Seja bem vindo ao blog "SAÍDA DE EMERGÊNCIA". Este é um blog todo produzido para ajudar a você que decidiu trabalhar em casa. Espero que encontre aqui a ideia que está buscando. Conte comigo. Um abraço da Mell.

CONHEÇA MINHA HISTÓRIA E PORQUE CRIEI ESTE BLOG PARA AJUDAR AS PESSOAS

Meu nome é Melita, mas muitos me conhecem como Mell Santos. Quero muito que você conheça um pouco da minha história de vida, como me tornei uma mulher empreendedora e porque decidi criar um blog para ajudar as pessoas a vencer na vida . Sou mineira, hoje tenho 54 anos, sou dona de casa, divorciada, microempresária e tenho dois filhos que são a minha alegria de viver. Sempre gostei de escrever, mas em 2009 resolvi criar este blog com o objetivo de encontrar e ajudar outras mulheres com histórias parecidas com a minha. Tendo como base a minha experiência de vida, mostro em várias postagens que precisei sozinha, aprender a ganhar dinheiro em casa. A idade e a experiência (mesmo tendo) não colaboraram para que eu conseguisse um emprego fixo, e pensão alimentícia (quando havia) mal dava para os alimentos. Enfim, eu não sou ex-mulher de nenhum jogador de futebol famoso, mas a verdade é que fiquei sozinha com dois filhos pequenos e sem dinheiro. Não foi uma história fácil de ser vivida e só quem passou por isso é que sabe como é doloroso. Assim, me tornei por muito tempo uma "pãe" (pai e mãe), e além de cuidar deles, teria que trabalhar. Sem solução e sem a ajuda de ninguém, por quinze anos me desdobrei para criar, educar e ajudar no sustento dos dois homens da minha vida. O que você faria se tivesse que viver uma situação dessas, viver "tempos de vacas magras"? O que você faria se precisasse trabalhar e não pudesse sair de casa? Enfrentei o abandono de quem eu julgava serem meus amigos, tive momentos de desespero por causa de dívidas e despreparo financeiro, sofri momentos angustiantes e uma depressão muito forte, mas consegui, mesmo com muito sofrimento dar a volta por cima, trabalhando sempre...dentro de casa. Teve que haver uma saída para mim, e eu lhe digo que para você que enfrenta uma situação parecida, também há. Por isso, dei ao blog o título de "SAÍDA DE EMERGÊNCIA" porque tive que descobrir que meu sustento tinha que sair de dentro da minha casa pois além de trabalhar, eu precisava cuidar dos meus meninos, não tinha com quem deixá-los e nem condições para pagar alguém que cuidasse deles para mim. Assim, descobri várias "saídas" para fugir do desespero. Não, não fiquei rica! E nem quero. Sei muito bem que dinheiro ajuda, mas ele pode trazer também muita infelicidade. O dinheiro compra a cama, mas não paga o sono. Desde então, faço de tudo um pouco e nunca fiquei parada. Como o emprego fixo era bem difícil de se conseguir, criei os meus "bicos" até me tornar dona do meu próprio negócio. Por muito tempo o que eu ganhava podia até ser pouco, mas era um dinheiro justo e dava para nós três. Aprendi também a administrar. Ganhei meu dinheiro honestamente e o melhor, dentro da minha casa, tudo formalizado e assim pude cuidar e criar melhor os meus (agora) rapazes! Depois destes anos todos cuidando deles sozinha e sempre trabalhando, agora estamos na fase do quadro se inverter e meus filhos passando a ser responsáveis pela maior parte das nossas despesas, mas assim mesmo continuo ajudando com meu negócio próprio. Hoje, sou uma instrutora de gelados comestíveis e de culinária, consultora de pequenos negócios domésticos e dou cursos pela internet, Meus cursos são reconhecidamente aprovados e já levei muitas pessoas a vencer como eu. Já não ganho apenas uma "renda extra", eu sou uma microempresária de sucesso. E é isso que eu quero para você também. Portanto, as dicas deste blog não tem a finalidade de mostrar que uma pessoa pode ganhar "rios" de dinheiro da noite para o dia, mas, elas podem funcionar como "Saída de Emergência" num momento difícil. No desespero, muitas vezes não conseguimos ver que bem diante de nossos olhos, ou melhor, dentro da nossa casa está a solução, e por isso, vou tentar mostrar que existem grandes oportunidades para trabalhar assim, muitas vezes com pouco ou quase nenhum capital, podendo até mesmo, um dia, estas atividades se tornarem o sustento da sua família. Espero que todo o conteúdo do blog seja de grande utilidade para vocês.

