Seja bem vindo ao blog "SAÍDA DE EMERGÊNCIA". Este é um blog todo produzido para ajudar a você que decidiu trabalhar em casa. Espero que encontre aqui a ideia que está buscando. Conte comigo. Um abraço da Mell.

CONHEÇA MINHA HISTÓRIA E PORQUE CRIEI ESTE BLOG PARA AJUDAR AS PESSOAS

Meu nome é Melita, mas muitos me conhecem como Mell Santos. Quero muito que você conheça um pouco da minha história de vida, como me tornei uma mulher empreendedora e porque decidi criar um blog para ajudar as pessoas a vencer na vida . Sou mineira, hoje tenho 54 anos, sou dona de casa, divorciada, microempresária e tenho dois filhos que são a minha alegria de viver. Sempre gostei de escrever, mas em 2009 resolvi criar este blog com o objetivo de encontrar e ajudar outras mulheres com histórias parecidas com a minha. Tendo como base a minha experiência de vida, mostro em várias postagens que precisei sozinha, aprender a ganhar dinheiro em casa. A idade e a experiência (mesmo tendo) não colaboraram para que eu conseguisse um emprego fixo, e pensão alimentícia (quando havia) mal dava para os alimentos. Enfim, eu não sou ex-mulher de nenhum jogador de futebol famoso, mas a verdade é que fiquei sozinha com dois filhos pequenos e sem dinheiro. Não foi uma história fácil de ser vivida e só quem passou por isso é que sabe como é doloroso. Assim, me tornei por muito tempo uma "pãe" (pai e mãe), e além de cuidar deles, teria que trabalhar. Sem solução e sem a ajuda de ninguém, por quinze anos me desdobrei para criar, educar e ajudar no sustento dos dois homens da minha vida. O que você faria se tivesse que viver uma situação dessas, viver "tempos de vacas magras"? O que você faria se precisasse trabalhar e não pudesse sair de casa? Enfrentei o abandono de quem eu julgava serem meus amigos, tive momentos de desespero por causa de dívidas e despreparo financeiro, sofri momentos angustiantes e uma depressão muito forte, mas consegui, mesmo com muito sofrimento dar a volta por cima, trabalhando sempre...dentro de casa. Teve que haver uma saída para mim, e eu lhe digo que para você que enfrenta uma situação parecida, também há. Por isso, dei ao blog o título de "SAÍDA DE EMERGÊNCIA" porque tive que descobrir que meu sustento tinha que sair de dentro da minha casa pois além de trabalhar, eu precisava cuidar dos meus meninos, não tinha com quem deixá-los e nem condições para pagar alguém que cuidasse deles para mim. Assim, descobri várias "saídas" para fugir do desespero. Não, não fiquei rica! E nem quero. Sei muito bem que dinheiro ajuda, mas ele pode trazer também muita infelicidade. O dinheiro compra a cama, mas não paga o sono. Desde então, faço de tudo um pouco e nunca fiquei parada. Como o emprego fixo era bem difícil de se conseguir, criei os meus "bicos" até me tornar dona do meu próprio negócio. Por muito tempo o que eu ganhava podia até ser pouco, mas era um dinheiro justo e dava para nós três. Aprendi também a administrar. Ganhei meu dinheiro honestamente e o melhor, dentro da minha casa, tudo formalizado e assim pude cuidar e criar melhor os meus (agora) rapazes! Depois destes anos todos cuidando deles sozinha e sempre trabalhando, agora estamos na fase do quadro se inverter e meus filhos passando a ser responsáveis pela maior parte das nossas despesas, mas assim mesmo continuo ajudando com meu negócio próprio. Hoje, sou uma instrutora de gelados comestíveis e de culinária, consultora de pequenos negócios domésticos e dou cursos pela internet, Meus cursos são reconhecidamente aprovados e já levei muitas pessoas a vencer como eu. Já não ganho apenas uma "renda extra", eu sou uma microempresária de sucesso. E é isso que eu quero para você também. Portanto, as dicas deste blog não tem a finalidade de mostrar que uma pessoa pode ganhar "rios" de dinheiro da noite para o dia, mas, elas podem funcionar como "Saída de Emergência" num momento difícil. No desespero, muitas vezes não conseguimos ver que bem diante de nossos olhos, ou melhor, dentro da nossa casa está a solução, e por isso, vou tentar mostrar que existem grandes oportunidades para trabalhar a partir de nossa própria casa, muitas vezes com pouco ou quase nenhum capital, podendo até mesmo, um dia, estas atividades se tornarem o sustento da sua família. Espero que todo o conteúdo do blog seja de grande utilidade para vocês.

(Acompanhe no final da página - Mudanças no meu Perfil. De acordo com as datas de postagem do blog, vocês verão como fui trabalhando e nos sustentando.
 
É proibida a reprodução total ou em partes de imagens e artigos deste blog em outros blogs, sites ou páginas do Facebook e outras redes sociais sem os créditos devidos ou sem autorização da autora do blog. (Cópias sem créditos caracterizam Plágio. Este crime está previsto no artigo 184 do Código Penal de acordo com a Lei 9.610/98 dos Direitos Autorais)

A dengue me pegou!


 Olá, amores! Passando prá contar mais uma novidade (e bota novidade nisso, viu?) TÔ COM DENGUEEEEE!!!!!!!!!! Pois é, a gente nunca pensa que pode acontecer na nossa casa, né? Estive mal, pensando que era uma virose, mas eis aqui euzinha toda dengosa, toda coçando agora, pq já estou na fase da vermelhidão. Infelizmente a coisa este ano está preta aqui na minha cidade. Estamos eu e meu filho mais novo doentes, mas a vida aqui não pode parar. O que der para fazer eu faço. Já não abri a loja ontem, mas mesmo doente tive que sair para resolver as coisas que dependem de mim. Mas hoje, agora mesmo, estarei abrindo pq o dimdim precisa entrar aqui nessa casa, pois nos últimos dias tem só saído para remédio.
Então, prestem atenção nessa coisa de dengue, viu gentem? Pensamos que é uma coisa e é outra. Uns zelam para não acontecer, mas às vezes o vizinho não faz a parte dele e muitos podem ser afetados. Vou ficando por aqui, preciso descansar e preciso trabalhar enquanto o desânimo me dá uma trégua. Fiquem com Deus, um grande beijo da Mell.



