Seja bem vindo ao blog "SAÍDA DE EMERGÊNCIA". Este é um blog todo produzido para ajudar a você que decidiu trabalhar em casa. Espero que encontre aqui a ideia que está buscando. Conte comigo. Um abraço da Mell.

CONHEÇA MINHA HISTÓRIA E PORQUE CRIEI ESTE BLOG PARA AJUDAR AS PESSOAS

Meu nome é Melita, mas muitos me conhecem como Mell Santos. Quero muito que você conheça um pouco da minha história de vida, como me tornei uma mulher empreendedora e porque decidi criar um blog para ajudar as pessoas a vencer na vida . Sou mineira, hoje tenho 54 anos, sou dona de casa, divorciada, microempresária e tenho dois filhos que são a minha alegria de viver. Sempre gostei de escrever, mas em 2009 resolvi criar este blog com o objetivo de encontrar e ajudar outras mulheres com histórias parecidas com a minha. Tendo como base a minha experiência de vida, mostro em várias postagens que precisei sozinha, aprender a ganhar dinheiro em casa. A idade e a experiência (mesmo tendo) não colaboraram para que eu conseguisse um emprego fixo, e pensão alimentícia (quando havia) mal dava para os alimentos. Enfim, eu não sou ex-mulher de nenhum jogador de futebol famoso, mas a verdade é que fiquei sozinha com dois filhos pequenos e sem dinheiro. Não foi uma história fácil de ser vivida e só quem passou por isso é que sabe como é doloroso. Assim, me tornei por muito tempo uma "pãe" (pai e mãe), e além de cuidar deles, teria que trabalhar. Sem solução e sem a ajuda de ninguém, por quinze anos me desdobrei para criar, educar e ajudar no sustento dos dois homens da minha vida. O que você faria se tivesse que viver uma situação dessas, viver "tempos de vacas magras"? O que você faria se precisasse trabalhar e não pudesse sair de casa? Enfrentei o abandono de quem eu julgava serem meus amigos, tive momentos de desespero por causa de dívidas e despreparo financeiro, sofri momentos angustiantes e uma depressão muito forte, mas consegui, mesmo com muito sofrimento dar a volta por cima, trabalhando sempre...dentro de casa. Teve que haver uma saída para mim, e eu lhe digo que para você que enfrenta uma situação parecida, também há. Por isso, dei ao blog o título de "SAÍDA DE EMERGÊNCIA" porque tive que descobrir que meu sustento tinha que sair de dentro da minha casa pois além de trabalhar, eu precisava cuidar dos meus meninos, não tinha com quem deixá-los e nem condições para pagar alguém que cuidasse deles para mim. Assim, descobri várias "saídas" para fugir do desespero. Não, não fiquei rica! E nem quero. Sei muito bem que dinheiro ajuda, mas ele pode trazer também muita infelicidade. O dinheiro compra a cama, mas não paga o sono. Desde então, faço de tudo um pouco e nunca fiquei parada. Como o emprego fixo era bem difícil de se conseguir, criei os meus "bicos" até me tornar dona do meu próprio negócio. Por muito tempo o que eu ganhava podia até ser pouco, mas era um dinheiro justo e dava para nós três. Aprendi também a administrar. Ganhei meu dinheiro honestamente e o melhor, dentro da minha casa, tudo formalizado e assim pude cuidar e criar melhor os meus (agora) rapazes! Depois destes anos todos cuidando deles sozinha e sempre trabalhando, agora estamos na fase do quadro se inverter e meus filhos passando a ser responsáveis pela maior parte das nossas despesas, mas assim mesmo continuo ajudando com meu negócio próprio. Hoje, sou uma instrutora de gelados comestíveis e de culinária, consultora de pequenos negócios domésticos e dou cursos pela internet, Meus cursos são reconhecidamente aprovados e já levei muitas pessoas a vencer como eu. Já não ganho apenas uma "renda extra", eu sou uma microempresária de sucesso. E é isso que eu quero para você também. Portanto, as dicas deste blog não tem a finalidade de mostrar que uma pessoa pode ganhar "rios" de dinheiro da noite para o dia, mas, elas podem funcionar como "Saída de Emergência" num momento difícil. No desespero, muitas vezes não conseguimos ver que bem diante de nossos olhos, ou melhor, dentro da nossa casa está a solução, e por isso, vou tentar mostrar que existem grandes oportunidades para trabalhar assim, muitas vezes com pouco ou quase nenhum capital, podendo até mesmo, um dia, estas atividades se tornarem o sustento da sua família. Espero que todo o conteúdo do blog seja de grande utilidade para vocês.

