Seja bem vindo ao blog "SAÍDA DE EMERGÊNCIA". Este é um blog todo produzido para ajudar a você que decidiu trabalhar em casa. Espero que encontre aqui a ideia que está buscando. Conte comigo. Um abraço da Mell.

CONHEÇA MINHA HISTÓRIA E PORQUE CRIEI ESTE BLOG PARA AJUDAR AS PESSOAS

Meu nome é Melita, mas muitos me conhecem como Mell Santos. Quero muito que você conheça um pouco da minha história de vida, como me tornei uma mulher empreendedora e porque decidi criar um blog para ajudar as pessoas a vencer na vida . Sou mineira, hoje tenho 54 anos, sou dona de casa, divorciada, microempresária e tenho dois filhos que são a minha alegria de viver. Sempre gostei de escrever, mas em 2009 resolvi criar este blog com o objetivo de encontrar e ajudar outras mulheres com histórias parecidas com a minha. Tendo como base a minha experiência de vida, mostro em várias postagens que precisei sozinha, aprender a ganhar dinheiro em casa. A idade e a experiência (mesmo tendo) não colaboraram para que eu conseguisse um emprego fixo, e pensão alimentícia (quando havia) mal dava para os alimentos. Enfim, eu não sou ex-mulher de nenhum jogador de futebol famoso, mas a verdade é que fiquei sozinha com dois filhos pequenos e sem dinheiro. Não foi uma história fácil de ser vivida e só quem passou por isso é que sabe como é doloroso. Assim, me tornei por muito tempo uma "pãe" (pai e mãe), e além de cuidar deles, teria que trabalhar. Sem solução e sem a ajuda de ninguém, por quinze anos me desdobrei para criar, educar e ajudar no sustento dos dois homens da minha vida. O que você faria se tivesse que viver uma situação dessas, viver "tempos de vacas magras"? O que você faria se precisasse trabalhar e não pudesse sair de casa? Enfrentei o abandono de quem eu julgava serem meus amigos, tive momentos de desespero por causa de dívidas e despreparo financeiro, sofri momentos angustiantes e uma depressão muito forte, mas consegui, mesmo com muito sofrimento dar a volta por cima, trabalhando sempre...dentro de casa. Teve que haver uma saída para mim, e eu lhe digo que para você que enfrenta uma situação parecida, também há. Por isso, dei ao blog o título de "SAÍDA DE EMERGÊNCIA" porque tive que descobrir que meu sustento tinha que sair de dentro da minha casa pois além de trabalhar, eu precisava cuidar dos meus meninos, não tinha com quem deixá-los e nem condições para pagar alguém que cuidasse deles para mim. Assim, descobri várias "saídas" para fugir do desespero. Não, não fiquei rica! E nem quero. Sei muito bem que dinheiro ajuda, mas ele pode trazer também muita infelicidade. O dinheiro compra a cama, mas não paga o sono. Desde então, faço de tudo um pouco e nunca fiquei parada. Como o emprego fixo era bem difícil de se conseguir, criei os meus "bicos" até me tornar dona do meu próprio negócio. Por muito tempo o que eu ganhava podia até ser pouco, mas era um dinheiro justo e dava para nós três. Aprendi também a administrar. Ganhei meu dinheiro honestamente e o melhor, dentro da minha casa, tudo formalizado e assim pude cuidar e criar melhor os meus (agora) rapazes! Depois destes anos todos cuidando deles sozinha e sempre trabalhando, agora estamos na fase do quadro se inverter e meus filhos passando a ser responsáveis pela maior parte das nossas despesas, mas assim mesmo continuo ajudando com meu negócio próprio. Hoje, sou uma instrutora de gelados comestíveis e de culinária, consultora de pequenos negócios domésticos e dou cursos pela internet, Meus cursos são reconhecidamente aprovados e já levei muitas pessoas a vencer como eu. Já não ganho apenas uma "renda extra", eu sou uma microempresária de sucesso. E é isso que eu quero para você também. Portanto, as dicas deste blog não tem a finalidade de mostrar que uma pessoa pode ganhar "rios" de dinheiro da noite para o dia, mas, elas podem funcionar como "Saída de Emergência" num momento difícil. No desespero, muitas vezes não conseguimos ver que bem diante de nossos olhos, ou melhor, dentro da nossa casa está a solução, e por isso, vou tentar mostrar que existem grandes oportunidades para trabalhar assim, muitas vezes com pouco ou quase nenhum capital, podendo até mesmo, um dia, estas atividades se tornarem o sustento da sua família. Espero que todo o conteúdo do blog seja de grande utilidade para vocês.