POR FAVOR, DEIXE UM E-MAIL DE CONTATO PARA RESPOSTA. e AGUARDE A RESPOSTA NA MESMA POSTAGEM

O fim do "fubá suado"

 Olá, amigos leitores! Chegando mais uma vez para bater um papinho com vcs. Hoje eu quero falar de um assunto, que me deixou meio com medo de escrever. Nem sei se é medo, sabe? É uma coisa que não vi em nenhum outro blog  pessoal ainda, então fiquei assim meio na dúvida se eu deveria falar ou não, mas vamos lá. Como esse blog é voltado para mães que trabalham em casa e para os desempregados, ou melhor, para aqueles que estão à procura de uma renda para ajudar no sustento da casa, leio muitos comentários no blog e outros que são enviados no meu e-mail mostrando a dura realidade de várias pessoas. Pessoas desempregadas, endividadas, enroladas financeiramente, umas por falta de controle mesmo. São pessoas que, na sua maioria, me escrevem dizendo que foi uma bênção encontrar o meu blog, e eu acho isso muito bom, porque elas precisavam de ler o que escrevo aqui, que é uma palavra de força. Muitas dessas pessoas estão em difícil situação financeira e já ouve casos em que não tinham o que comer, então, como eu já passei por isso, quero falar também sobre esse assunto. É o tal "tempo das vacas magras" que falo no meu perfil. Nossa, gente, vocês não sabem como é difícil enfrentar essa crise. Quando você precisa alimentar sua família e não tem dinheiro suficiente e quando você está com as contas atrasadas e não tem como pagar. Uma vez, uma senhora, daqui mesmo, chorou comigo dizendo que não aguentava mais comer "fubá suado". Eu nunca comi esse tal de fubá suado, pode até ser gostoso, mas imagina você comendo isso todo santo dia porque só tem o fubá em casa? Meu Deus, que situação...mas isso é coisa normal no meio dos desempregados. Eu cheguei a deixar de comer por várias vezes para deixar a comida para meus filhos. Eu fazia isso chorando, pq também tinha fome, mas não tinha para mim. Hoje isso não acontece mais, pois foi a partir daí que eu acordei. Eu fiquei sozinha e não sabia administrar nenhum dinheiro. Nós, mulheres, quando esposas, temos a tendência de deixar tudo nas mãos do marido, e eu me ferrei nesse quesito, pois quando ele nos deixou, fui comprando, não em demasia, mas comprando coisas erradas que eu não precisava. Fico triste quando oriento alguém do lado de cá para administrar bem o pouco dinheiro que a pessoa tem, mas o que vejo é que a pessoa compra roupas, sapatos, vai pro shopping, e depois vem chorar que está devendo...Ô povo de cabeça dura, viu? Então, chega um ponto em que a gente precisa colocar os pingos nos "is" e dar um jeito na situação. Eu criei aqui no blog uma categoria onde eu posto as minhas receitas econômicas. Ainda não foram muitas, mas mesmo nossa situação tendo melhorado bem, ainda não podemos ficar esbanjando assim. Então, eu mostro como preparar um comida boa e barata com pouco dinheiro. A gente é pobre mas não precisa comer mal. Chega de "fubá suado" né, gentem?
Eu acho que a primeira coisa que vocês, endividados, desempregados e desesperados precisam aprender é administrar o dinheiro que está entrando na sua casa. Já falei aqui outras vezes sobre a planilha de controle financeiro e já contei que eu mesma exitava usar, achando que aquilo não ia funcionar direito. Até o dia em que "larguei de ser besta" e comecei anotar meus gastos numa folha de caderno. Ali  eu anotava tudo o que eu comprava, até mesmo uma bala. E no final do primeiro mês, quando fui verificar, vi o quanto eu gastava com refrigerantes. Fiquei assim abismada. Eu não tinha necessidade daquilo e foi a primeira coisa que tive que riscar, aliás, diminuir. Hoje aqui em casa nós só compramos quatro a cinco refrigerantes por mês, só no final de semana. E eu, graças a Deus, não bebo mais desde que encontrei aquela barata na Coca-Cola (acho que não contei isso no blog, então, conto outro dia, ecaaaaaaaaaaaa). Hoje, nosso dinheiro, que é pouco, é bem administrado e não nos falta nada. Sempre temos toda semana, carnes e verduras na geladeira. Já falei aqui também que a gente come ovo, se quiser, porque não precisa, mas sempre temos também. Ah, gente, não vou ficar com vergonha de contar isso, porque sei que tem leitores aqui que não estão comendo assim, certo? Nós não temos luxo, mas não nos falta nada. Mesmo com a falta de pensão do pai dos meninos, que tem direito por serem estudantes, dá para multiplicar esse dinheiro no mês, e quando eu penso que o dinheiro não vai dar...já deu, graças a Deus! Eu sempre falo para eles que hoje eles não podem frequentar um shopping, um cinema, ou comprar um tênis novo sempre que quiserem, mas essa fase vai passar. Assim mesmo, vou dar um jeito de comprar um tênis para o Irving. Isso é uma vergonha, não para nós, mas para quem deveria estar ajudando e não está fazendo o seu papel. Mas no Brasil é assim, infelizmente, né? Alguns tem com fartura e outros tem menos, injustamente, mas sem problemas, pois nós somos honestos, temos um nome limpo, e uma pessoa com o nome sujo é a pior coisa que existe, porque ela precisa comprar e não pode.
Então, a partir de hoje vou começar a falar também de economia doméstica, seja com matérias, seja com receitas, seja com exemplos de pessoas. E vamos, lá, sem vergonha nenhuma, porque nós somos brasileiros e não desistimos nunca, né verdade? Ai, pronto falei o que me afligia, kkkkkkkkk Aguardo vocês para me seguirem nesta. Um grande beijo da Mell.

POR FAVOR, DEIXE UM E-MAIL DE CONTATO PARA RESPOSTA. e AGUARDE A RESPOSTA NA MESMA POSTAGEM

Deus é bom e sabe o que faz...

Deus não vai escrever uma nova história prá mim...na verdade, Ele nunca deixou de escrevê-la. (Só quem tem uma forte experiência com Deus é que vai conseguir me entender) mas vou compartilhar aqui o que vai no meu coração agora...


"Felizes são aqueles que Tu escolhes..." (Salmo 65:4)
Como é bom entender a maneira que um Deus tão grande, poderoso, eterno e soberano, olha para miseráveis pecadores como nós e escolhe-os para estar em Sua presença. Nós não temos o mesmo jeito de Deus na hora de fazer nossas escolhas. Geralmente nós escolhemos o que parece melhor, o que tem melhor qualidade...mas Deus chama aquele que ninguém dá valor, os que foram excluídos...
Não esqueço o dia em que Deus me chamou...21 de novembro de 1986. Para mim, foi o dia da renúncia.

"Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias, escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes, e Deus escolheu as coisa vís deste mundo, e as desprezíveis, e as que não são para aniquilar as que são! (I Coríntios 1:27,28)

"Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, que ocultaste estas coisas aos sábios e entendidos, e as revelaste aos pequeninos." (Mateus 11:25)

"Porventura não escolheu Deus os pobres deste mundo para serem ricos na fé e herdeiros do reino que prometeu aos que o amam?" (Tiago 2:5)

Diante disso, eu não preciso fazer nada, só deixar Deus agir. E foi o que eu escolhi fazer, e faço até hoje. Não procuro agir por mim mesma, eu espero. Se eu fosse escutar as pessoas me pressionando para a vingança, teria feito tudo errado. Se eu fosse agir com meus impulsos, teria posto a perder tudo que Deus tem planejado prá nós...Eu preferi perder, e fazendo essa escolha recebi um grande lucro com as perdas: recebi e descobri mais de Deus. Tão difícil sofrer as injustiças, tantas lágrimas, tanto sofrimento, mas é ainda tão mais confortador ver as coisas se encaixando e tomando o rumo que Deus quer na minha vida, na minha casa...Vejo perfeitamente Deus escrevendo nossa história sem nós precisarmos levantar um dedo sequer...De uns dias prá cá, sinto mais forte a presença de Deus cuidando de nós e mostrando especialmente a mim o "por que" de tantas perdas de grande valor para nós, eu e meus filhos. Sempre orei para Deus abrir as portas, e elas, depois de tanto tempo orando, estão sendo abertas, uma a uma. Portas que eu jamais imaginei serem abertas prá mim, e serão abertas também para Isaac e Irving. Para que umas fossem abertas, e ainda outras que serão, várias tiveram que ser fechadas. E doeu muito, e dói muito, deixar para trás algumas dessas coisas, mas o mais importante para nós, é que Deus realize o propósito dEle na nossa casa. Assim como Jesus no Getsêmani, cansada, já quase pedi para Deus afastar de nós esse cálice (o sofrimento ), mas tal qual Jesus, também escolhemos responder:  "
Aba, Pai, todas as coisas te são possíveis; afasta de mim este cálice; não seja, porém, o que eu quero, mas o que tu queres." (Marcos 14:36)
Obrigada Deus por cuidar de nós! Obrigada, Deus! Cumpre em nós o Teu querer! Realmente, a Tua vontade é boa, é perfeita e agradável...Obrigada Deus!


POR FAVOR, DEIXE UM E-MAIL DE CONTATO PARA RESPOSTA. e AGUARDE A RESPOSTA NA MESMA POSTAGEM

Faça & Venda - Falso Alfajor (Pirulito de Biscoito)

Oi, pessoas queridas! Fim de domingo, todo mundo descansou e eu fiquei aqui, ó...ralando, viu? Vocês devem pensar que eu sou maluca, que só penso em trabalhar, né? Mas, né não...esqueceram que eu sou a mãe e o pai da casa? Apesar dos meus meninos terem crescido e trabalharem, a dona de casa e empresária aqui sou eu, hehehe! Então tem que ser assim pelo menos por enquanto, trabalhar duro para nada nos faltar. Além dos afazeres domésticos eu vivo dos meus "negocinhos" né gente? Meu dia era prá ter pelo menos umas 48 horas (a mais) kkkkkk e ainda não ia dar. De vez em quando eu dou uma paradinha prá descansar as pernas e aí aproveito prá postar aqui no blog procês!!! Pois é, enquanto o povo se divertia por aqui fazendo um tal de Harlem Shake na minha cidade, Melzinha fazia geladinho, cupcakes, vendia roupas (eu vendo no domingo também, tá pensando o que?) e agora inventei de fazer mais uma coisinha, que é uma delícia e que tá me rendendo dinheirinho, graças ao meu bom Deus! Oh, Jesus cheiroso esse meu, gente! Ele é bão dimaisdaconta comigo, aliás eu falo desde o começo do blog, há três anos atrás que Ele é meu puxa-saco, né mess? Por isso que não falta dinheirinho na minha caixinha. Só que não fiquei rica, e já falei que não quero ficar, né? Só ter uma vidinha melhor tá bão dimais! E eu sou tão boazinha que vou ensinar procês também! Ah, esqueci de falar o que é, né? Tô fazendo e vendendo aquele pirulito de biscoito, que eu chamo de Falso Alfajor. O alfajor tradicional é feito com massa crocante e é um sucesso lá na Argentina, mas nós somos brasileiros e temos o famoso "jeitinho" de fazer uma coisa parecida, e tão gostosa quanto o deles, né? Gente, mas o negócio é gostoso mess! É barato de fazer e tem uma boa saída. Então vamos lá? Claro que fiz um passo a passo, né? Enquanto fazia o almoço, fazia o alfajor. Não é do meu feitio fazer as coisas e ficar sem ensinar. Então toma nota aí, aliás, salva, kkkkkkkkkkk
Eu não fiz o cálculo do que eu gastei mas não ficou caro. Só o pacote de biscoitos "Maria" ou o "Maizena" custou R$ 1,79 (mas tem promoções, às vezes, em que ele chega a custar R$ 1,00. Eu uso dos dois, masas crianças gostam mais do Maizena pq o pirulito fica parecendo um picolezinho. Com um pacote de biscoitos você faz pelo menos uns quinze pirulitos, pq a gente tem que considerar que alguns vem quebrados. E muito cuidado para fazer também, para não quebrar os que vieram inteiros. Mesmo rachando, pode continuar fazendo, pois vc vai cobrir com o chocolate derretido. Eu fiz 10, e queria postar os 10 prontos, mas no meio do caminho, entre uma foto e outra vendi 03, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk  Eu faço e vendo por R$ 1,20, mas poderia vender até por R$ 1,80, mas eu prefiro ter uma margem de lucro menor e vender mais. Por alto, ficou na base de uns R$ 0,52 centavos cada, mas o material que comprei vai me render bastante pirulitos ainda.  Então vamos ao Passo a Passo? No PAP usei o biscoito Maria, o redondo.