(Acompanhe no final da página - Mudanças no meu Perfil. De acordo com as datas de postagem do blog, vocês verão como fui trabalhando e nos sustentando.
 
É proibida a reprodução total ou em partes de imagens e artigos deste blog em outros blogs, sites ou páginas do Facebook e outras redes sociais sem os créditos devidos ou sem autorização da autora do blog. (Cópias sem créditos caracterizam Plágio. Este crime está previsto no artigo 184 do Código Penal de acordo com a Lei 9.610/98 dos Direitos Autorais)

Bolo sem ovo e sem leite...será que isso vai prestar?

Oiê, meus amô! Voltei! Gente, vcs sabem que todos os bolos do meu Curso de Bolos Caseiros (Bolos da Vovó) foram testados e aprovados né? É verdade, todas as receitas eu fiz, provei, aprovei, fotografei e publiquei. Era tanto bolo que eu tive que doar, kkkk  As amigas daqui gostaram demais e faziam fila para o próximo. E eu gostei demais desse trem, sabia? Eu amo fazer delicinhas na cozinha, amo mesmo, ainda mais se for para ajudar as mamães a terem uma renda a partir da própria cozinha de casa. Durante a semana fiz um Bolo sem Leite porque penso que tem muita gente que tem intolerância ao leite (inclusive eu, me dá dor de barriga, um horror) e essas pessoas tem dificuldade para encontrar produtos próprios para eles, e por isso então, já fiz o bolo e coloquei na apostila. Ficou simplesmente ótimo. Fiz de abacaxi com coco usando o suco de abacaxi no lugar do leite.
.
Mas hoje, inventei de fazer bolo sem ovo e sem leite também, prá ver se prestava. Imagina, bolo sem ovo deve ficar solado, né? Mas que nada, fiquei surpresa, viu? Falando sério, eu nunca, nunquinha na minha vida comi um bolo tão leve, acreditam nisso? E já dei pro povo experimentar, eles amaram e aprovaram também. Então...porque eu não pensei nisso antes, gente? Imaginem só que economia, um bolo sem ovo e sem leite! Além de econômico é saudável, e dá prá todo mundo comer sem prejudicar a saúde. Aqui em casa agora vou fazer só bolo desse jeito, hehehe
.
Essa receita é tão boa que foi incluída no meu CURSO BÁSICO DIGITAL Faça & Venda BOLOS CASEIROS (Bolos da Vovó), mas vou deixar aqui no blog só pra vcs experimentarem e terem uma noção de quantas receitas boas tem nele. Quem trabalha com bolos precisa saber que tem público para isso e assim pode ter um diferencial. É preciso ter um desses na sua lista, pois às vezes uma família inteira come o bolo e fica apenas um que tem algum tipo de intolerância sem comer, e isso não pode né? Tendo um bolo desses na sua lista, você vai poder oferecer e  ganhar muito dinheiro com isso, né verdade? Então, vamos lá fazer minha receitinha? Quero todo mundo fazendo, então, anote aí...
.
BOLO DE CHOCOLATE SEM OVOS E SEM LEITE
.
 .
Este é o bolo mais fofo que já comi em toda a minha vida, gente! 
Inacreditável, sem ovo e sem leite!

