Seja bem vindo ao blog "SAÍDA DE EMERGÊNCIA". Este é um blog todo produzido para ajudar a você que decidiu trabalhar em casa. Espero que encontre aqui a ideia que está buscando. Conte comigo. Um abraço da Mell.

CONHEÇA MINHA HISTÓRIA E PORQUE CRIEI ESTE BLOG PARA AJUDAR AS PESSOAS

Meu nome é Melita, mas muitos me conhecem como Mell Santos. Quero muito que você conheça um pouco da minha história de vida, como me tornei uma mulher empreendedora e porque decidi criar um blog para ajudar as pessoas a vencer na vida . Sou mineira, hoje tenho 54 anos, sou dona de casa, divorciada, microempresária e tenho dois filhos que são a minha alegria de viver. Sempre gostei de escrever, mas em 2009 resolvi criar este blog com o objetivo de encontrar e ajudar outras mulheres com histórias parecidas com a minha. Tendo como base a minha experiência de vida, mostro em várias postagens que precisei sozinha, aprender a ganhar dinheiro em casa. A idade e a experiência (mesmo tendo) não colaboraram para que eu conseguisse um emprego fixo, e pensão alimentícia (quando havia) mal dava para os alimentos. Enfim, eu não sou ex-mulher de nenhum jogador de futebol famoso, mas a verdade é que fiquei sozinha com dois filhos pequenos e sem dinheiro. Não foi uma história fácil de ser vivida e só quem passou por isso é que sabe como é doloroso. Assim, me tornei por muito tempo uma "pãe" (pai e mãe), e além de cuidar deles, teria que trabalhar. Sem solução e sem a ajuda de ninguém, por quinze anos me desdobrei para criar, educar e ajudar no sustento dos dois homens da minha vida. O que você faria se tivesse que viver uma situação dessas, viver "tempos de vacas magras"? O que você faria se precisasse trabalhar e não pudesse sair de casa? Enfrentei o abandono de quem eu julgava serem meus amigos, tive momentos de desespero por causa de dívidas e despreparo financeiro, sofri momentos angustiantes e uma depressão muito forte, mas consegui, mesmo com muito sofrimento dar a volta por cima, trabalhando sempre...dentro de casa. Teve que haver uma saída para mim, e eu lhe digo que para você que enfrenta uma situação parecida, também há. Por isso, dei ao blog o título de "SAÍDA DE EMERGÊNCIA" porque tive que descobrir que meu sustento tinha que sair de dentro da minha casa pois além de trabalhar, eu precisava cuidar dos meus meninos, não tinha com quem deixá-los e nem condições para pagar alguém que cuidasse deles para mim. Assim, descobri várias "saídas" para fugir do desespero. Não, não fiquei rica! E nem quero. Sei muito bem que dinheiro ajuda, mas ele pode trazer também muita infelicidade. O dinheiro compra a cama, mas não paga o sono. Desde então, faço de tudo um pouco e nunca fiquei parada. Como o emprego fixo era bem difícil de se conseguir, criei os meus "bicos" até me tornar dona do meu próprio negócio. Por muito tempo o que eu ganhava podia até ser pouco, mas era um dinheiro justo e dava para nós três. Aprendi também a administrar. Ganhei meu dinheiro honestamente e o melhor, dentro da minha casa, tudo formalizado e assim pude cuidar e criar melhor os meus (agora) rapazes! Depois destes anos todos cuidando deles sozinha e sempre trabalhando, agora estamos na fase do quadro se inverter e meus filhos passando a ser responsáveis pela maior parte das nossas despesas, mas assim mesmo continuo ajudando com meu negócio próprio. Hoje, sou uma instrutora de gelados comestíveis e de culinária, consultora de pequenos negócios domésticos e dou cursos pela internet, Meus cursos são reconhecidamente aprovados e já levei muitas pessoas a vencer como eu. Já não ganho apenas uma "renda extra", eu sou uma microempresária de sucesso. E é isso que eu quero para você também. Portanto, as dicas deste blog não tem a finalidade de mostrar que uma pessoa pode ganhar "rios" de dinheiro da noite para o dia, mas, elas podem funcionar como "Saída de Emergência" num momento difícil. No desespero, muitas vezes não conseguimos ver que bem diante de nossos olhos, ou melhor, dentro da nossa casa está a solução, e por isso, vou tentar mostrar que existem grandes oportunidades para trabalhar assim, muitas vezes com pouco ou quase nenhum capital, podendo até mesmo, um dia, estas atividades se tornarem o sustento da sua família. Espero que todo o conteúdo do blog seja de grande utilidade para vocês.