(Acompanhe no final da página - Mudanças no meu Perfil. De acordo com as datas de postagem do blog, vocês verão como fui trabalhando e nos sustentando.
 
É proibida a reprodução total ou em partes de imagens e artigos deste blog em outros blogs, sites ou páginas do Facebook e outras redes sociais sem os créditos devidos ou sem autorização da autora do blog. (Cópias sem créditos caracterizam Plágio. Este crime está previsto no artigo 184 do Código Penal de acordo com a Lei 9.610/98 dos Direitos Autorais)

Aprendam com meus amigos Alyne e Rafael

Olá amigos, passando hoje para contar algo muito especial e que tem me feito muito feliz. Este meu trabalho no blog me possibilita conhecer pessoas do mundo inteiro, gente que nunca vou conhecer pessoalmente e vcs não imaginam o quanto me sinto útil e claro, bem feliz quando vejo que consigo ajudar as pessoas nem que seja um pouquinho, com um empurrãozinho, uma palavrinha certa. Esta semana eu conheci uma jovem lá de Curitiba/PR, que desde o primeiro e-mail que me enviou, me fez perceber com suas palavras o seu espírito empreendedor e por isso me encantei com ela. Este primeiro e-mail -se começa assim:

 "Olá, Mel! Adoro o seu blog. Eu comprei sua apostila das marmitinhas. A próxima que vou adquirir é a de bolos da vovó." E depois ela me conta em poucas palavras que ela e seu esposo fazem lanches para vender. Este foi o primeiro de vários e-mail sem contar os nossos bate-papos depois disso.

Hoje já somos amigos no Facebook, eu, ela e o Rafael seu esposo, e foi assim que acabei descobrindo o quanto eles são empreendedores porque nunca vi gente divulgando tão bem os seus negócios numa rede social quanto eles. Ah, mas tem um detalhe! Eles divulgam praticamente com pouquíssimas fotos, vi algumas, mas a maioria da divulgação é só na palavra escrita mesmo. Eles passam aquela alegria de estar vendendo um bom produto e se mostram felizes por terem vendido tudo, sempre se mostrando também agradecidos a Deus e a quem adquiriu deles o café cremoso, o bolo na marmitinha, as coxinhas e outras guloseimas.