 .
INGREDIENTES DA MASSA:
3 xícaras de chá de farinha de trigo com fermento
(se não tiver, use a comum e coloque 1 colher de sopa de fermento no final, batendo levemente)
1 xícara de chá de açúcar
1 xícara de chá de chocolate em pó ou 1 e 1/2 de achocolatado
1 xícara e 1/2 de chá de água morna
1 xícara de chá de óleo (eu usei de soja, mas se vc quiser pode usar outro mais saudável)

MODO DE PREPARO:
.
Pré aqueça o forno em temperatura média.
Misture todos juntos os ingredientes e bata na batedeira até que a massa esteja homogênea. Unte com óleo uma forma de furo no meio ou um tabuleiro médio (22cm) e enfarinhe para ficar mais fácil de desenformar. Leve ao forno por aproximadamente 30 a 40 minutos, até dourar e enfiando um palito, este saia limpo.
.
INGREDIENTES DA COBERTURA
.
4 colheres de sopa de açúcar, 4 colheres de sopa de chocolate em pó
e 4 colheres de sopa de água ou de café forte.
.
Leve ao fogo até ver que derreteu os grãos de açúcar, mas sem deixar caramelar ou engrossar. Jogue ainda quente sobre o bolo. Se quiser, jogue chocolate granulado ou outros confeitos sobre ela.
.
É isso aí, meu povo. Façam e me digam se gostaram, ok? Pedido por muitas leitoras e atendidas prontamente. Sempre faço uma forcinha prá agradar todo mundo. Fiquem com Deus. Um bjo na bochecha.
.
* ESTA É UMA DAS RECEITAS QUE FAZEM PARTE DO CONTEÚDO DO MEU "CURSO BÁSICO DIGITAL Faça & Venda BOLOS CASEIROS". Para conhecer o conteúdo e adquiri-lo clique no nome do curso abaixo:



BOLO NO POTE - Jeito novo de comer e vender bolo...

 PLÁGIO É CRIME - Copiar fotos ou artigos é ilegal. É proibida a reprodução total ou em partes de artigos deste blog sem a minha autorização por escrito, mesmo citando os links. Este crime está previsto no artigo 184 do Código Penal de acordo com a Lei 9.610/98 sobre os Direitos Autorais.
 
Oi, gentem! E aí, tudo bem mesmo? Então, tô chegando mais uma vez com uma dica super legal prá gente ganhar um dinheirinho. Eu vivo fuçando a internet atrás de coisas que possam gerar renda. Falo que vivo assim, mas nem tanto porque hoje é só nas horas bem vagas mesmo, né? Mas eu estava procurando uma ideia interessante há um tempo atrás e dei de cara com uma que, na hora, percebi que pelo menos aqui onde moro seria uma novidade, e assim vou logo pensando nas crianças que são meus fregueses preferidos, hehehe. Não pensem que eu abuso da boa vontade das criancinhas não, viu? kkkkkk É pq é público alvo mesmo, na minha rua e redondezas tem muitas crianças e elas consomem muito, principalmente coisas geladas e vivem insistindo comigo para fazer algo para elas comprarem. O dia inteiro elas estão aqui,  me chamando pela janela. Pensei nelas mesmo, já imaginando também o tamanho do pote da nova surpresinha que vou trazer prá que elas apreciem. Precisa ser baratinho pq elas arrumam dinheiro, mas na faixa de R$ 1,00 a R$ 2,00, é isso que elas podem pagar. E se pedem, eu preciso atender né?

Bem, estou falando do BOLO NO POTE, uma nova modalidade de comer bolo. Ele já é feito por muita gente e conhecido em vários lugares, mas não aqui onde moro, e nunca ouvi falar que alguém por aqui comercialize essa delícia. Amo trazer novidades e já falei aqui no blog que coisas de comer se vende bem, e que nós precisamos pesquisar o que NÃO se vende por perto, pois este deverá ser nosso novo negócio. Portanto, se não vende por perto, não tem concorrência e pode dar muito certo. Os Bolos no Pote, simplesmente são bolos gelados em potes. São muito usados em aniversários, mas em potes personalizados, a maioria em vidros, mas como nós queremos vender, precisamos de uma embalagem descartável né? Então, pus a mão na massa, avisei no Facebook e o povo ficou doidinho. É super simples, nem precisa de receita requintada. Eu sou adepta das coisas simples e baratas. Então pegue essa receitinha simples mesmo para vc fazer a primeira vez e ver o resultado:

RECEITINHA BÁSICA PARA INICIANTES - Para a Massa: Usei a massa de bolo de pacotinho, ela custa aqui R$ 1,70, dois ovos e 1/3 de xícara de leite. Fiz um bolo retangular de 22cm.  Eu fiz assim, mas vocês vão usar a criatividade, ok? Se não gosta de massa de pacotinho, faça o bolo mais simples que vc conhece. Sabe aquele bolo gelado que vocês fazem? Criem em cima desta receita que vcs estão acostumados.