(Acompanhe no final da página - Mudanças no meu Perfil. De acordo com as datas de postagem do blog, vocês verão como fui trabalhando e nos sustentando.
 
É proibida a reprodução total ou em partes de imagens e artigos deste blog em outros blogs, sites ou páginas do Facebook e outras redes sociais sem os créditos devidos ou sem autorização da autora do blog. (Cópias sem créditos caracterizam Plágio. Este crime está previsto no artigo 184 do Código Penal de acordo com a Lei 9.610/98 dos Direitos Autorais)

Lembretes sobre o MEI Microempreendedor Individual

 Bom Dia, queridos leitores e microempreendedores, passando para deixar uns lembretes e algumas opiniões e dúvidas que tenho acerca do MEI. O post vai ser grande, mas necessário, ok? (Microempreendedor Individual (MEI) é a pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário. Para ser um microempreendedor individual, é necessário faturar no máximo até R$ 60.000,00 por ano e não ter participação em outra empresa como sócio ou titular.) Ser um MEI é muito legal, eles dizem que a gente pode fazer tudo sozinho, mas não é assim tão fácil, viu? Eu tive algumas dificuldades e tive que me virar para descobrir, e ainda tenho medo de ter feito algo errado! Vou começar lembrando que está chegando a hora de fazer a nossa Declaração Anual de Renda Bruta para provar que ganhamos menos do que os R$ 60.000,00 (ai, ai, quem me dera ganhar pelo menos uns R$ 5.000,00, hehehe...)
Primeira coisinha - Todos os meses, até o dia 20 temos que pagar o DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional). Eu pagava R$ 32,10, agora aumentou para R$ 34,90, porque o meu é de comércio ou indústria, mas para os outros é R$ 38,90 (prestação de serviços) ou R$ 39,90 (comércio e serviços). Gozado né, lá diz que é fixo. Né nada, aumentou!!! Isso eles não avisam né? Precisamos pagar essas contribuições, para termos acesso a benefícios como auxílio maternidade, auxílio doença, aposentadoria, entre outros. Então, é obrigatório.
Segunda coisinha - Também, todos os meses, até o dia 20, além de pagar o DAS, o MEI deverá preencher o Relatório Mensal de Receitas Brutas, informando os valores das receitas brutas da sua atividade, do mês anterior. Não importa se você não vendeu todos os dias, ou se nem vendeu, importa que deve-se preencher um relatório para cada mês. Esse relatório pode ser preenchido de próprio punho, não sendo necessário entregá-lo a lugar algum, mas guarde juntamente com eles as notinhas das vendas que vc fez. Basta mantê-los guardados. O modelo do Relatório Mensal de Receitas Brutas consta do Anexo XII da Resolução CGSN nº 94/2011, disponível no Portal do Simples Nacional, na internet. E vai ser com estes relatórios mensais que você vai preencher a sua Declaração Anual de Renda Bruta.
Terceira coisinha - Em relação a essa declaração anual, já vi três datas diferentes para a entrega, sendo 31 de março, 30 de abril e 31 de maio, de modo que eu estava tranquila e não tinha feito essa declaração esperando chegar o mês de março, mas ontem quando fui imprimir o DAS de janeiro, não consegui porque me pediam a tal da Declaração! Tive que fazer tudo às pressas pq precisava pagar o meu DAS!!! Ai, que sufoco para conferir tudo e ver se estava certo! No momento de preencher, teve coisa que eu não sabia o que era, gente! E eu que não tenho dinheiro prá pagar contador para me explicar o que era, e a gente não consegue informações tão fácil no Portal do Empreendedor também não...Eles dizem que os contadores não podem cobrar, mas é mentira pq aqui perto da minha casa tem contador cobrando R$ 150,00 só para inscrever a pessoa no MEI, imagina p/fazer uma declaração então? Pois bem, ao preencher, me pediam o total das vendas brutas e depois tudo que tinha ICMS, e eu lá sabia o que era isso? Eu só tinha anotado as minhas vendas! Deixei em branco e não aceitaram, então taquei lá R$ 0,00 e aí foi aceita a minha declaração com sucesso. Eu entendi que era de produtos que eu tinha vendido que tinham sido provenientes de indústria, comércio ou transporte, e como eu não tinha gasto com nada disso coloquei custo zero. Que Deus me ajude então! rsrsrs
Outra coisa, quando aderimos ao MEI, eles deixam claro que no primeiro ano você não paga alvará, portanto eu estava tranquila também, pois iniciei minhas atividades em agosto/2012 e tava achando que meu alvará ia valer até agosto deste ano de 2013. Ah, tá! Somos leigos e deve ter gente boiando aí que nem eu, e está por fora de tudo, porque eu só descobri que tinha que renovar e pagar meu alvará de funcionamento porque me preocupo com esse negócio de datas. Olhei no meu alvará fixado na parede da loja e vi que precisava renová-lo em janeiro. Pois é, meu ano durou apenas 4 meses, de agosto a dezembro, e eu já tive que pagar R$ 60,15. Pelo menos a gente não paga o valor total de um alvará, paga-se (eu acho) 40% do valor normal. Tenho dó de quem se cadastrou no MEI em dezembro, coitadinhos...
Ah, gente, então é isso. Falei tudo isso prá mostrar que não é fácil também se virar sozinho e as mesmas dificuldades que eu tenho, vcs também poderão ter. Até prá mim que sou metida a sabida tá difícil, imagina prá quem não entende bulhufas, heim? Então, mantenham-se informados sempre, entrem no Portal do Empreendedor de vez em quando  que também mudou e eu preferia a outra versão que era mais fácil)  e conheçam tudo o que precisam, porque as coisas lá mudam e eles não avisam a gente, ok? Bom vou ficando por aqui pois preciso trabalhar. Bjo grande no coração e toda sorte de bênçãos para vcs.
POR FAVOR, DEIXE UM E-MAIL DE CONTATO PARA RESPOSTA. e AGUARDE A RESPOSTA NA MESMA POSTAGEM