FALSO ALFAJOR

.
Vamos precisar de:
1 pacote de biscoito Maria (ou Maizena)
Doce de Leite

300 gramas de cobertura TOP fracionada 
(ao leite, meio amargo ou branco) usei da Harald
Confeitos granulados
Palitos de picolé
Saquinhos de Celofane 
Fitilhos para amarrar

Modo de Preparo - Passo a Passo:
.
Pegue o biscoito e coloque uma colher de sobremesa de doce de leite. Espete um palito de picolé de maneira que afunde no doce, com cuidado para não quebrar o biscoito. Ponha um outro biscoito por cima do doce, formando um sanduíche. Preencha os lados com doce e alise com uma faquinha ao redor do alfajor. Deixe bem lisinho.
.
Derreta o chocolate em banho-maria e jogue uma colherada sobre um dos lados do biscoito e nas laterais. Não precisa ser muito chocolate, é apenas para cobrir mesmo. Não vai precisar de outra camada. Com o chocolate ainda mole, passe no confeito granulado. Eu enfeito apenas de uma lado, mas fica a seu critério se quiser fazer diferente, só ficará mais caro.
.
Coloque os pirulitos para secar com o lado banhado e confeitado para cima. Faça isso com todos e depois leve à geladeira por uns 5 minutos para secar por completo. Depois deste tempo, já secos, pegue cada um e passe uma colherada de chocolate derretido no outro lado. Se quiser, pode enfeitar também. Desta vez, coloque o lado enfeitado e que já está seco, para baixo, e volte à geladeira para secar novamente.
.
Coloque os pirulitos em saquinhos plásticos e amarre com fitilhos coloridos. Que delícia! Hummmmmm.......


ALGUNS SEGREDINHOS MEUS
.

ACABAMENTO - Gente, é sério, vejo tanto produto por aí mal acabado e isso não é legal, né? Será que eu é que sou fresca demais? kkkkk Mas é verdade, por isso que zelo por um bom acabamento naquilo que faço pois a gente "come com os olhos". Se não estiver bonito, não dá vontade de comer né mesmo? Então, eu aliso bem mesmo nas laterais, não deixo buraquinho nenhum no doce para que quando for banhado no chocolate fique bem apresentável. 
.

GELAR OS ALFAJORES - Eu costumo gelar os alfajores antes de banhar para facilitar a secagem, mas isso fica a seu critério. Acho questão até de economia pois se não fizer isso, será preciso dois banhos de chocolate neles, um para a parte de cima e outro para a parte de baixo, ok? Por isso, tente fazer isso rapidamente pq secarão fácil.
Quando forem banhados no chocolate, ainda molhadinhos salpique os confeitos escolhidos sobre eles, pois os alfajores secarão instantaneamente por estarem gelados.

O DOCE PARA RECHEIO - O doce que vc usar também deve estar bem gelado, isso vai facilitar para trabalhar. O doce sem gelar não deixe os biscoitos ficarem firmes, ok?
.
RENDIMENTO - Gente, aí tem que ver quantos biscoitos vem no pacote, ok? Pq tem os similares ao biscoito MARIA, ou vc pode comprar a caixa grande também que ficar suuuuuper mais barato do que comprar pacote. Ideal para quem vai fazer muitos, tipo para festa ou para lembrancinhas.
.
EMBALAGEM - Embale com papel chumbo ou coloque num saquinho de celofane e amarre com fitilhos. Vai ficar super legal, transparente e aguçando o paladar das pessoas. Capriche na embalagem.

VALIDADE - 7 dias, embora no segundo ou terceiro dia ele não esteja tão crocante mais. Mesmo assim fica muito bom. Procure não guardar em geladeira pq senão o chocolate perde o sabor e quando sair de lá, vai suar. Se porventura fizer muita quantidade, coloque EMBALADO num pote grande hermético, bem tampado, na última gaveta da geladeira (só em último caso mesmo). Mesmo assim, teste antes, se vc achar que está com qualidade, então faça dessa forma. Procure fazer produção diária se vc vende poucos ainda. Se for para festa, faça no máximo na véspera também. Seus clientes merecem o melhor.
.
QUER SABER POR QUANTO VENDER? - Clique no link a seguir para aprender, preparei uma postagem especial ensinando uma continha fácil demais da conta. O link é este:  http://www.saidademergencia.com.br/2016/03/quanto-cobrar-pelo-meu-produto-caseiro.html
.
Ô trem bão, sô! Dilícia que dá dinheiro. Faz aí prá vender, vai ser um sucesso prá meninada e uma ótima ideia prá Páscoa. Mas capricha, faça um produto bem apresentável porque as pessoas "comem com os olhos" e o cliente merece algo bem feito, né? Você gostaria de comprar um alfajor mal feito? Pois é, então capricha mesmo. Um grande beijo prá todos e uma semana abençoadíssima prá gente.


Visite minha COZINHA LUCRATIVA
Um site cheinho de cursos digitais de
baixo custo para ajudar a vcs que escolheram
trabalhar em casa com alimentação.
Clique abaixo para conhecer ou adquirir um curso:
www.cozinhalucrativa.com.br


Acabou a promoção!!!

Pois é, gentem. Acabou a promoção do CURSO BÁSICO DE FABRICAÇÃO DE SORVETE, que era inteiramente GRÁTIS para quem deixasse aqui o seu e-mail e voltasse para comentar, né?
Eu fui muito boazinha liberando para quem não voltou. Infelizmente é assim, né? As pessoas pedem, querem tudo de graça, mas não se dão ao trabalho de nem ao menos voltar para comentar. Para agradecer, nem se fala! Se eu comparasse essa promoção com o mundo real, foi como se o povo tivesse se estapeando para conseguir o curso. Tive que aguentar até desaforo, fala sério, viu? Como eu digo sempre: "Eu sou legal, mas não abusa". Ainda permitirei que estes que não comentaram, tenham a chance de conseguir copiar alguma coisa do curso, porque dentro de uma semana estarei bloqueando novamente o curso para eles, pois não cumpriram o que combinaram aqui comigo, de voltar depois que recebessem o curso para apenas uma coisinha: dizer se gostaram ou não. E não voltaram, né? Então tá.
Já para os que voltaram, o curso continuará lá liberado e eu estarei disponível para ajudar a esclarecer qualquer dúvida, com consultoria de graça também.
Algumas pessoas me escrevem dizendo que enviaram o e-mail, mas eu não recebi nada. Não tenho porque mentir. Uns enviaram um e-mail e tentaram entrar com outro. Até conseguiram entrar, mas depois a própria plataforma BLOGGER bloqueou a entrada para essa pessoa. Eu não tenho culpa! Então, me polpem os desavisados, porque eu explico tudo nas postagens, a maioria das pessoas é que não se dá o trabalho de ler tudo. Gente, pensem numa coisa: não queiram tudo de graça na vida, pois a única coisa que cai de graça do céu é chuva. O resto a gente tem que correr atrás, portanto, não me tenham como chata. Eu ajudo, sim, mas me ajudem também, ok?
A partir da semana que vem passo a vender o meu curso pelo preço de R$ 25,00 a apostila impressa. Quem se interessar, vai ter que entrar em contato comigo, deixar o e-mail, eu passo os dados para o depósito, e só depois do depósito confirmado é que enviarei a apostila para o endereço da pessoa. Não vou disponibilizar estas orientações agora porque tenho que decidir mais algumas coisinhas, mas logo, logo, digo como conseguir. Então é isso, muito trabalho do lado de cá e eu preciso fazer, né? Agradeço a todos que deixaram comentários valorizando o que faço por vocês. Que Deus os abençoe ricamente. Um bjaum da Mell.


