a outra do lado, da outra vez me tratou super mal e não sabia de nada. Entrego mesmo. Gente, tô pensando aqui...eu podia ter um gravadorzinho, né? rsrsrsrs
Bem, me explicou tudinho, me deu aquela papelada, e aí o fiasco do dia. Não podia faltar né? Me mandou para o Corpo de Bombeiros mesmo. Eu disse a ela que nas minhas consultas sobre o MEI, me disseram que eu só precisava mesmo da Consulta Prévia deferida, quer dizer, autorizado eu abrir um brechó na minha casa. Mas aí ela disse que no Corpo de Bombeiros eles vão me pedir uma planta da casa. E eu lá sei cadê a planta dessa casa? Eu até sei que tem, e a que existe é da primeira construção. Nós já puxamos a cada pro lado esquerdo, pro lado direito e prá cima, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
E ela falou que não tem jeito, eles vão pedir a planta. Então disse que vou ter que mandar fazer porque eles não vão liberar o alvará sem o aval dos bombeiros. Caraca! Eu não tenho dinheiro para fazer planta nenhuma de casa. Sou desempregada! Aí ela completou...olha eu entregando outra funcionária da Prefeitura: "A não ser que vc conheça alguém aqui dentro" e isso falando baixinho também, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Gente, eu tenho que rir prá não chorar, caraca! E tem outra, expliquei que o Portal do Empreendedor me libera o alvará provisório na hora em que eu me cadastrar como MEI, e ela disse: "Pois é, aqui na Prefeitura esse alvará provisório NÃO FUNCIONA!!!!!!!!!!!" Ah, não? Vamos ver, porque o Portal me parece que diz que tudo que for contrário, nós podemos denunciar. E eu vou saber disso hoje mesmo e conto prá vcs que enfrentam as mesmas dificuldades que eu estou enfrentando.
E agora, José? Para onde? Para onde que eu vou, o que que eu faço, eu corro atrás da formalização ou eu continuo na informalidade?
É mole? Me aguardem no terceiro capítulo.

AO DEIXAR UM COMENTÁRIO, POR FAVOR, DEIXE UM E-MAIL DE CONTATO PARA RESPOSTA.

Quero me Formalizar...será que eu consigo? CAPÍTULO 1

Quero ser uma Microempreendedora Individual (MEI) mas vou mostrar aqui que não é tão fácil assim. Acompanhem em capítulos a minha saga.

Oi, meu povo! O post hoje vai ser enooooorme, mas é por uma boa causa. Começo hoje a contar a minha saga para me tornar uma Microempreendedora Individual e começo com a luta atrás de um Alvará de Funcionamento. Como todos sabem eu tenho um brechó que funciona num cômodo de comércio na minha humilde residência mesmo. A minha luta é igual a de muitos trabalhadores por conta própria desse Brasil afora. Quero me inscrever no MEI Microempreendedor Individual e o Portal do Empreendedor me dá todas as garantias de que NÃO VAI HAVER NENHUMA BUROCRACIA, que eu posso fazer tudo pela internet, inclusive conseguir o Alvará Provisório e que, o melhor ainda, NÃO PRECISO PAGAR NENHUMA TAXA a não ser o boleto mensal para que eu possa ter as garantias de um Microempreendedor Individual.

Diz o Portal do Empreendedor - O processo de formalização não custa nada. Para a formalização e para a primeira declaração anual existe uma rede de empresas de contabilidade que são optantes do SIMPLES NACIONAL que irão realizar essas tarefas sem cobrar nada no primeiro ano.
Você pagará imposto "zero" para o Governo Federal. E apenas valores simbólicos para o Município (R$ 5,00 de ISS) e para o Estado (R$ 1,00 de ICMS). Já o INSS será reduzido a 5% do salário mínimo (R$ 31,10). Com isso, o Empreendedor Individual terá direito aos benefícios previdenciários.