21 comentários:

  1. Sra Mell
    obrigada por postar todas estas informacoes. Eu estou a muito tempo querendo ter este esclarecimento e nao sabia onde procurar, e sempre uma pouco mais caro do que pensamos,nao e? Tenho vontade de me tornat MEI.
    Bj
    Nona Sra. Mell se a pessoa desisitir de ser MEI quanto ela paga?

    ResponderExcluir
  2. Oi, Nona. Mas vc nem entrou e já pensa em sair? rsrsrsrs
    Bom, eu não sei te informar quanto paga, só sei que para entrar não se paga nada, mas para sair...aí sim! É só entrar no Portal do Empreendedor e enviar sua pergunta para eles. Com certeza, lá vc conseguirá as respostas que precisa. Bjos.

    ResponderExcluir
  3. Sra. Mell, ja olhei o portal do empreendedor e nao consequi tirar minhas duvidas. Estou acreditando que vou me informar melhor sequindo suas experiencias aqui no seu blog.
    Bj
    Nona

    ResponderExcluir
  4. Nona, sinceramente, a mudança no Portal do Empreendedor dificultou p/todos nós, que somos leigos no assunto.
    Se quiser seguir a minha saga, que demorou mesmo para conseguir me tornar uma MEI, acompanhe estes links. A minha experiência mostra que não é tão fácil assim.
    Vou colocar os links das postagens, vc copia e cola no seu navegador. Estão em sequência, ok? Bjos, boa sorte.
    http://saidaadeemergencia.blogspot.com.br/2012/03/quero-me-formalizarsera-que-eu-consigo.html

    http://saidaadeemergencia.blogspot.com.br/2012/03/quero-me-formalizarsera-que-eu-consigo_15.html

    http://saidaadeemergencia.blogspot.com.br/2012/03/quero-me-formalizarsera-que-eu-consigo_21.html

    http://saidaadeemergencia.blogspot.com.br/2012/03/quero-me-formalizarsera-que-eu-consigo_23.html

    http://saidaadeemergencia.blogspot.com.br/2012/08/quero-me-formalizarsera-que-eu-consigo.html

    ResponderExcluir
  5. Sra. Mell
    Muito Obrigada por tudo, tudo mesmo. Thank you very much. You are great.
    Kiss from
    Nona