(Acompanhe no final da página - Mudanças no meu Perfil. De acordo com as datas de postagem do blog, vocês verão como fui trabalhando e nos sustentando.
 
É proibida a reprodução total ou em partes de imagens e artigos deste blog em outros blogs, sites ou páginas do Facebook e outras redes sociais sem os créditos devidos ou sem autorização da autora do blog. (Cópias sem créditos caracterizam Plágio. Este crime está previsto no artigo 184 do Código Penal de acordo com a Lei 9.610/98 dos Direitos Autorais)

Definição dos produtos que serão vendidos - "Mercado Brasil" - programa 6

 O dono de um pequeno negócio não pode querer vender de tudo, ele deve focar o seu negócio em determinados produtos. Eu sempre falo que você pode ter vários produtos para vender, mas tenha aqueles especiais. Com o tempo de trabalho você vai percebendo aquilo que o seu cliente quer e então vá aproveitando as dicas que eles mesmos deixam, quando pedem algum produto, e se for algo que se repete sempre, quando a procura é grande, pense na possibilidade de vender mesmo o que eles querem. Foque suas vendas no que tem mais saída, então OBSERVE bem e não deixe a oportunidade passar. Escolha também produtos que você conhece e tem jeito para vender, pode até ser algo que você tem habilidade desde criança, por exemplo. É unir o útil ao agradável.
Esse programa mostra algumas dicas especiais para se dar bem nas vendas. Comprar bem para vender bem. É preciso escolher bem o que vender! Será que ter muita mercadoria é o ideal? Ou ter menos mercadorias, mas com mais qualidade? Uai, vamo aprender pessoal!
Vamos ver o que nossos personagens da novelinha "Mercado Brasil" vão passar de interessante para nós? Ouçam com atenção e tirem o maior proveito disso. Um beijo especial para cada um de vcs e um abençoado final de semana.
                                  

POR FAVOR, DEIXE UM E-MAIL DE CONTATO PARA RESPOSTA. e AGUARDE A RESPOSTA NA MESMA POSTAGEM

Customização - Transformando Calças Jeans em short Boyfriend

Olá, amigos. E aí, tudo em paz? Eu andei meio sumidinha mas tô tentando recuperar o tempo perdido postando mais frequentemente, certo? Demorei até mesmo para responder alguns comentários, mas fiquem sossegados porque eu sempre respondo, mesmo que demore. Só fico um pouco chateada porque respondo a todos, sem excessão, mas a maioria das pessoas não volta nem prá falar se gostou da ajuda que eu dei. Não faço nada esperando agradecimentos, e muita gente me agradece, mas vcs poderiam pelo menos me dizer se estão satisfeitos ou não, né? (ê braveza, sô!). Bom, como todo mundo sabe eu tenho um brechó, o "Breshopping da Mell". Então...eu tenho aqui muuuuuitas calças jeans, em sua maioria novas, mas que não tem boa saída, pois elas tem cintura alta e boca larga. Infelizmente, nem todo mundo olha uma peça de roupa com olhos de um designer de moda, então, elas ficam aqui paradas. Sabe, gente, eu vendo essas peças super barato aqui, custam cerca de uns R$ 3,00 no máximo. Se são novas, chegam a uns R$ 5,00. Comprar em brechó é assim meio "reciclagem", e eu vou entrar ainda mais nessa onda, mas para vender, hehehe. Fiquei sabendo que quem estuda moda precisa muito de roupas assim, compram baratinho, customizam e vendem super caro! Então, please! Me ajudem a achar esses estudantes? kkkkkkkkkkkkkkkk Abri um álbum no facebook mostrando estas peças e vou sempre postar um look com as mesmas, , tipo um "antes e depois", customizando, mudando a cara da roupa. Um dia desses eu mesma fiz um short "boyfriend"  (estou ficando uma expert em moda, hehehehe Shortinhos boyfriends são feitos com calças masculinas, bem larguinhas, mas são peças para serem usadas por mulheres. E como são usadas mais larguinhas, servem para mulheres de qualquer idade, mas cuidado para não ficar ridícula, né? Tenha bom senso então...Eu sei que a moda volta, oh, e como sei! Essas calças de cintura alta e boca larga estão todas na moda de novo, e com a onda da customização, elas podem ser reaproveitadas, se transformando em peças da moda atual. Então vou postar alguma coisa aqui hoje só para mostrar prá vocês o que a gente pode fazer com elas, ok? De vez em quando vou fazer isso. Este short que vou postar, eu que fiz prá mim, e gostei demais. Quem tiver um brechó precisa fazer isso que eu estou fazendo, que é reciclar, mudar a cara da roupa. Nós precisamos estar por dentro da moda, gente, pois assim nós, entendendo do assunto, venderemos mais também. Vou até deixar um passo a passo aqui procês aprenderem.
Queria fazer este look para mim! Peguei uma calça masculina, (use de preferência masculina ou um número maior do que o seu) e corte no lugar desejado. Lembre-se que vai ser dobrado, então corte abaixo do lugar onde deseja que seja o comprimento.
Pode ser usado apenas com a barra dobrada. Este é o meu. Ficou show, né?
Para desfiar, faça cortes, quantos desejar, com a tesoura. Depois, molhe uma lixa de pé, ou de parede e passe sobre o corte até desfiar o tanto que quiser. Se quiser descolorir, molhe uma esponja com água sanitária e passe no local, deixando um pouco de tempo e depois lavando.