A minha saga começou em outubro de 2010, quando intentei abrir uma lojinha fora da minha casa. A gente sempre espera que apareça um fiscal, mas não do jeito que me apareceu um...Estava lá eu, (era o primeiro dia) com as portas abertas, sem funcionar, apenas colocando as instalações e as roupas nas araras e nas estantes quando adentra pela loja um moço me pedindo o Alvará de Funcionamento. Bem, confesso que não me assustei, porque a gente espera mesmo, né? Mas, (me desculpa a palavra gente) QUE MERDA! Pô! No primeiro dia? Ah, isso foi mandado, claro! Alguma invejosa ou invejoso que estava de plantão e me denunciou, é óbvio!. Eu disse para o moço: "Que bom, eu até queria que aparecesse alguém aqui prá me orientar, pois eu estou aderindo ao MEI e não preciso pagar Alvará, não é mesmo?". No que ele me respondeu (e olha que ele era o fiscal chefe, heim?): Não, a senhora tem que pagar, sim. Vou deixar uma notificação aqui para que a senhora se apresente na Prefeitura Municipal". Começou aí a minha via dolorosa... Aquele era o primeiro dia naquele local, eu ali só instalando, nem funcionando estava e acabou que como estava com minha irmã, não deu certo e depois de oito dias peguei tudo e fui embora dali voltando para casa novamente. Abri na informalidade mesmo, aqui em casa e vendi bem...aliás, eu nem deveria ter saído daqui, né mess, mas o ponto me atraiu, hehehehe. Só que logo em abril eu consegui um emprego fora e começamos a reforma aqui em casa e tive que desmontar o brechó e guardar tudinho. Não é que meses depois de eu sair daquele primeiro local, eu recebo uma intimação da justiça em nome da Prefeitura Municipal me cobrando uma multa exorbitante de R$ 682,00 por estar trabalhando sem alvará? Graças a Deus eles me deram a alternativa de me defender, e então fiz minha defesa e consegui me livrar da multa, mas foi um susto! Eu já nem lembrava daquilo, amigos! E a resposta também demorou demais a chegar. o fato é que eu não ia pagar multa nenhuma, porque não tinha dinheiro. Então...agora estou tentando este alvará para trabalhar dignamente, né? Mas a primeira vez não deu certo. A burocracia me barrou e me fez desistir. Na Prefeitura Municipal de Santa Luzia, o negócio não funciona assim e você é tratada ao inverso do que o Portal do Empreendedor diz que deve ser. Fiz a consulta prévia e eles disseram que meu endereço NON ECSISTE! "Como assim, não existe? Se eu moro lá há quarenta anos e o IPTU chega todo ano?" Fui lá, e provei que existe sim. A Prefeitura tem o meu bairro registrado com o nome de séculos atrás, e eu provei que não é VILA OTONI é CAMELOS, oras! Depois que consegui, me mandaram prá Vigilância Sanitária, e lá vou eu. Eu tava com tanta raiva que a mulher perguntou se eu ia vender alguma coisa lá como balas, e outras baboseiras e eu respondi: "Não, minha filha, eu vou vender é roupa usada!". Aí, ela carimbou lá e só depois me dei conta da burrada que fiz, pq eu vou vender minhas balas, lógico que vou! Daí vou pro ISS e a mulher me dá quatro listas para eu preencher e me manda para o Corpo de Bombeiros, meu Deus do céu! E isso não é burocracia? Eu tenho que ir no Corpo de Bombeiros que não é na minha cidade? Ainda argumentei com ela que eu não precisava pagar o Alvará e ela disse irônicamente: "Claro que a senhora precisa pagar o Alvará", e aí, encerrei o caso dizendo que não ia fazer nada daquilo e que é por isso que as pessoas trabalham na informalidade aqui no Brasil. Desisti, desisti, desisti...que raiva! Agora, não estou trabalhando fora mais e preciso abrir meu brechó de novo. Tenho tudo para trabalhar, arrumei a loja, comprei manequins, coloquei vitrine, mas eu não abro de jeito nenhum sem o Alvará porque não quero correr o risco da multa de novo, gente! Juro que tô com medo, mas hoje começa de novo a minha saga atrás do Alvará. Aliás, começou no dia 01 de março quando fui na Prefeitura e pedi uma consulta prévia do local. Teria que voltar lá no dia 10, mas só hoje eu pude. Tô indo lá agora pegar o resultado. Vamos ver quantos dias vai durar essa lenga-lenga...Hoje à noite conto procês o segundo capítulo, ok?