 POR FAVOR, DEIXE UM E-MAIL DE CONTATO PARA RESPOSTA. e AGUARDE A RESPOSTA NA MESMA POSTAGEM

EU SOU RICA!!!

Olá, meus queridos. Aposto que quando leram o título da postagem lembraram logo da personagem de Carolina Ferraz na novela "Beleza Pura" que esbaforida gritava:
Aperte o Botão

Mas não é nada disso, viu? Se você pensou assim logo de mim, pensou errado. Não me conhece ainda? Essa aí gritava que era rica tentando mostrar que nesse país os erros de uma pessoa endinheirada não o levam prá cadeia. E o pior é que já se passaram anos depois que a novela foi transmitida e essa realidade ainda existe aqui no Brasil, infelizmente. Eu não sou rica financeiramente, mas tenho uma coisa que me vale mais do que muito dinheiro e é isso que quero contar aqui procês. O que eu quero mesmo é transmitir uma outra mensagem, que é esta aqui embaixo, e que para mim significa algo muito valoroso: o amor ao meu próximo.
Essa frase significa, no meu entendimento,  que o mínimo que podemos fazer em retribuição a tudo que conseguimos na vida é COMPARTILHAR de alguma forma o que temos, seja dinheiro ou conhecimento.  Este é o segredo da verdadeira riqueza: dar de si mesmo aos que necessitam do que você tem.
Uns tem dinheiro, outros tem conhecimento. Como eu não tenho dinheiro suficiente nem para mim (e assim mesmo consigo ajudar alguém de vez em quando) então eu partilho o meu conhecimento. E só tenho ganhado com isso, mais do que tenho recebido. E é nestas horas que eu consigo compreender o quanto o valor do dinheiro é inferior ao que recebo pelo que dou de mim aos que necessitam mais do que eu preciso, e isso acontece, mais precisamente aqui no meu blog. O meu pensamento é que não nos custa nada dividir o pouco que temos, e me alegro ao reconhecer uma verdade que está escrita na Bíblia, em Atos 20:35:

                                    “Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber"

Na matemática de Deus as coisas funcionam dessa maneira: o que a gente divide, recebe em dobro, ou até mais. É verdade quando alguém diz: "Ninguém é tão pobre que não tenha nada para dar, e nem tão rico que não precise receber."  Todos podemos experimentar essa bem-aventurança.
Uns sabem mais, outros menos. Uns tem melhores condições financeiras, outros passam necessidades físicas e até mesmo emocionais. Mas todos tem para dar. E você, o que tem prá oferecer? Você tem dinheiro ou tem um coração disponível e voluntário?
Se você sabe de alguém que precisa de ajuda, porque ser omisso? Se pode contribuir de alguma forma para que a necessidade dele seja amenizada, faça isso então! Seja com dinheiro ou com conhecimento!
Tenho contato com vários leitores que me revelam grande tristeza pela situação difícil que vivem, na maioria das vezes na vida financeira, e às vezes, apenas uma palavra que trago aqui muda o quadro deles. Algumas vezes, meu coração está tão triste quanto o deles, mas para aqueles leitores, naquele momento...apenas uma palavra basta! E eu deixo minha dor de lado e vou ajudá-los. Se você pode oferecer seu ombro para a pessoa chorar, então faça isso. Empreste também os seus ouvidos para ouvir o desabafo dela. Talvez você só possa fazer isso, então esteja disponível. A gente só tem a ganhar, porque é tão bom quando a pessoa diz que depois de um "papo" ela se sentiu melhor e vai se reerguer. Isso é um grande prêmio, pelo menos, para mim! Então, lembre sempre: tem momentos em que APENAS UMA PALAVRA BASTA!
Eu acho que nós precisamos parar e analisar as coisas em nossa vida, porque até mesmo as coisas ruins que nos acontecem são para o nosso bem, sabia? Eu tive que passar (e passo ainda) por momentos difíceis e de perdas, porque estou numa espécie de treinamento que parece não ter fim. Por conta dessas dificuldades é que hoje posso ajudar outras pessoas, tá entendendo? Se não fosse isso, como eu digo sempre, eu continuaria sendo uma mulher inteligente, mas infelizmente também, seria aquela "pamonha" de anos atrás, uma mulher que não tinha iniciativa para nada. Inteligente, porém, sem sabedoria. Demorei alguns anos para entender que tudo que aconteceu me serviu de escola. Por estar sendo tão bem preparada nessa "faculdade da vida" é que posso compartilhar as coisas boas que aprendo no meio das lutas. Uso os momentos ruins para mostrar que podemos mudar o quadro. Basta querer! Se eu fosse aquela mulher de antes, isso seria impossível, pois não conseguiria sentir o que o outro sente. E isso, meus amigos, é uma coisa que nem todo mundo sente mesmo. Só quem passa por essa escola.
Então, pensa aqui comigo: Tá difícil? Aguenta a barra aí porque você também está sendo preparado para ser um bom instrumento na edificação de outras vidas. Tenha o coração agradecido e não amargurado por causa dos problemas e das necessidades que passa. Nós precisamos parar de viver olhando só para os nossos problemas, sabe? A tendência de cada um é cuidar só de si, sem se importar com o outro, então, decida amar para poder receber. Aceite o tratamento que a vida lhe dá, porque quanto mais você sofrer, mais experiência de vida você vai ter, e aí, surgirão oportunidades para você dar de si mesmo a quem tem menos do que você. Se resolver ajudar alguém, descobrirá que o mais feliz será você, pois é dando que se recebe. E com certeza você receberá em dobro. Fica aí a minha dica de hoje. Um bjo no coração de todos.