.
Aqui o meu short desfiado, prontinho!
Então, gostaram? Facinho dimaisdaconta de fazer, né não? Então, mãos à obra. Depois vou trazer mais dicasd de customização. Bjokitas da Mell.


POR FAVOR, DEIXE UM E-MAIL DE CONTATO PARA RESPOSTA. e AGUARDE A RESPOSTA NA MESMA POSTAGEM

Lembretes sobre o MEI Microempreendedor Individual

 Bom Dia, queridos leitores e microempreendedores, passando para deixar uns lembretes e algumas opiniões e dúvidas que tenho acerca do MEI. O post vai ser grande, mas necessário, ok? (Microempreendedor Individual (MEI) é a pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário. Para ser um microempreendedor individual, é necessário faturar no máximo até R$ 60.000,00 por ano e não ter participação em outra empresa como sócio ou titular.) Ser um MEI é muito legal, eles dizem que a gente pode fazer tudo sozinho, mas não é assim tão fácil, viu? Eu tive algumas dificuldades e tive que me virar para descobrir, e ainda tenho medo de ter feito algo errado! Vou começar lembrando que está chegando a hora de fazer a nossa Declaração Anual de Renda Bruta para provar que ganhamos menos do que os R$ 60.000,00 (ai, ai, quem me dera ganhar pelo menos uns R$ 5.000,00, hehehe...)
Primeira coisinha - Todos os meses, até o dia 20 temos que pagar o DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional). Eu pagava R$ 32,10, agora aumentou para R$ 34,90, porque o meu é de comércio ou indústria, mas para os outros é R$ 38,90 (prestação de serviços) ou R$ 39,90 (comércio e serviços). Gozado né, lá diz que é fixo. Né nada, aumentou!!! Isso eles não avisam né? Precisamos pagar essas contribuições, para termos acesso a benefícios como auxílio maternidade, auxílio doença, aposentadoria, entre outros. Então, é obrigatório.
Segunda coisinha - Também, todos os meses, até o dia 20, além de pagar o DAS, o MEI deverá preencher o Relatório Mensal de Receitas Brutas, informando os valores das receitas brutas da sua atividade, do mês anterior. Não importa se você não vendeu todos os dias, ou se nem vendeu, importa que deve-se preencher um relatório para cada mês. Esse relatório pode ser preenchido de próprio punho, não sendo necessário entregá-lo a lugar algum, mas guarde juntamente com eles as notinhas das vendas que vc fez. Basta mantê-los guardados. O modelo do Relatório Mensal de Receitas Brutas consta do Anexo XII da Resolução CGSN nº 94/2011, disponível no Portal do Simples Nacional, na internet. E vai ser com estes relatórios mensais que você vai preencher a sua Declaração Anual de Renda Bruta.