Para o recheio de Creme de Chocolate - 2 ovos, 2 colheres de sopa de amido de milho, 2 colheres de sopa de chocolate em pó, 1 xícara de chá de açúcar e 1/2 litro de leite. Leve ao fogo e quando engrossar, desligue e deixe esfriar.

Calda para molhar o bolo - Use 1 latinha de leite condensado com 1 vidro pequeno de leite de coco.
Para cobrir - Chantilly, pedaços de BIS e floquinhos de arroz ou Choco Ball (bolinhas de chocolate). Você pode usar o que quiser.

(VEJA A MONTAGEM MAIS ABAIXO)

Então, usem a criatividade, todos nós temos um pouco e precisamos aprender a usá-la em nosso favor, ok? Façam um recheio cremoso e molhem o bolo com calda, suco ou refrigerante. Capriche no visual do bolo no potinho sem gastar muito para não encarecer seu produto.
Não fiz cálculos do que gastei gente, pq vcs sabem que tenho loja física, loja virtual e tenho casa e dois filhos para cuidar e não estou com tanto tempo mais, né? E ainda não fiz para vender, fiz mais para ensinar mesmo. Quem me segue sabe bem do que estou falando. E é assim, depende muito da região de cada um, pois os preços dos ingredientes e embalagens são diferentes.

Bem gente, vcs podem aprender a fazer o BOLO NO POTE no meu curso digital onde eu dou todas as dicas para se dar bem com isso, ok? Nele vc vai encontrar receitas de como montar o bolinho, várias receitas de caldas e coberturas, inclusive para pessoas que tem alguma intolerância ao leite ou açúcar também. Nós que vendemos bolos precisamos de receitas assim pois tem público para isso, não se esqueçam disso. O legal é que não tem só receitas, gente, tem todas as orientações para vc começar neste ramo tão próspero. Mas vou mostrar aqui uma prévia (apenas uma parte) de um Passo a Passo que está no curso, ok? É deste bolo no pote com BIS da imagem no início da postagem. A receitinha está abaixo desta imagem aqui:


Eu fiz um bolo retangular, numa tabuleiro de 22cm. Usei o fundo da embalagem descartável escolhida para marcar o disco de bolo que ia ser colocado dentro do pote. Fiz destes três tamanhos acima. Um bolo pequeno rende 12 copos de 100ml, 7 de 200ml e 4 de 500ml, mas ainda sobrou bolo. Retirei um dos discos e cortei em três partes. Estes discos de bolo serão colocados dentro do potinho, intercalando camadas de bolo e recheio e sendo molhados com uma calda.
Usei a receita acima como recheio. Use sempre um recheio cremoso porque ele ajudará a molhar o bolo também. 

MONTAGEM DO BOLO NO POTINHO (imagem inicial no alto) - No fundo do pote, coloque umas três colheradas ou o tanto que você quiser e coloque um disco de bolo por cima. Agora, molhe esse disco de bolo. Eu usei leite condensado com leite de coco, mas você pode usar o que quiser desde que seja doce. E ai, vá intercalando as camadas. 
Por cima do último disco de bolo, coloquei chantilly, e por cima dele, flocos de arroz e pedaços de BIS cortadinho para enfeitar. Depois é só levar à geladeira. E quando estiver geladinho, o creme durinho e o bolo molhadinho é só se deliciar ou vender.

Então é isso aí, meus amores.  E se desejarem ganhar dinheiro com essa onda que tá bombando, adquiram meu curso digital completo com todas as orientações e receitas que vc precisa, clicando no link abaixo. Clique e chegue no CURSO BÁSICO DIGITAL DE BOLOS NO POTINHO  e aí vc fica sabendo tudo que tem nele, como comprar e se dar bem, tá? 

Fiquem com Deus, tenham uma semana abençoada na paz de Jesus. Amo vcs. Bjuuuuus.