POR FAVOR, DEIXE UM E-MAIL DE CONTATO PARA RESPOSTA. e AGUARDE A RESPOSTA NA MESMA POSTAGEM

A importância de trabalhar com produtos diferenciados - "Mercado Brasil" - programa 7

Olá, meus queridos leitores, tô chegando com mais um capítulo da nossa novelinha "Mercado Brasil". Vc tem ouvido esta série? Se não, então saiba que está perdendo, viu? O capítulo de hoje mostra que o comerciante deve diferenciar seu negócio, mesmo oferecendo produtos que o concorrente também oferece. Você pode fazer isso sem encarecer o produto, e muito menos sem ser desleal, sabia?  E aí, o que vc vende é igual ao do seu concorrente? Nossa, é mesmo? Ah, nem! Vc precisa mudar esse quadro! Venda o mesmo produto, mas com outra cara. Melhore o recheio da sua coxinha, capriche mais nas embalagens, deixe sua barraquinha mais organizada, enfim, FAÇA DIFERENTE! Isso pode ser feito até na divulgação do seu negócio, no jeito de anunciar num jornalzinho de bairro, num panfleto, até mesmo na plaquinha que você coloca no seu portão. Tem lugar prá todo mundo, mas se vc apresentar de outra forma o seu produto ou serviço, vai ter outro resultado. Valorize o seu cliente, ele merece e é isso que ele quer, sabia? Lembre-se sempre daquilo que digo sempre aqui: é ele que paga a comida da sua mesa! Então, fazendo assim nunquinha você vai precisar ter medo da concorrência: INOVE! Faça isso agora!
Então, vem aqui comigo, perca uns minutinhos aqui ouvindo este capítulo de "Mercado Brasil". Deixa de preguiça, gente! Bora aprender a ganhar dinheiro! Bjokas prá todos!                                  
POR FAVOR, DEIXE UM E-MAIL DE CONTATO PARA RESPOSTA. e AGUARDE A RESPOSTA NA MESMA POSTAGEM

Um puxão de orelhas sobre o Curso Grátis...


Oiê amigos. Todo mundo aqui sabe que eu sou boazinha, num sabe? Pois é, eu sou, mas eu também sei ser chata. 
Dou uma apostila que me deu um trabalhão enorme prá fazer, ensino tudo que tem que ensinar e ninguém quer pagar o que peço? Apenas UM COMENTÁRIO, gente! Pô, tem gente me pressionando, quase me xingando porque não consegue o acesso. Infelizmente, sabe o que acontece? As pessoas tem preguiça de ler uma postagem. Eu expliquei tudinho aqui nesta postagem
http://saidaadeemergencia.blogspot.com.br/2013/03/curso-basico-de-fabricacao-de-sorvete.html 

Então, eu peço "pelamordeDeus" leiam a postagem e entendam as instruções para conseguir a apostila, certo? Não quero repetir tudo de novo, pois tudo está explicado lá, e não tem nenhum segredo.
Eu peço um e-mail do Google, vcs me enviam, depois tentam entrar com outro. O que acontece? Não vão conseguir mesmo!
Eu peço um comentário e ninguém me dá. Nossa, custa alguma coisa?  Acho que vou passar a cobrar então. Quem sabe assim consigo um comentário? Todo mundo quer, mas ninguém quer me ajudar! Pois vai ser assim agora: só ganha quem comentar. Se não comentar, vai perder o acesso a ela. Aff!!!!!
Eu tenho como saber quem acessou, então, se eu não receber o seu comentário, não vou ceder a apostila também, ok?
Somente até sexta-feira, dia 15/03/2013 eu libero a apostila de graça. A partir de sábado, 16/03  ela custará R$ 25,00 como a de cupcake. 
E não venham me dizer que sou chata, não! Sou muito boa, até demais! Mas aguentar desaforo, eu não vou aguentar!
Me perdoem as pessoas que me procuraram e fizeram tudo"nos conformes". Tem coisas que me deixam muito triste, sabe? Estou aqui para ajudar, então, façam a sua parte que eu ajudarei.
Um grande abraço, obrigada pela compreensão.

Por favor, quem tem alguma dificuldade para entender como conseguir o "Curso Básico de Fabricação de Sorvete" leia o post


(Me desculpem - a letra está saindo pequena. Não consegui mudar)

POR FAVOR, DEIXE UM E-MAIL DE CONTATO PARA RESPOSTA. e AGUARDE A RESPOSTA NA MESMA POSTAGEM

"Às mulheres guerreiras como eu"

"Este blog, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Nos referidos textos constitucionais, lê-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX)."

Hoje é 8 de Março, Dia Internacional da Mulher, e aqui no blog, esta data não pode ser passada despercebida, uma vez que ele foi criado para ajudar principalmente as mulheres com filhos pequenos e que não podem sair para trabalhar fora, embora hoje ele seja seguido por todo tipo de pessoas que estão em busca de trabalho em casa. Mas, eu vou ser extremamente sincera com todos os meus leitores, nesta postagem, mesmo sabendo que vou "pegar pesado" e receber críticas. A mulher que sou hoje me permite não ter medo, nem vergonha de postar as palavras que tenho vontade de falar e escrever, no caso. Eu me sinto como uma porta voz de muitas outras que gostariam de fazer isso, mas não tem coragem. Então eu me presto a isso nesse dia: Não são todas as mulheres que merecem o meu respeito, infelizmente, pois conheço algumas, que não tenho a mínima vontade de comparar com as mulheres guerreiras que conheço e conheci aqui no blog. Digo isso com o coração entristecido, pois em grande parte, uma mulher é culpada da minha situação de vida hoje, das dificuldades que passo com meus filhos, e nós só não somos derrotados porque temos uma grande fé em Deus e que nunca nos deixa desanimar. Quem me conhece pessoalmente sabe que não estou mentindo, pois por causa dela eu perdi tudo que conquistei na vida, só não perdi os meus filhos e o amor deles. Mesmo assim, com toda dor que nos foi causada, sei que ela é amada por Deus e por conhecer o Deus que perdoa, é que peço sempre a Deus que dê a ela sabedoria na vida e nos ajude a sempre perdoá-la. É uma pessoa boa, mas não para nós, pois se ela quisesse, as coisas não estariam no pé em que estão. Isso me faz até mesmo ter coragem de escrever isso publicamente, pois tenho certeza absoluta que se ela tivesse um pingo de sensibilidade, pelo menos a situação dos meus filhos hoje seria diferente. Infelizmente, a pessoa que está no erro, geralmente não aceita que está, mas quem sabe um dia, né? Se não gostar do que postei, é só me processar ou vir na minha porta para tirar satisfação. Mas o mínimo que vai conseguir com isso é aumentar o meu ibope, pois pelo menos os amigos virtuais se levantarão para me defender.
Parabenizo então, a todas as mulheres, ricas, pobres, brancas, negras, de todas as religiões, letradas e iletradas, mais favorecidas ou não, mas especialmente hoje, quero homenagear as mulheres que foram desprezadas.
Essa é a realidade não só da minha casa, mas de muitas mulheres abandonadas espalhadas por este mundo vil. Mulheres que os outros consideram "coitadas" mas que não são. Pelo contrário, são mulheres batalhadoras e não usurpadoras e que lutam pelos direitos dos seus filhos, muitas vezes injustiçados ainda mais do que elas próprias.
Como eu, existem muitas, mas muitas mulheres mesmo, sozinhas na vida. Muitos de vocês, leitores, foram criados por uma e só depois que essa mulher partiu, é que se deram conta de quão guerreira ela foi. Essas mulheres tiveram que arregaçar as mangas e lutar pela sobrevivência.