Terceira coisinha - Em relação a essa declaração anual, já vi três datas diferentes para a entrega, sendo 31 de março, 30 de abril e 31 de maio, de modo que eu estava tranquila e não tinha feito essa declaração esperando chegar o mês de março, mas ontem quando fui imprimir o DAS de janeiro, não consegui porque me pediam a tal da Declaração! Tive que fazer tudo às pressas pq precisava pagar o meu DAS!!! Ai, que sufoco para conferir tudo e ver se estava certo! No momento de preencher, teve coisa que eu não sabia o que era, gente! E eu que não tenho dinheiro prá pagar contador para me explicar o que era, e a gente não consegue informações tão fácil no Portal do Empreendedor também não...Eles dizem que os contadores não podem cobrar, mas é mentira pq aqui perto da minha casa tem contador cobrando R$ 150,00 só para inscrever a pessoa no MEI, imagina p/fazer uma declaração então? Pois bem, ao preencher, me pediam o total das vendas brutas e depois tudo que tinha ICMS, e eu lá sabia o que era isso? Eu só tinha anotado as minhas vendas! Deixei em branco e não aceitaram, então taquei lá R$ 0,00 e aí foi aceita a minha declaração com sucesso. Eu entendi que era de produtos que eu tinha vendido que tinham sido provenientes de indústria, comércio ou transporte, e como eu não tinha gasto com nada disso coloquei custo zero. Que Deus me ajude então! rsrsrs
Outra coisa, quando aderimos ao MEI, eles deixam claro que no primeiro ano você não paga alvará, portanto eu estava tranquila também, pois iniciei minhas atividades em agosto/2012 e tava achando que meu alvará ia valer até agosto deste ano de 2013. Ah, tá! Somos leigos e deve ter gente boiando aí que nem eu, e está por fora de tudo, porque eu só descobri que tinha que renovar e pagar meu alvará de funcionamento porque me preocupo com esse negócio de datas. Olhei no meu alvará fixado na parede da loja e vi que precisava renová-lo em janeiro. Pois é, meu ano durou apenas 4 meses, de agosto a dezembro, e eu já tive que pagar R$ 60,15. Pelo menos a gente não paga o valor total de um alvará, paga-se (eu acho) 40% do valor normal. Tenho dó de quem se cadastrou no MEI em dezembro, coitadinhos...
Ah, gente, então é isso. Falei tudo isso prá mostrar que não é fácil também se virar sozinho e as mesmas dificuldades que eu tenho, vcs também poderão ter. Até prá mim que sou metida a sabida tá difícil, imagina prá quem não entende bulhufas, heim? Então, mantenham-se informados sempre, entrem no Portal do Empreendedor de vez em quando  que também mudou e eu preferia a outra versão que era mais fácil)  e conheçam tudo o que precisam, porque as coisas lá mudam e eles não avisam a gente, ok? Bom vou ficando por aqui pois preciso trabalhar. Bjo grande no coração e toda sorte de bênçãos para vcs.
POR FAVOR, DEIXE UM E-MAIL DE CONTATO PARA RESPOSTA. e AGUARDE A RESPOSTA NA MESMA POSTAGEM

Estratégias para ganhar um dimdim...


Oiê, meus amô! Preciso postar, mas tô sem inspiração. Assunto eu tenho, e muitos, tudo arquivadinho, mas me faltam palavras para montar os textos. Então vou postar aqui uma dica legal para vocês se inspirarem, ok? Bjokitas da Mell