    ResponderExcluir
  6. Nona, entrei no portal e consegui entender um pouquinho a situação da baixa do MEI. Parece que se a pessoa desistir, ela terá que pagar apenas as mensalidades que possam ter ficado atrasadas. Mas, é melhor entrar em contato com o portal mesmo, ou com o SEBRAE, pq há muitas informações desencontradas.
    Veja aqui
    http://www.portaldoempreendedor.gov.br/mei-microempreendedor-individual

    Eu entrei e quero que vc clique, à esquerda em ROTEIRO PARA BAIXA e
    SOLICITAÇÃO DE BAIXA, e vê se entende mais ou menos como eu.
    Bjim. Tudo de bom prá vc.

    ResponderExcluir
  7. Sra. Mell, fui la e cliquei no baixa e nao gostei de duas coisas: Um dos documentos exigidos para dar baixa( para gerar um codigo de acesso) e o recibo da declaracao de renda da pessoa fisica do ano de 2011 e 2012, entendi que e necessario isso para dar baixa este ano de 2013, bem se eu entendi certo; e se a pessoa em 2011 nao teve renda para declarar porque ganhou menos do que o piso necessario para fazer delaracao e ainda nao era MEI, como vai dar baixa?? Tambem nao gostei de saber que se a pessoa der baixa no MEI nao vai nunca mais poder ser MEI. E se daqui a 8 anos ela quiser ser MEI novamente nao vai poder? Deveria ter um prazo ate que ela pudesse voltar a ser MEI . Do tipo se pediu baixa como MEI ficar dois anos sem poder ser MEI, algo temporario. Tenho um pouco de receio com coisas definitivas,pois elas me deixam um pouco desconfortavel.
    Agora a Sra. que tem muito mais experiencia do que eu, vou lhe dizer algo, se a senhora continuar estudando este portal do empreendedor e consequir entender ainda mais(pois nao e facil de entender) senhora poderia abrir um escritorio (pode ser ate na sua casa) para dar consultoria ao MEI. So isso! So consultoria ao MEI eu seria sua cliente( pagante)! Porque o portal deixa um pouco( na verdade mais do que um pouco) a desejar.
    Beijo
    Nona

    ResponderExcluir
  8. tambem entendi que o MEI tera que pagar todos os valores entre a abertura e a baixa do MEI que AINDA nao tenham sido pagos. Mas eu queria muito que outra leitora que seja MEI diga se eu e a senhora entedemos corretamente.
    Obrigada por toda sua ajuda e espirito de colaboracao
    Bj
    Nona

    ResponderExcluir
  9. Nona, essa declaração é a Declaração Anual de Renda Bruta que todo MEI deve fazer para provar que ganhou menos de R$ 60.000,00 no ano, certo? Então até aí tudo normal. Eu só não entendi pq vc está preocupada já com a baixa, se nem se cadastrou ainda...
    Então, é o seguintem, e isso serve tanto p/você quanto p/outro leitor que queira se tornar um MEI: o jeito é trabalhar na informalidade por um certo tempo, mesmo correndo todos os riscos. Muuuuuuita gente faz isso. Não é bom já ir decidindo o seu pequeno negócio e ir se cadastrando, pq infelizmente no Brasil, tudo fica mais caro para sair do que p/entrar. Então, fique por um tempo na informalidade mesmo e quando tiver certeza de que é isso mesmo que quer (e com certeza é bom ser um MEI) aí vc se cadastra, ok? Bjaum.
    (Nona, me manda seu e-mail de novo? Nossas amigas crocheteiras também estão pedindo p/vc ter um Facebook prá gente se contactar melhor)