Alyne já adquiriu comigo três apostilas em apenas três dias. Agora ela se prepara para fazer trufas e eu tenho certeza que os clientes dela e do Rafael vão amar porque força de vontade é o que não falta a este casal que começou quase do zero e tem surpreendido com certeza, não só a mim, mas aos seus familiares e a todos do seu convívio, principalmente
Sabe gente, eu conheço pessoas que estão precisando trabalhar mas infelizmente, além das portas fechadas no mercado de trabalho, elas não movem um dedo sequer para sair dessa vida, ou seja, não se esforçam para pelo menos conseguir uma renda extra. Tenho mais de um caso na família e é doloroso ver tanta falta de iniciativa. Nada nessa vida cai do céu a não ser chuva. Eu fiquei sozinha na vida e a pensão dos meus filhos não ajudava muito, sempre tive que trabalhar e como não podia trabalhar fora pq não tinha quem cuidasse deles, tive que criar minhas "saídas de emergência" e tirar o meu sustento vendendo geladinho, sorvete e outras coisas pela janela do meu quarto que era o lugar mais perto do meu portão. O que eu conheço é gente reclamando da vida, da crise e dizendo que as coisas estão difíceis.Ninguém vai chegar até nós oferecendo um emprego e muito difícil alguém nos oferecer uma chance, então nós é que temos que correr atrás, certo?
Alyne e Rafael para mim são um super exemplo e por isso eu pedi a eles permissão para contar um pouquinho só deles aqui no blog pois quero que você (é você mesmo!) que está aí desanimado e reclamando, se anime conhecendo um pouco deles. Para os dois, com certeza foi muito mais difícil do que para mim e para você. Eles não se entregaram às dificuldades que aos olhos dos outros, os impediriam de trabalhar, de ir para a cozinha de casa preparar estes lanches para vender.
Mas você deve estar se perguntando porque né? Porque foi mais difícil para eles? Simplesmente porque este casal de jovens tão lindos, tão empreendedores...não enxergam. Isso mesmo, e como diz Alyne, eles não enxergam "nadica de nada". O interessante é que o tempo todo eles transmitem alegria de estar dando tudo tão certo no negócio deles. É a fé e o otimismo deles que faz com que tudo prospere, entenderam bem? Alyne me disse que não é tão fácil assim, há o preconceito, tem aquela fase de ter que "pegar o jeito" de fazer as coisas, tem a proteção da família que confia, mas por amor, quer proteger mesmo pq quer o bem dos dois. Mas foi o espírito empreendedor dos dois que ganhou o meu coração, pq eu sou movida a isso, sinto um impulso danado quando conheço gente que empreende e por isso quero sempre compartilhar para motivar a quem está precisando. Olha só como eles divulgam o negócio deles nas redes sociais, e gente...não tem como recusar um produto lendo um anúncio desses:

"Esses são os potinhos de café cremoso! Agora imagine você pegar um desses, esquentar uma xícara de leite ou água, pegar uma colherzinha só desse "sorvetinho aí e mandar pra dentro? Detalhe MUITO IMPORTANTE! Dura mais de um mês na geladeira e o custo de cada potinho é de 3,00, encomende já o seu! Fale para seus amigos!"

"Glória a Deus, vendemos tudo de novo! Bolo de fubá nas mesmas marmitinhas dos bolos de milho de ontem e empadão de carne moída que não sobrou nem pra tirar foto! kkkkkk hoje vai sem fotinha mesmo, mas em breve, mais novidades! E estamos esperando suas encomendas".

"Mais um dia abençoado, as vendas de hoje foram um sucesso! Também, olhem pra esses bolinhos de milho na marmitinha! Apenas 3 reais essa coisinha linda e vc pode comer a hora que quiser e o bom é que não é muito doce. Esses da foto são de milho, mas podemos fazer de qualquer sabor, a escolha é do cliente e essa marmitinha é muito prática!"

" Oi oi galera! Estou aqui mais uma vez para anunciar nossos lanchinhos! Agora temos uma novidade, o famoso bolo no potinho! Se não quiser um bolo inteiro, que tal um compacto, só pra você se deliciar? Encomende já o seu! Escolha o recheio que mais gostar, apenas 6,00 a unidade! Nos perdoem os videntes por eu não estar postando fotos, mas é complicado, kkkk Mas se quiser um bolinho, podemos providenciar, inclusive em versões diet e sem lactose."

Gente, então é isso. Encantada com os dois é que eu estou, viu? Alyne diz que tem uma pecinha lá que lê para ela o que eu escrevo, muito legal isso né? É a tecnologia a favor de quem quer subir na vida. E eles vão subir com a graça de Deus.

Chega de olhar as dificuldades, gente! Enfrentamos em nossa vida tantas lutas diárias, mas nenhuma delas pode ser maior do que a nossa fé e a nossa determinação. Se eu fosse olhar os meus problemas, eu não estaria onde estou hoje. Não sou rica (nem quero) mas tenho força nos braços para trabalhar e procuro alimentar a minha mente com coisas sadias. Afaste de você o medo de vender, afaste a vergonha, passe por cima dela! Aprenda com o exemplo de Alyne e Rafael e de tantas outras pessoas que não ficaram chorando por que a vida está difícil. Aqui no blog vcs podem encontrar várias dicas para começar um negócio aí na sua cozinha com pouco investimento. Basta ter coragem. Vergonha a gente deixa de lado porque as contas não param de chegar, né verdade? Então, espero que tenham gostado de conhecer este casal maravilhoso que Deus colocou no meu caminho.  Se vocês moram em Curitiba, que tal pedir um café cremoso, um bolinho na marmita ou uma coxinha? Vou deixar abaixo os contatos deles. 
Obrigada Alyne e Rafael por aceitarem meu convite para essa postagem. Vocês são ESPETACULARES!