Eu gosto muito de falar do amor de Deus, e na Bíblia, tem uma mulher que era tida como feia, encalhada e com olhos feios, ou melhor, era estrábica. Ninguém queria saber dela. Era uma mulher ferida, e tinha tudo para ser a mais infeliz das mulheres. Seu nome era Lia e casou-se com Jacó, mas pq seu pai forjou um engano na noite do casamento dele com a irmã dela. Jacó trabalhou por sete anos para casar com Raquel, mas no dia das núpcias, o pai da noiva colocou dentro da barraca foi Lia, a outra irmã, a feia. Raquel era bonita, mas Lia? Ô mulherzinha feiosa! Só que tem uma coisa: os homens viam Lia como um traste, mas Deus nunca a viu assim. Mas tinha algo sublime nessa história: Raquel, a bonita, não podia ter filhos e Lia, a rejeitada tinha o dom de ser mãe e deu vários filhos a Jacó. Lia teve uma vida muito difícil, seu marido não a amava, mas quem deu a ele vários filhos, foi ela. Só muito tempo depois é que Raquel concebeu, mas depois até mesmo das escravas terem filhos do seu marido também. Lia passou anos a fio sendo quase "invisível" para Jacó, mas como eu disse, para Deus ela não era. Mesmo sendo considerada "nada" para seu marido, Deus a considerava perfeita, pois lhe deu o dom da fertilidade, enchendo a casa de filhos. Quando nós nascemos, Deus tem um propósito para nossa vida, e para Lia ele tinha, mesmo ela tendo aquela vida difícil. Os nomes de todos os seus filhos eram como se fossem uma homenagem a Deus por tê-la honrado, tanto que o Salvador do mundo era descendente da tribo de Judá, um dos seus filhos. Lia foi uma ideia de Deus, através dela o caminho foi aberto para que Jesus um dia nascesse. Raquel com certeza teve uma história bonita na Bíblia, mas eu continuo aqui querendo falar de Lia, a desprezada. O que tem a ver Lia com as mulheres que quero homenagear? Tal como ela, nós fomos desprezadas, talvez por nossos maridos, talvez por outras mulheres, talvez por parentes e até mesmo por pessoas que considerávamos amigas e que quando precisamos, desapareceram do nosso convívio. Minha homenagem é a vocês, mulheres tão guerreiras quanto eu, que ainda nos sentimos por vezes, desprezadas, sozinhas e excluídas. Mulheres que lutamos dia a dia para sustentarmos nossos filhos, que temos que aprender a nos virar sem nenhuma ajuda, que não conseguimos ver nem mesmo uma solução para nossos problemas, mas que não "deixamos a peteca cair". Minha homenagem é a vocês, que como eu, choram escondido, e mesmo chorando, nos levantamos e lutamos ferrenhamente pela sobrevivência, não só nossa, mas principalmente de nossos filhos. Só uma outra mulher que vive exatamente o que vivemos é que tem a capacidade de entender quão árdua e difícil é a nossa luta diária. Quem está de fora acha que somos "molengas" e não aguentamos nada, mas só entenderão a situação se um dia experimentarem a mesma coisa. Então, lembrem-se sempre: Mesmo na luta, Lia louvava a Deus porque ela sabia que o propósito dEle para sua vida não era em vão, mesmo ela desconhecendo o "porque" do desprezo e da vida difícil, ela escolheu crer em Deus, pois sabia que a vontade dEle é boa, perfeita e agradável, e assim também precisa ser conosco. Escolha confiar em Deus. Toda experiência difícil em sua vida não veio por acaso, pois para Deus você não é invisível. Para os homens talvez, mas não para Deus. Se Deus assim permitiu passarmos por tão grandes lutas, é porque Ele percebeu em nós um lado forte e que precisa ainda mais ser trabalhado, para que as vitórias conquistadas sejam vistas por todos e para que o Seu nome seja exaltado através de nós. Por isso a cada dia somos provadas. Perceba que Deus nos deu dons que nos permitem sobreviver, não deixa que fiquemos paradas sem trabalhar e nos tira toda vergonha e humilhação. Ele nos capacita através dessas lutas que enfrentamos a cada dia. Através delas, nós aprendemos a administrar. Através delas é que temos crescido, por isso entenda, que se não fossem as lutas, seríamos as mulheres desprezadas de antigamente e talvez  ainda sendo tratadas como capacho. Hoje, somos muito mais capazes do que éramos antes, não é verdade?
Eu, antes/depois
 Antes eu era uma sofredora, apesar de batalhadora. Mas as perdas e as lutas em minha vida, fizeram com que eu acordasse e percebesse o quanto eu poderia ser melhor, o quanto eu era forte e até mesmo bonita. Sei que não sou uma "miss Universo", continuo pobre financeiramente, mas sou rica em várias coisas: na vida pq tenho filhos maravilhosos, na beleza interior pq aprendi a compartilhar ainda mais o que eu já fazia antes (pois agora tenho mais experiências) e até me sinto mais bonita mesmo, coisa que antes não existia pois o sofrimento aparecia mais. E assim podem ser vocês também, mulheres valorosas. Recebam com todo o meu carinho e admiração essa homenagem, guerreiras. Que Deus continue abençoando e fortalecendo vocês a cada dia.
 POR FAVOR, DEIXE UM E-MAIL DE CONTATO PARA RESPOSTA. e AGUARDE A RESPOSTA NA MESMA POSTAGEM

Cupcakes de massa pronta

Boa noite, amigos leitores. Ah, como eu me esforço prá vir aqui, viu? Minha vida é um corre-corre o dia inteiro, eu não dou conta de tudo que preciso fazer, e fico assim, devendo postagens procês, né mess? Mas me desculpem mais uma vez, ok? De qualquer forma isso aqui não fica abandonado, pois eu respondo todo mundo que me envia comentários e e-mails, todos os dias. Estou também muito atarefada dando consultoria aos que compraram minhas apostilas e isso me toma tempo, pq gosto de fazer bem feito qualquer coisa, principalmente se for para ajudar alguém, né? Faço com gosto. Mas mudando de assunto, vou postar aqui a receita de um cupcake, que é um dos produtos que mais tenho indicado para fazer e vender, depois dos geladinhos. Todo mundo me pede receita, então vou dar esta, que faço de vez em quando. Esta você faz com massa pronta (mistura para bolo) que é comprada no supermercado e fica super barato. Especificamente para esta postagem, eu fiz e preparei um passo a passo facílimo de entender, e quero ver todo mundo pondo a mão na massa, ok? Então vamos lá? 