    ResponderExcluir
  10. Sra. Mell
    Bem, eu realmente penso e quero em me tornar MEI, mas para isso eu tenho que saber tambem quais sao as decorrencias de me tornar MEI, e dar baixar ou seja deixar de ser MEI de certa forma e algo que pode docorrer do fato de ser MEI, hoje, dia 23 de fevereiro de 2013 eu estou atuando na informalidade dando aulas particulares de conversacao em ingles,e muito raramente faco conjuntinhos em croche para bebezinhos para vender, mas embora informal eu pago o INSS como autonoma, entao pago mensalmente, todo os anos, este ultimo mes ja paquei 135,60 de contribuicao( pois o salario minimo aumentou) por isso aumentou o DAS tambem para os MEI, entao eu pergunto quais as vantagens praticas de eu me tornar MEI???? Claro que e super desconfortavel ser informal, mas como MEI voce e uma pequenina-bem pequenina empresa, pois vai emitir nota fiscal e as respnsabilidades serao maiores. Sra.Mell sou sua leitora a pouco tempo, mas ADORO o seu blog e eu acredito que ele pode principalmente ser usado como uma especie de ponto de encontro virtual para conversarmos sobre os aspectos burocraticos entre nos que trabalhamos por nossa conta, mas que somos economicamente pequenos, exemplo: Uma das amigas MEI crocheteira esta tendo dificuldade de vender seus artigos e quer continuar sendo crocheteira, nao quer mudar de atividade porque ama o croche,contudo realmente precisa vender mais, entao uma outra amiga que sabe como criar uma cooperativa entraria no seu blog e daria o passo a passo para a criacao da cooperativa de crocheterias.
    Meu e.mail e: dunn.54@hotmail.com
    quanto ao facebook, eu vou ter que criar uma conta, pois ainda nao tenho.Eu realmente adoraria manter contato com as amigas crocheteiras
    Bj para todas, agora vou ter que sair para dar aula de conversacao.
    Have a nice day.
    Kiss from
    Nona

    ResponderExcluir
  11. Nona, como somos um tanto leigas, fica realmente difícil mesmo conseguir entender tudo, mas eu vou fazer sempre o possível p/passar informações mais coerentes do que o portal passa. Não podemos esperar muito do povo, pq eles não se dão ao trabalho de ficar aqui comentando e principalmente ajudando, infelizmente. A maioria, não só aqui, só tem interesse em saber e pronto. Nem agradecer agradece. Isso é para poucos como você, mas eu continuarei fazendo meu trabalho do mesmo jeito que me propus a fazer, sem esperar recompensas nem agradecimento. "Mais bem aventurada coisa é dar do que receber". Bjos, minha linda. Deus te dê um lindo dia.

    ResponderExcluir
  12. Oi Mell, tudo bem? Nossa que legal seu blog, parabéns. = )
    Jesus Cristo te abençoe cada vez mais!

    ResponderExcluir
  13. Obrigada, Maah. Espero sua visita mais vezes, Deus te abençoe. Bjos.

    ResponderExcluir
  14. Olá Mel tudo bem? li seu post sobre o MEI, e tbm quero abrir um brechó em casa, mas referiram que tem código só para abrir como bazar
    issó é verídico? pois nosso local é de comércio, isso pergunto para ter que pagar contador, meu e.mail é caloi10@ig.com.br, um abraço aguardo retorno, Marinela.

    ResponderExcluir
  15. Oi, Marinela. Vc tem que se cadastrar como COMÉRCIO VAREJISTA DE OUTROS ARTIGOS USADOS e ainda tem mais 15 opções de outras coisas que vc queira vender no seu brechó. Procure por isso então COMÉRCIO VAREJISTA DE OUTROS ARTIGOS USADOS.
    Mas, antes, procure a prefeitura de sua cidade antes e peça p/fazerem uma consulta prévia do local. Vc pode se cadastrar no MEI sem fazer isso, mas eu aconselho a procurar a Prefeitura p/vc não ter problemas depois.
    Vc diz que é um local de comércio, mas é na sua casa? Acho que p/ser microempreendedor tem que ser na residência da pessoa, ou no mesmo endereço. De qualquer forma, procure a prefeitura e diga que quer ser um MEI e eles te orientarão. Não precisa pagar contador p/nada, nem nenhuma taxa, se for MEI.
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  16. Estranho, aqui em foz do iguacu eu nao tive que pagar pelo alvara, ja e terceiro ano, vou la na prefeitura e protocolo renovacao depois de uns dia pego e só isso, acho q muda de cidade pra cidade. Outra coisa importante que devem saber, não e que vc nao pode ganhar mais do que 60 mil ano, 5 mil por mes, é que vc não pode FATURAR entendam MOVIMENTAR, bruto to sendo desenquadrado do mei porque viram minha C/C e tinha pago 26 mil de cheques, fiquem espertos...