Esta é a história de uma senhora que era viúva e recebia pouco mais de um salário mínimo como pensão. Aquele salário era muito pouco para cumprir com todos os compromissos da casa, e ela precisava de uma outra renda. Todos elogiavam sua comida e as guloseimas que ela preparava para a família quando tinha condições, e por isso, depois de muito pensar, abriu os armários, e verificou o que tinha lá que pudesse lhe render alguns salgadinhos, uns docinhos e um bolo. Então, foi na casa de suas vizinhas, amigas e parentes e convidou cada uma para uma pequena reunião em sua casa no próximo fim de semana. Na véspera da reunião, ela foi para a cozinha e fez tudo com muito carinho, os salgados, os doces e o bolo que confeitou com muito esmero. Arrumou a mesa com uma bonita toalha e lá colocou todas as delícias que tinha preparado. Aquela reuniãozinha, aparentemente era para as amigas, sem nenhum motivo, pois nenhuma delas estava aniversariando, foi um verdadeiro sucesso. As amigas elogiaram cada uma daquelas delícias. No final da reunião, aquela senhora então, entregou para cada uma delas um cartãozinho que tinha feito também de próprio punho com os seguintes dizeres: "Fazemos doces, salgados e bolos para sua festa. Antecipe a sua encomenda." Ali tinha também o seu telefone de contato. O próximo passo foi contar com a propaganda boca-a-boca das suas convidadas e colocar uma plaquinha na porta de sua casa. Em pouco tempo, aquela senhora estava com tantas encomendas que foi preciso contratar mais duas ajudantes. A cozinha se tornou pequena e ela precisou de comprar alguns maquinários para facilitar o preparo dos produtos. Que ideia incrível a desta senhora em realizar aquela reuniãozinha, não é mesmo? Hoje ela tem um grande buffet e fornece seus produtos para grandes eventos e festas particulares, além de ter um serviço diferenciado de entrega.
Legal, né? Também achei o máximo. Vamos pensar nisso? Bjos amores!

POR FAVOR, DEIXE UM E-MAIL DE CONTATO PARA RESPOSTA. e AGUARDE A RESPOSTA NA MESMA POSTAGEM

Que tal aprender a produzir o melhor sorvete artesanal?

Ô vontade que eu estou de ensinar o povo a fazer sorvete de verdade, e de qualidade viu? E aí, meu povo, o que vocês acham de aprender um ofício que vai lhe render muuuuuuito dinheiro? O sorvete caseiro eu já ensinei, mas não entreguei o "ouro" todo ainda, né? Pensando seriamente em finalizar minha apostila com todos os segredos para se dar bem neste negócio, viu? Afinal, eu tenho a faca e o queijo na mão, né? Basta eu decidir e...pronto! No curso, eu passaria a minha receita, as receitas similares e atualizadas, além de todas as dicas possíveis como os melhores produtos, máquinários, um bom plano de negócios com orientação do SEBRAE e muito mais! Eu tenho vontade de fazer isso há muito tempo e acho que está chegando a hora. Então, me aguardem, amores! Quem quiser, comenta dando sua opinião, ok? Mas saibam desde já que essa ideia só vai se concretizar aqui no blog se o povo pedir, kkkkkkkkkkkkkk E garanto que você não vai pagar nem um centavo para aprender, heim?
.
(Ah! Ainda não aprendeu o sorvete caseiro? Táqui neste link
.
Dê uma lida na postagem e aproveite para saber como foi que começou a história do sorvete na minha vida! 
.
Conheça os cursos digitais de Gelados da COZINHA LUCRATIVA OFICIAL:



Da série "Placas Ridículas" - Encontre o erro...

Oiê, amigos! Um dia destes recebi um comentário de uma leitora me pedindo para não rir destas placas que eu coloco aqui no blog de vez em quando para a gente rir um pouquinho. Eu respondi que não apenas eu faço isso, mas centenas de blogueiros tem essa prática e não o fazemos para rir de uma certa pessoa. Eu, pelo menos, dou risada mesmo e às vezes me arrepio, sinto dor no coração porque acho um pecado escrever errado. Muitas dessas pessoas não frequentaram uma escola por alguns motivos e por isso não sabem escrever corretamente, e reconhecemos isso até mesmo pela qualidade do material das placas, mas muitos frequentaram escolas e o pior, se formaram (eu conheço professoras que escrevem errado e mais de uma, heim?). Então, a culpa é de quem? Do governo? Ah, nem!!! Mas, olha, minha leitora querida, eu ri tanto disso tudo que eu mesma acabei cometendo o mesmo erro, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Fiz uma plaquinha pro meu brechó, aliás, nem foi uma plaquinha, foi um cartazinho.