Cupcake de Massa Pronta - Rendimento 12 a 15 cupcakes


Você vai precisar de:
1 pacote de mistura para bolo sabor baunilha (ou o sabor que você desejar, eu gosto desse)
2 ovos
1/3 de xícara de chá de leite
Forma própria para cupcakes (ou tabuleiro de alumínio com forminhas de empada grande de alumínio)
Forminhas de papel forneáveis (que vão ao forno, na embalagem tem escrito FORNEÁVEIS)
1 caixinha de preparado para chantilly bem gelado (ou pode ser em pó)
confeitos granulados coloridos

Bata tudo na batedeira, começando na velocidade lenta e aumentando gradativamente. Enquanto bate a massa, pré aqueça o forno.
Clique na imagem para melhor visualização
 Se você tiver o tabuleiro próprio para cupcakes, coloque as forminhas de papel forneáveis nelas. Se não tiver, use um tabuleiro grande de alumínio, como eu faço, colocando dentro forminhas de empada grandes (de alumínio) e dentro delas as forminhas de papel forneáveis para cupcakes. As forminhas de papel precisam estar dentro das de alumínio para não abrirem com a massa. Não precisa untar nada. Coloque a massa até a metade pois ela vai crescer e não corre o risco de derramar (mais ou menos 1 colher e meia de sopa). Leve ao forno pré aquecido (brando), deixe corar um pouquinho e logo que enfiar um palito, e este sair limpo, está bom.
Logo que os cupcakes esfriarem, faça um buraco largo com uma faquinha no centro de cada um, sem chegar ao fundo. Separe a tampinha pois você vai usá-la novamente para tampar, depois de rechear.

Clique na imagem para melhor visualização
Recheie os cupcakes com o doce de sua preferência. Coloque uma colher de chá bem cheia. Eu mesma faço o brigadeiro e o doce de coco, mas o de doce de leite, eu uso o pronto. Depois de rechear (coloque o doce apenas no nível da massa) pegue a tampinha e inverta, colocando virada para baixo em cima do doce, de modo que o centro do cupcake vai ficar mais alto. Isso vai dar a sensação de que o bolinho é maior, rsrsrsr
Clique na imagem para melhor visualização
Bata o chantilly (eu usei o de caixinha, bem gelado); Se quiser, coloque uma colher de chá de emulsificante nele para ficar mais firme. Eu também coloco um pouco de açúcar de confeiteiro ou impalpável quando uso o de caixinha, só para dar uma encorpada.
Clique na imagem para melhor visualização
Coloque o chantilly no bico de confeitar e enfeite cada um dos cupcakes (sem miséria, heim? mas também sem exagero) e enfeite com granulados bem coloridos, porque as pessoas "comem" com os olhos. Quanto mais bonitos eles estiverem, mais você vai vender. Por isso, capriche!
Clique na imagem para melhor visualização
Tem gente por aqui que quando sabe que eu ensino a qualquer um, diz que eu "dou asa a cobra" porque tem medo da concorrência. Pois eu não tenho, e ensino mesmo. Tem freguesia para todo mundo, e vai vender melhor quem fizer o melhor produto e tratar melhor o cliente, certo? Não vê boteco e igreja? Tem um ao lado do outro e cada um tem sua freguesia, kkkkkkkkkkkkkkkkkk Então, até tu, cara de tatu, se não gostar de mim, pode copiar e fazer que eu deixo, e Deus te abençoe! Portanto, eis minha continha...
  
A continha básica do custo...
Olha, calculando o preço de custo das quantidades que usei, cada cupcake ficou custando...pasmem, 
R$ 0,35, e eu vendo por R$ 2,00 aqui na minha porta. Isso quer dizer que o meu custo para 12 cupcakes foi de R$ 4,20. Uma fornada me rendeu 12 cupcakes que vendi a R$ 2,00 cada, totalizando R$ 24,00, então me deu um lucro de R$ 19, 80, incluindo o gás e a energia elétrica que usei também. Me rendeu bem mais de 100% de lucro. Lembrem-se, eu gastei MAIS comprando todos os materiais, mas o cálculo aqui é apenas das quantidades que gastei para ESTA fornada, certo?
Então, não confundam e ninguém me diga que estou errada, rsrsrsrs
Para explicar melhor, gastei R$ 150,00 com tudo que preciso, para um bom tempo, pois esses materiais me renderão muitas fornadas de cupcakes. Eles não foram gastos todos numa receita apenas, ok? Não vou colocar aqui os preços de tudo, porque cada região tem preços diferenciados dos produtos que usamos, e por exemplo, os granulados, os ovos, os doces, o chantilly, vão ser usados várias vezes, rendendo muito mais cupcakes.

Não é um bom lucro? Você vai ganhar dinheiro em casa fazendo cupcakes, mas se você fizer para distribuir, quero dizer, colocar pessoas para vender na rua, nas escolas, ou colocar em padarias, pode repassar por um preço um pouco menor do que o que você vende em casa. Eu repasso a R$ 1,75 e a pessoa vende acima de R$ 2,50. Se ela vender neste valor, já estará ganhando com a venda dos doze,  R$ 9,00. Se escolher colocar pessoas para vender para você, coloque os cupcakes em vasilhas com tampa (boleiras) e peça para serem cuidadosos.

Clique na imagem para melhor visualização
 Ah, se o tempo estiver muito quente, o ideal é que você não repasse para vender na rua, apenas em padarias ou outras lojas, e peça para mantê-los em temperatura mais fria. Em casa também faça isso.
Espero que gostem, que façam e que vendam. Me conta depois se gostaram? Fico por aqui, amigos, pois preciso terminar outras coisitas. Bjo grande no coração de vcs.

CUPCAKE É UM TIPO DE BOLO TAMBÉM - QUER ENTRAR NESTE RAMO? ADQUIRA MINHA APOSTILA DE BOLOS CASEIROS - CLIQUE NESTE LINK ABAIXO
http://saidaadeemergencia.blogspot.com.br/2014/03/lancamento-apostila-de-bolos-caseiros.html

POR FAVOR, DEIXE UM E-MAIL DE CONTATO PARA RESPOSTA. e AGUARDE A RESPOSTA NA MESMA POSTAGEM
LIBERDADE DE EXPRESSÃO - Também é importante esclarecer que este blog, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Nos referidos textos constitucionais, lê-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX).
A maioria das imagens deste blog foram encontradas na internet, portanto, sao públicas. Mas, se, porventura, alguém reconhecer como sua propriedade, favor entrar em contato comigo para que sejam dados os devidos créditos ou que seja retirado o conteúdo. Obrigada.

.

VOCÊ É O MEU VISITANTE DE NÚMERO