Prá comer ou prá vender - Evite o Desperdício


Oi, meus amô! Gente, tô me sentindo tão em falta concês...tenho tanto medo de parar de escrever aqui no blog, que é uma coisa que eu amo tanto, sabe? Olha só quantos dias sem escrever!!! Eu sempre venho, mesmo que demore, e todos os dias, mesmo não postando aqui, recebo comentários, faço vendas, dou consultoria e por isso estou sempre em contato com alguns leitores. Mas mesmo assim, não me sinto tão realizada, na verdade me sinto uma devedora, pois meu propósito inicial era escrever todos os dias. De qualquer forma, cá estou. Vou postar uma dica que parece não servir para vender (eu disse PARECE), mas pode sim, mesmo que seja uma dica de reaproveitamento. Então, vou dar a dica e vc use como quiser, ok? Faça para a família, ou faça para vender. Uma das coisas que eu mais detesto é o desperdício. Eu aproveito tudo, sempre me lembro de que se eu jogar fora, pode existir alguém que precisaria daquilo. Ontem foi o caso de umas bananas. Meu irmão me deu praticamente um cacho delas, pois ele tem no seu quintal. Dividimos com os outros irmãos, peguei minha parte, mas viajei e quando voltei elas estavam muito maduras. Perdi duas, aproveitei algumas e as que ficaram muito maduras, resolvi fazer um doce. Não sou muito chegada em bananada, até pensei que ia fazer e o doce ia perder pq eu não ia querer comer. Peguei uma receita na internet e quando fui fazer, como a cabeça aqui é meio "voada", comecei errado. A receita mandava fazer um caramelo primeiro, e euzinha aqui, diferentemente da receita, coloquei açúcar na panela e taquei água por cima. Quando vi que tinha feito isso, pensei: "Ô meu Deus do céu! Olha o que eu fiz!!!!". Eu não ia jogar aquilo fora né? Então, joguei as bananas em cima e aí seria o que Deus quisesse. E Deus quis que o trem ficasse bão dimais da conta, uai!
Até foto eu tirei prá registrar meu erro que deu certo, e aí trouxe procês para ver no que deu. Ficou delicioso meu doce, de verdade, gente! Então, olhem só como faz (do meu jeito, hehehe)


 COMO FAZER

Bem, não tem uma medida certa, mas se vc estiver acostumada com doces, vai "de olho" mesmo, né? Eu usei 7 bananas bem maduras. Piquei todas elas em rodelas, se quiser, pode pingar algumas gotas de limão para não escurecer. Na panela, coloquei duas xícaras de chá de açúcar cristal, uma xícara de chá de água e cravo da índia. A questão desta medida é a seguinte: sempre que vc fizer uma calda assim, a proporção de água é sempre uma xícara a menos do que o açúcar. Eu coloquei duas xícaras de açúcar e uma de água, entenderam? Se vc usar, 5 xícaras de açúcar, deve colocar então 4 de água.
Comecei na panela inox, mas eu sempre esqueço que inox não é muito fácil de usar pq cozinha muito rápido e pode queimar, então troquei pela panela velha pq essa que faz comida boa, né não? Depois de colocadas as bananas, vá mexendo sempre para não agarrar no fundo da panela. O doce vai engrossando, as rodelas de banana vão se desfazendo e tomando consistência pastosa. Continue mexendo de vez em quando, e ao perceber que já aparece o fundo da panela, ficando limpo, este é o ponto bom de se parar. Espere esfriar e coloque numa compoteira. Fica uma delícia, muito bom mesmo. Logo depois eu já comi como geléia numas bolachinhas.
Que tal fazer aí? Quem sabe você pode até fazer mesmo para vender, eu acho uma boa, pois tem muita gente que tem bananeira no fundo do quintal e elas ficam lá perdendo, né verdade? Taí a super dica de reaproveitamente de hoje. E espero que vcs tenham gostado. Aproveitem, façam e vendam.
Vou ficando por aqui e vou fazer o possível para voltar o mais breve possível. Bjos no coração.