Alyne e Rafael 
(41) 9263-0634
(41)9658-6459 ou (41) 3053-2743

CONHEÇAM TAMBÉM OS MEUS 
CURSOS DIGITAIS PARA GANHAR DINHEIRO EM CASA

18 comentários:

  1. Incrível. Vou precisar ler sobre eles todos os dias, pra não reclamar dda vida,e agir, mesmo quando vier o desânimo. Parabéns a esse casal lindo, que nos ensina como viver. Obrigada Mell por trazer essa motivação a todos nós. Bjoss

    ResponderExcluir
  2. MIchelle, obrigada por ler. Lembrei de várias amigas que estão na luta também, e que enfrentam situações chatas pelo meio do caminho, incluindo eu também que dia a dia tenho um problema para enfrentar. Imagina prá eles como é difícil? Mas eles conseguem vender apenas escrevendo, digitando no face a propaganda deles. Eles tem um jeitinho todo especial, tem muito mais visão do que nós. Se eles não tem por um lado, Deus deu outro tipo de visão para eles.
    Obrigada por visitar o blog, desta vez a meu pedido mesmo, kkkk Um bjo linda.

    ResponderExcluir
  3. Tudo encantador neste casal.Meu Deus como somos negligentes na maioria das vezes , linda historia belo exemplo.Estou encanrada Mell com tanta força interior,com tanta fé e um espirito de empreendedor NATO.Parabéns ao casal, parabens vc Melo com sua parcela de experiência de vida e sempre nos ajudando.Deus vos abençoe.

    ResponderExcluir
  4. Pois é Mel.. Divórcio e falecimento da minha mãe (que era quem nos sustentava em 80%). Filhos adolescendo e fazer o que? Contas e compromissos sem expectativa. Suas palavras e receitas me ajudaram muito, tive vários incentivos de outros anônimos na minha vida e fui a luta. Tenho 66 anos e comecei há 5 anos a fazer doces, salgados. Arrendei um Kioskinho que já foi entregue mas abri em casa. Com seu incentivo, sua história alavancaram minha vida e hoje faço muitas coisas e tenho uma renda que ajuda muito em casa. Não vou parar, tenho muitas idéias mas pouco dindin rsrs mas não desanimo, vou conseguir com a ajuda de Deus e sua tbm. Obrigada


    ResponderExcluir
  5. Oi Mel... tbm me divorciei, sem pensão. Morar com a mãe, filhos adolescendo e sem emprego. Com o falecimento da minha mãe me vi totalmente sem recurso. O que fazer? Minha mãe dizia "terra e comida todos precisam" e fui para a comida. Arrendei um kioskinho aonde moro, já devolvido. E agora? Add vários culinaristas, chefs, internet e fui praticando. Voce foi minha mais forte inspiração por ter um lado parecido comigo. Venci? Ainda não... mas vou a luta. Aprendi muito, pesquisei muito e vou abrir alguma coisa (várias idéias) em casa mesmo, na garagem. Dindin não tenho, mas tenho ajuda e com fé em Deus e o seu incentivo vou conseguir sim. Obrigada e bjs

    ResponderExcluir
  6. Leonice e Mônica, obrigada por comentarem aqui. Pois é, nessas horas que algumas pessoas deveriam se perguntar: QUAL O SEU PROBLEMA MESMO? não é assim? Todas nós atravessamos dias difíceis e vencemos dia a dia as nossas lutas. Para Alyne, Rafael e tantas outras pessoas consideradas "deficientes" pq infelizmente ainda existe preconceito, com certeza é muito mais difícil. Grande lição para nós estes dois. Obrigada a vcs por me visitarem. Bjos.