    ResponderExcluir
  17. OI, bom dia, obrigada pelo seu comentário, vc não quis deixar o nome...
    Bem, eu não quis dizer no meu texto que a pessoa tem que ganhar 5.000,00 por mês, eu disse "QUEM ME DERA GANHAR R$ 5.000,00" subentendendo que demorará muito para eu alcançar os 60.000,00.
    O texto abaixo foi retirado agora, hoje, 23/05/2014:

    "MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL
    O que é?

    Definição do Microempreendedor Individual - MEI

    Microempreendedor Individual (MEI) é a pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário. Para ser um microempreendedor individual, é necessário faturar NO MÁXIMO até R$ 60.000,00 por ano e não ter participação em outra empresa como sócio ou titular. O MEI também pode ter um empregado contratado que receba o salário mínimo ou o piso da categoria.

    A Lei Complementar nº 128, de 19/12/2008, criou condições especiais para que o trabalhador conhecido como informal possa se tornar um MEI legalizado.

    Entre as vantagens oferecidas por essa lei está o registro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), o que facilita a abertura de conta bancária, o pedido de empréstimos e a emissão de notas fiscais.

    Além disso, o MEI será enquadrado no Simples Nacional e ficará isento dos tributos federais (Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL). Assim, pagará apenas o valor fixo mensal de R$ 37,20 (comércio ou indústria), R$ 41,20 (prestação de serviços) ou R$ 42,20 (comércio e serviços), que será destinado à Previdência Social e ao ICMS ou ao ISS. Essas quantias serão atualizadas anualmente, de acordo com o salário mínimo.

    Com essas contribuições, o Microempreendedor Individual tem acesso a benefícios como auxílio maternidade, auxílio doença, aposentadoria, entre outros. "

    Quanto ao alvará tudo depende da Prefeitura de cada cidade. Aqui é cobrado, e é o normal, 40% do alvará na renovação. Apenas no primeiro ano é que não se paga nada mesmo. O MEI na realidade é uma estratégia do governo para que os microempreendedores não desistam e se isso ocorrer, eles já paparam alguma coisa deles. Se o negócio der certo, melhor, eles se transformam em micro empresas.
    Obrigada pelo contado.

    ResponderExcluir
  18. OI MELL,
    VENDO CHUP CHUP(SACOLE) EM MINHA RESIDENCIA E TBM FACO ENTREGAS NA MINHA BICICLETA.E GOSTARIA DE SABER EM QUE CATEGORIA ME ENCAIXO NO MEI-MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL.GOSTARIA DE LEGALIZAR MINHA SITUACAO PRA PODER TER MEUS DIREITOS DE SALARIO MATERNIDADE E OUTROS. OBRIGADA

    ResponderExcluir
  19. OI MELL,
    VENDO CHUP CHUP(SACOLE) EM MINHA RESIDENCIA E TBM FACO ENTREGAS NA MINHA BICICLETA.E GOSTARIA DE SABER EM QUE CATEGORIA ME ENCAIXO NO MEI-MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL.GOSTARIA DE LEGALIZAR MINHA SITUACAO PRA PODER TER MEUS DIREITOS DE SALARIO MATERNIDADE E OUTROS. OBRIGADA

    ResponderExcluir
  20. Wilsilene não há mais uma categoria para gelados comestíveis, então vc pode entrar no Portal do Empreendedor e pedir a eles esta orientação ok? Eu ia dizer que poderia ser FABRICANTE DE SORVETES OU OUTROS GELADOS COMESTÍVEIS mas não existe mais esta opção, embora vc possa se cadastrar com outras atividades. Se vc faz e vende outro produto tente então nessa área. Ou procure um contador pq ele não poderá lhe cobrar nada por isso. Aproveite e peça ele para cadastrar vc.

    ResponderExcluir
  21. OBRIGADA MELL,TEM A OPCAO SORVETEIRO E SORVETEIRO AMBULANTE,MAS ACHO QUE NAO SERIA ESSE O CASO.MAS AGRADE'CO POR ESTAR PRONTA EM ATENDER.SUCESSO SEMPRE .

    ResponderExcluir

Antes de comentar, saiba que:

- Antes de serem publicados, os comentários necessitam de aprovação. Ou seja, seu comentário não aparecerá na hora em que você o postou (geralmente, são aprovados em menos de 24h);
- Conteúdo ofensivo, propagandas, e propostas de parceria não serão aceitos nos comentários. No caso de interesse em parceria, entre em contato pelo meu e-mail melitaluzia@hotmail.com

VISITAS RECEBIDAS NO BLOG

Me tornando uma empreendedora

Meu blog foi criado em 2009, sendo que na época eu estava desempregada. A partir daí várias coisas ocorreram durante este período de modo que precisei alterar o meu perfil, como a minha idade e as ocupações que tive (trabalhos). Para tanto, deixo aqui registrado estas mudanças.