AO DEIXAR UM COMENTÁRIO, POR FAVOR, DEIXE UM E-MAIL DE CONTATO PARA RESPOSTA.

Dica legal para ganhar dinheiro na Páscoa.

Olá, amigos. Estes dias eu estive assim, digamos, sem inspiração para postar. Vontade não faltou, mas me bateu um desânimo...mas uma coisa é certa: estão me cobrando dicas para ganhar dinheiro na Páscoa. Eu já postei, mas querem mais...E quando a gente fala em Páscoa, é claro que lembramos de CHOCOLATE! Sei que tem muitos de nós que já nos aventuramos nessa área e nos demos bem, né mess? Mas ainda tem muita gente que não teve coragem suficiente para começar, e eu tô aqui prá dar um empurrãozinho. Vamos ver se esse povo "engrena", hehehe. Claro que tem alguns segredos para trabalhar com chocolate, mas nada que seja um bicho de sete cabeças. Você também não precisa ter um estoque enorme para começar (ainda mais que vc vai é começar mesmo, né?). Comece com pouco, e divulgue aí no meio da sua parentela e da vizinhança mesmo. Procure fazer com chocolates de boa qualidade (mas não precisa ser aquele caro, e que nem todo mundo consegue trabalhar. Eu pelo menos não consigo. E tem uns mais baratos e de ótima qualidade, sim. Eu uso da Harald e muitas chocolateiras por aí também). A gente não ganha dinheiro na Páscoa só com os ovos de chocolate grandes, mas pode ser ovinhos pequenos, pirulitos, bombons e outras coisitas também, oras! Então, que tal fazer uma coisinha diferente? Pois tem gente que não tem dinheiro para comprar um ovo de páscoa, sabia? Mesmo os caseiros saem bem caro. Uma vez, eu morava num lugar de classe média, mas tinha alguns moradores por perto de menor poder aquisitivo e meu alvo foram eles. Fiz umas cestinhas e coloquei dentro uns pirulitos de chocolate e ovinhos e vendi baratinho, mas me dando lucro, claro! Deu super certo, as mães e a criançada adoraram e só não vendi mais porque não tinha mais para vender! Você pode fazer e vender em casa, oferecer aos comércios por perto para revenderem para você e até mesmo oferecer na escola do seu filhote, pegando assim encomendas. Então essa vai ser minha dica de hoje. Para ovinhos ou pirulitos não tem segredo. É só derreter, colocar na forma e depois embalar. Você pode usar aqueles vasinhos plásticos que a gente planta violetas, sabe? Aqui custa R$ 0,50, ou pode comprar aqueles copinhos para criança, que sejam de plástico ou acrílico, que vão custar no máximo R$ 1,00. Dentro vocês colocam palha de crepom ou de celofane (você mesma faz, cortando bem fininho) e coloque os pirulitos ou os ovinhos. Embale com papel celefone e dê um laço bem bonito (ou compre também, custa uns R$ 0,20).

(esta imagem dos vasinhos pequei aqui www.portalangels.com)

Este é um jeitinho bem fácil e legal de começar com pouco dinheiro e espero que seja do agrado de todo mundo. Tenho certeza de que vai ser um arraso! Depois me contem. Bjos da Mell, meus amô! Até mais!

AO DEIXAR UM COMENTÁRIO, POR FAVOR, DEIXE UM E-MAIL DE CONTATO PARA RESPOSTA.
LIBERDADE DE EXPRESSÃO - Também é importante esclarecer que este blog, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Nos referidos textos constitucionais, lê-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX).
A maioria das imagens deste blog foram encontradas na internet, portanto, sao públicas. Mas, se, porventura, alguém reconhecer como sua propriedade, favor entrar em contato comigo para que sejam dados os devidos créditos ou que seja retirado o conteúdo. Obrigada.

.

VOCÊ É O MEU VISITANTE DE NÚMERO