Eis a dita cuja
Peguei uma folha de sulfite, um pincel atômico, escrevi o que precisava e preguei lá fora ao lado da porta da loja. E lá ficou uma semana. Eis que depois desse tempo, meu filho chega prá mim e pede: "Mãe, repete o que vc escreveu no cartazinho". Eu repeti, e ele me disse: "Pois é, se eu fosse você ia lá descobrir o seu erro" e caiu na gargalhada. Gente, eu quase caí prá trás quando vi, rachei de rir de mim também. Pô! Uma semana o cartaz errado e ninguém me fala nada??? Bem feito, provei do meu veneno, kkkkkkkkkkkkkkkk Fui lá, fotografei e disse: Vai virar postagem do blog. Taí meu cartazinho, podem rir à vontade. Vocês são capazes de encontrar o meu erro?


POR FAVOR, DEIXE UM E-MAIL DE CONTATO PARA RESPOSTA. e AGUARDE A RESPOSTA NA MESMA POSTAGEM

5 de Fevereiro - Muitas felicidades prá todos nós!

 Olá, pessoas queridas. Dia 5 de fevereiro foi meu aniversário, mas não teve como eu vir aqui no blog. Trouxe então uma fatia do meu bolinho procês. Essa fatia representa um pouco do carinho que tenho por todos que me seguem há um bom tempo e também aos que chegaram recentemente. Algumas coisas estão me impedindo de estar aqui todos os dias como eu gostaria, tenho problemas a resolver, mas nunca me esqueço de que vocês estão aqui esperando minhas respostas aos recados e aos comentários. E mais uma vez agradeço a generosidade de cada um que por aqui passa, é muito bom receber tanta gratidão por algo que faço por vocês. Contem sempre comigo, pois se estiver ao meu alcance estarei pronta a ajudar, ok? Peço que orem por mim, por meus filhos, para que nada me abale. Ser pai e ser mãe ao mesmo tempo não é fácil. Graças a Deus tenho filhos maravilhosos que não me dão nenhum problema, pelo contrário, eles que tem me sustentado de várias maneiras. Agora já chegou aquele tempo em que eles é que me sustentam financeiramente. O quadro já está praticamente invertido, rsrsrsrs Eu só entro com o básico mesmo. Mas mesmo assim as coisas são muito difíceis prá nós, porque enquanto eles trabalham e estudam, eu administro, então tenho que por a cabeça prá funcionar, né? É muito difícil lidar com pouco dinheiro e muitos de vocês sabem disso...Eu tento levar essa situação como aprendizado, mas não é fácil. Nem sempre a gente é uma fortaleza...Tem muita coisa que eu gostaria de contar pro mundo inteiro, mas preciso mesmo é ficar calada, e calada é pior, porque vai se acumulando a tristeza, se acumula a angústia porque você às vezes pensa que nada vai se resolver. Sou feliz, mas vivo cercada de injustiças. Nunca vou esconder isso de vocês, meus leitores, e de quem passa aqui só por curiosidade mesmo...Eu escolhi deixar muitas coisas para trás e por isso nossa vida é tão difícil, mas não é impossível de se viver. A gente sobrevive graças ao amor de Deus e mesmo para isso temos que ter uma fé firmada, porque senão a gente desiste no meio da caminhada. Tanta gente me ama, mas muita gente me julga, e essas pessoas só saberão como é difícil viver o que vivo, se um dia elas passarem pela mesma situação. Então, é esperar em Deus, porque Ele é justo. A justiça terrena é demorada, mas a de Deus, mesmo que demore, é certa. Por isso só peço a Deus que honre os meus filhos, porque eles não mereciam tanta injustiça na vida. Só uma mãe que cria seus filhos sozinhos é que entenderá o que eu estou falando. Então, lembrem-se do meu lar em suas orações. Amanhã vou postar mais uma dica legal, me aguardem. Um grande bjo meus queridos, que Deus lhes abençoe e guarde.  
POR FAVOR, DEIXE UM E-MAIL DE CONTATO PARA RESPOSTA. e AGUARDE A RESPOSTA NA MESMA POSTAGEM

Definindo o foco do negócio - "Mercado Brasil" - programa 5

 Oi, amigos. Vamos ouvir mais um capítulo da nossa novelinha "Mercado Brasil"? Eu espero sinceramente que vcs estejam ouvindo essa série pq ela é esplêndida. É impressionante como eles conseguem passar tudo aquilo que nós empreendedores precisamos saber! Quem ainda não ouviu nem um capítulo, não sabe o que está perdendo. Eu estou amando e aprendendo cada dia mais. O capítulo de hoje é muito bom, pois vão mostrar como vc pode definir o seu público alvo, como colocar preços e o jeitinho de tratar os clientes. E aí, vamos lá? Sucesso prá vcs. Bjo grande.
   