Ao comentar, aguarde resposta na mesma postagem. Deixe e-mail de contato se quiser resposta fora do blog

Me tornando uma empreendedora

Meu blog foi criado em 2009, sendo que na época eu estava desempregada. A partir daí várias coisas ocorreram durante este período de modo que precisei alterar o meu perfil, como a minha idade e as ocupações que tive (trabalhos). Para tanto, deixo aqui registrado estas mudanças.

Em 2009 - 47 anos - Fui babá de duas meninas, cuidando delas em minha casa enquanto as mães trabalhavam.

Em 2010 - 48 anos - Continuei sendo babá de uma das meninas que cuidava antes, novamente em casa e no período em que ela ficava na escola eu trabalhava como Monitora de Crianças de 1 a 2 anos na Creche Filhos do Rei.

Final de 2010 para 2011 - Abri as portas do meu brechó na minha casa. Antes vendia dentro de casa mesmo.

Em 2011 - 49 anos - Brechó fechado para reforma da casa. Fui trabalhar numa pizzaria, à noite, como diarista e, aos 49 anos, consegui trabalhar de "Carteira Assinada" depois de seis anos sem registro. Trabalhei de abril/2011 a Jan/2012.

Início de 2012 - 50 anos - Saí do emprego por motivo de saúde ( a idade começou a pesar me causando muito inchaço nas pernas pelo fato de trabalhar mais de 8 horas em pé).

Maio de 2012 - Voltei novamente a trabalhar por conta própria com meu brechó, meus geladinhos, artesanatos e outras coisitas mais.

Junho de 2012 - Trabalho com meu brechó e sou babá de duas crianças na minha casa. Temos uma renda bem menor agora, pois meus filhos perderam a pensão do pai, mesmo eles sendo estudantes, sendo o mais novo universitário.

Julho de 2012 - Só trabalho com o Brechó agora. Não deu para conciliar brechó e ser babá ao mesmo tempo.

Agosto de 2012 - Me tornei Microempreendedora Individual. Agora, além do Brechó, continuo com os geladinhos e também produzo cupcakes.

Fevereiro de 2013 - 51 anos e agora, o quadro aqui em casa está quase se invertendo. A maior parte do sustento fica com meu filho mais velho, e o mais novo trabalha apenas para pagar a sua faculdade. A minha renda é apenas para complementar a do meu filho.

Setembro de 2013 - Meu filho mais novo está desempregado e trancou a matrícula na faculdade. O mais velho teve que deixar o emprego para ser estagiário de outro curso recebendo apenas 1/2 salário mínimo. Continuo com o brechó, atendendo de portas fechadas pois trabalho também com meus sorvetes, geladinhos, cupcakes e chocolates. Além disso dou cursos de fabricação de sorvete apostilados, pela internet (ensino à distância) Não dou conta de tudo se estiver com a loja aberta. Então, trabalho dentro de casa. Menos renda aqui em casa agora.

Novembro de 2013 - Meu filho mais novo agora trabalha com o pai na área de sorvetes. O mais velho conseguiu um outro emprego com efeito de estágio para o curso dele e passou a ganhar mais. E eu agora, além de tudo que faço também sou Consultora Independente Mary Kay.

Dezembro de 2013 - Isaac foi aprovado no Concurso da Polícia Militar de Minas Gerais e teve novamente que deixar um trabalho novo.

Janeiro de 2014 - Isaac foi morar sozinho com alguns colegas e começa o curso na PMMG

Fevereiro de 2014 - Minha principal fonte de renda agora são minhas apostilas.

Novembro de 2014 - Isaac agora é um Soldado Especialista (Tecnico em Eletrônica da PMMG) e voltou a morar aqui em casa. Status do coração da mãe dele...FELIZ DEMAIS!!!

Março de 2015 - Vou ser vovó. Meu filho Irving, o mais novo, vai ser papai.

Outubro de 2015 - Meu filho Irving, o mais novo é papai da Sofia, ela nasceu no dia 03/10.


LIBERDADE DE EXPRESSÃO - Também é importante esclarecer que este blog, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Nos referidos textos constitucionais, lê-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX).
A maioria das imagens deste blog foram encontradas na internet, portanto, sao públicas. Mas, se, porventura, alguém reconhecer como sua propriedade, favor entrar em contato comigo para que sejam dados os devidos créditos ou que seja retirado o conteúdo. Obrigada.

.