Em 2009 - 47 anos - Fui babá de duas meninas, cuidando delas em minha casa enquanto as mães trabalhavam.

Em 2010 - 48 anos - Continuei sendo babá de uma das meninas que cuidava antes, novamente em casa e no período em que ela ficava na escola eu trabalhava como Monitora de Crianças de 1 a 2 anos na Creche Filhos do Rei.

Final de 2010 para 2011 - Abri as portas do meu brechó na minha casa. Antes vendia dentro de casa mesmo.

Em 2011 - 49 anos - Brechó fechado para reforma da casa. Fui trabalhar numa pizzaria, à noite, como diarista e, aos 49 anos, consegui trabalhar de "Carteira Assinada" depois de seis anos sem registro. Trabalhei de abril/2011 a Jan/2012.

Início de 2012 - 50 anos - Saí do emprego por motivo de saúde ( a idade começou a pesar me causando muito inchaço nas pernas pelo fato de trabalhar mais de 8 horas em pé).

Maio de 2012 - Voltei novamente a trabalhar por conta própria com meu brechó, meus geladinhos, artesanatos e outras coisitas mais.

Junho de 2012 - Trabalho com meu brechó e sou babá de duas crianças na minha casa. Temos uma renda bem menor agora, pois meus filhos perderam a pensão do pai, mesmo eles sendo estudantes, sendo o mais novo universitário.

Julho de 2012 - Só trabalho com o Brechó agora. Não deu para conciliar brechó e ser babá ao mesmo tempo.

Agosto de 2012 - Me tornei Microempreendedora Individual. Agora, além do Brechó, continuo com os geladinhos e também produzo cupcakes.

Fevereiro de 2013 - 51 anos e agora, o quadro aqui em casa está quase se invertendo. A maior parte do sustento fica com meu filho mais velho, e o mais novo trabalha apenas para pagar a sua faculdade. A minha renda é apenas para complementar a do meu filho.

Setembro de 2013 - Meu filho mais novo está desempregado e trancou a matrícula na faculdade. O mais velho teve que deixar o emprego para ser estagiário de outro curso recebendo apenas 1/2 salário mínimo. Continuo com o brechó, atendendo de portas fechadas pois trabalho também com meus sorvetes, geladinhos, cupcakes e chocolates. Além disso dou cursos de fabricação de sorvete apostilados, pela internet (ensino à distância) Não dou conta de tudo se estiver com a loja aberta. Então, trabalho dentro de casa. Menos renda aqui em casa agora.

Novembro de 2013 - Meu filho mais novo agora trabalha com o pai na área de sorvetes. O mais velho conseguiu um outro emprego com efeito de estágio para o curso dele e passou a ganhar mais. E eu agora, além de tudo que faço também sou Consultora Independente Mary Kay.

Dezembro de 2013 - Isaac foi aprovado no Concurso da Polícia Militar de Minas Gerais e teve novamente que deixar um trabalho novo.

Janeiro de 2014 - Isaac foi morar sozinho com alguns colegas e começa o curso na PMMG

Fevereiro de 2014 - Minha principal fonte de renda agora são minhas apostilas.

Novembro de 2014 - Isaac agora é um Soldado Especialista (Tecnico em Eletrônica da PMMG) e voltou a morar aqui em casa. Status do coração da mãe dele...FELIZ DEMAIS!!!

Março de 2015 - Vou ser vovó. Meu filho Irving, o mais novo, vai ser papai.

Outubro de 2015 - Meu filho Irving, o mais novo é papai da Sofia, ela nasceu no dia 03/10.


LIBERDADE DE EXPRESSÃO - Também é importante esclarecer que este blog, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Nos referidos textos constitucionais, lê-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX).
A maioria das imagens deste blog foram encontradas na internet, portanto, sao públicas. Mas, se, porventura, alguém reconhecer como sua propriedade, favor entrar em contato comigo para que sejam dados os devidos créditos ou que seja retirado o conteúdo. Obrigada.

.