                                  

POR FAVOR, DEIXE UM E-MAIL DE CONTATO PARA RESPOSTA. e AGUARDE A RESPOSTA NA MESMA POSTAGEM

Aconteceu na minha humilde residência: O Encontro

Olá, pessoas queridas do meu core! Tem sol aí na sua cidade? Ai, ai, aqui tá um pouquinho difícil...ele chega assim tímidamente e logo se vai, aff..Bom, hoje tô passando é correndo mesmo mas só para registrar um encontro importantíssimo prá mim, hehehe. Recebi na minha humilde residência ontem à tarde, a minha amiga e sócia Renilde Roserens. Nossa amizade e sociedade é fruto do meu blog, pois Renilde já era minha leitora (ficava ali escondidinha lendo meus posts, como vários de vocês) e um dia resolveu se manifestar procurando informações sobre venda de roupas usadas. Nossa, fiquei super feliz de saber que eu tenho seguidoras de fora do Brasil, pois ela mora na Suiça (agora sei que tenho muitas) e conversa vai, conversa vem, logo fechamos negócio, acreditam? E o propósito nem era esse, mas, quando tem que ser, Deus abre as portas mesmo, porque nunca, jamais, em tempo algum me imaginei vendendo roupas importadas. Ô Jesus cheiroso, esse meu, viu? Adoro! Havia falado com Renilde apenas uma única vez, quando ela me telefonou de surpresa e ainda pôs o maridão prá falar francês com euzinha aqui, e eu não sei nada além do "merci beaucoup" (lê-se merci bocu). Daí prá cá, sempre que há um dinheirinho, ela manda roupa prá cá, e eu mando dinheiro prá lá. O povo adorou a novidade, pq só vem coisa fina, tá? E mais uma vez eu digo "sai prá lá olho gordo" prá quem achou que não ia dar certo, pois já deu porque Deus está na frente dos nossos planos. Enfim, Renilde veio passar umas férias aqui no Brasil e marcamos nosso encontro aqui em casa. Que tarde maravilhosa! Ela veio acompanhada da sua irmã Maria Geralda, da Patrícia (sobrinha) e da Bia (afilhada). Já chegou causando porque não pode esperar, né? Desceu do ônibus e tava indo pro lugar errado, ô meu Deus! Mas, coitadinha, chegou de mala e cuia e debaixo de chuva. Fui lá buscar a troupe e passamos uma  tarde animadíssima, coisa que há muito tempo não acontece comigo.
Fiz cupcakes para recebê-las (e vou ensinar daqui uns dias) e ela ainda saiu levando dinheiro e doce de figo, que eu fiz também, uai! Mas também deixou prá mim uma mala cheia de roupas, calçados e acessórios maravilhosos e uma caixa enooooorme de chocolate suíço (a bichinha quer me engordar!). Gendocéu, Renilde é assim que nem eu, simples dimaisdaconta. E eu com uma vergonha danada pensando que ela ia se decepcionar comigo que sou uma gata borralheira! E a danada se apaixonou pelo meu gato, gente! Ah,  provei prá ela também que eu sou isso aqui do blog mesmo, viu? Sou pobre mas sou limpinha, kkkkkkkkkkk Não sosseguei enquanto não mostrei prá ela que durmo no chão, só prá ela ver que não sou mentirosa. Ela só deve ter ido embora com o ouvido doendo porque eu falo alto demais, kkkkkkkkk Mas, amei nosso encontro, agora ela já é definitivamente da casa. Então é isso, amigos. Espero conhecer mais alguns de vocês, se Deus assim me permitir, e tenho certeza que Ele vai. Fico por aqui porque hoje o dia tá corrido. Um bjo enorme no seu coração e até mais.
POR FAVOR, DEIXE UM E-MAIL DE CONTATO PARA RESPOSTA. e AGUARDE A RESPOSTA NA MESMA POSTAGEM

Me tornando uma empreendedora

Meu blog foi criado em 2009, sendo que na época eu estava desempregada. A partir daí várias coisas ocorreram durante este período de modo que precisei alterar o meu perfil, como a minha idade e as ocupações que tive (trabalhos). Para tanto, deixo aqui registrado estas mudanças.

Em 2009 - 47 anos - Fui babá de duas meninas, cuidando delas em minha casa enquanto as mães trabalhavam.

Em 2010 - 48 anos - Continuei sendo babá de uma das meninas que cuidava antes, novamente em casa e no período em que ela ficava na escola eu trabalhava como Monitora de Crianças de 1 a 2 anos na Creche Filhos do Rei.

Final de 2010 para 2011 - Abri as portas do meu brechó na minha casa. Antes vendia dentro de casa mesmo.

Em 2011 - 49 anos - Brechó fechado para reforma da casa. Fui trabalhar numa pizzaria, à noite, como diarista e, aos 49 anos, consegui trabalhar de "Carteira Assinada" depois de seis anos sem registro. Trabalhei de abril/2011 a Jan/2012.

Início de 2012 - 50 anos - Saí do emprego por motivo de saúde ( a idade começou a pesar me causando muito inchaço nas pernas pelo fato de trabalhar mais de 8 horas em pé).

Maio de 2012 - Voltei novamente a trabalhar por conta própria com meu brechó, meus geladinhos, artesanatos e outras coisitas mais.

Junho de 2012 - Trabalho com meu brechó e sou babá de duas crianças na minha casa. Temos uma renda bem menor agora, pois meus filhos perderam a pensão do pai, mesmo eles sendo estudantes, sendo o mais novo universitário.

Julho de 2012 - Só trabalho com o Brechó agora. Não deu para conciliar brechó e ser babá ao mesmo tempo.

Agosto de 2012 - Me tornei Microempreendedora Individual. Agora, além do Brechó, continuo com os geladinhos e também produzo cupcakes.

Fevereiro de 2013 - 51 anos e agora, o quadro aqui em casa está quase se invertendo. A maior parte do sustento fica com meu filho mais velho, e o mais novo trabalha apenas para pagar a sua faculdade. A minha renda é apenas para complementar a do meu filho.

Setembro de 2013 - Meu filho mais novo está desempregado e trancou a matrícula na faculdade. O mais velho teve que deixar o emprego para ser estagiário de outro curso recebendo apenas 1/2 salário mínimo. Continuo com o brechó, atendendo de portas fechadas pois trabalho também com meus sorvetes, geladinhos, cupcakes e chocolates. Além disso dou cursos de fabricação de sorvete apostilados, pela internet (ensino à distância) Não dou conta de tudo se estiver com a loja aberta. Então, trabalho dentro de casa. Menos renda aqui em casa agora.

Novembro de 2013 - Meu filho mais novo agora trabalha com o pai na área de sorvetes. O mais velho conseguiu um outro emprego com efeito de estágio para o curso dele e passou a ganhar mais. E eu agora, além de tudo que faço também sou Consultora Independente Mary Kay.

Dezembro de 2013 - Isaac foi aprovado no Concurso da Polícia Militar de Minas Gerais e teve novamente que deixar um trabalho novo.

Janeiro de 2014 - Isaac foi morar sozinho com alguns colegas e começa o curso na PMMG

Fevereiro de 2014 - Minha principal fonte de renda agora são minhas apostilas.

Novembro de 2014 - Isaac agora é um Soldado Especialista (Tecnico em Eletrônica da PMMG) e voltou a morar aqui em casa. Status do coração da mãe dele...FELIZ DEMAIS!!!

Março de 2015 - Vou ser vovó. Meu filho Irving, o mais novo, vai ser papai.

Outubro de 2015 - Meu filho Irving, o mais novo é papai da Sofia, ela nasceu no dia 03/10.


LIBERDADE DE EXPRESSÃO - Também é importante esclarecer que este blog, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Nos referidos textos constitucionais, lê-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX).
A maioria das imagens deste blog foram encontradas na internet, portanto, sao públicas. Mas, se, porventura, alguém reconhecer como sua propriedade, favor entrar em contato comigo para que sejam dados os devidos créditos ou que seja retirado o conteúdo. Obrigada.

.