    ResponderExcluir
  7. Mell que bom que temos uma pessoa como vc que nos mostra esses exemplos de vida, realmente temos que nos perguntar todos os dias "QUALÉ O MEU PROBLEMA MESMO??"
    Que Deus abençoe esse casal lindo e a vc Mell e todo sua família, obrigada por tudo que tem nos ensinado...
    Sol

    ResponderExcluir
  8. qmiga querida somos da nata antiga de blogs né mesmo e ficamos felizes em saber que podemos ajudar as outras pessoas e vc sabe muito bem o carinho que tenho por ti ..por isso que sempre que me perguntam de apostilas eu indico a sua ...amiga como é gostoso saber que estamos ajudando as pessoas né mesmo?? fico mega feliz amiga .... amiga parabens tu é uma querida mesmo ..sabia que te adoroooo
    muitas vezes as pessoas só querem saber de glamour e se esquecem das outras e vc esta sempre aqui ajudando ..sou feliz por ser sua amiga
    bjokas

    ResponderExcluir
  9. Que história linda! Mas poderia deixar o face deles para a gente curtir e até compartilhar as postagens deles. Abraços!! Amo seu blog e sempre estou aqui xeretando.....

    ResponderExcluir
  10. OI Sadhia, que fofa que vc é e muuuuuito obrigada pela indicação. Você também tinha que entrar nesse mundo dos cursinhos pq tem tudo prá isso né? E é mesmo, somos da nata antiga e mesmo os blogs hoje não sendo tão populares quanto as redes sociais, só nós que somos blogueiras é que sabemos quantos pauzinhos mexemos por trás e quantas pessoas conseguimos ajudar né não colega? Hoje justamente por causa dos cursos não consigo postar mais diariamente, mas tenho que responder comentários todos os dias de postagens antigas (e atuais) pq o blog taí, mesmo com publicação velha, mas rendendo frutos, graças a Deus. Eu fiquei mega feliz também de saber que vc ainda passeia por aqui também, kkkkk
    Um bjo e continua com esse sucesso seu aí. Fique na paz. Obrigada pela visitinha e comentário.

    ResponderExcluir
  11. Sol, obrigada por ler minha postagem. Hoje estou aqui com a Alyne ensinando ela a fazer coxinha direitinho. Tenho certeza que ela vai longe. Gostaria muito de estar perto, mas não dá, mas pelo esforço dela, sei que ela vencerá sempre. Bjo amore, fica com Deus.

    ResponderExcluir
  12. Hesthela, obrigada pelo comentário. Vou editar e colocar o face deles, ok? Bjo.

    ResponderExcluir
  13. Tõ besta como estes dois são valentes diante da vida! Pessoas assim, que seguem pela vida vencendo cada desafio, nos provam por A+B que "a fé é a certeza das coisas que não se vêem". E para quem diz que Deus não existe, diante desses fatos deveria antes calar a boca, porque não há outra explicação para coisas assim. Só Deus! Que Ele os continue abençoando sempre e também a Você, Mell querida, que sempre nos impulsiona a seguir adiante!

    ResponderExcluir
  14. OI Irene, agradeço por tirar um pouquinho do seu precioso tempo para ler minha postagem, viu? Pois é, e eu que vejo diariamente o quanto ela, a Alyne é esforçada pois praticamente todos os dias me chama para lhe dar uma aulinha, Depois ela retorna satisfeita pq conseguiu fazer mais algum doce ou salgado. Agradeço demais sua visitinha, viu amada? Um bjo procê e pro Dani.

    ResponderExcluir
  15. Amo esse blog estou lendo adorei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leuda, muito obrigada por visitar meu blog. Fiquei muito feliz com seus comentários. Te espero muito mais vezes, viu? Bjos.

      Excluir
    2. Obrigada Leuda pela visita. Bjos. Que bom que gostou.

      Excluir

Antes de comentar, saiba que:

- Antes de serem publicados, os comentários necessitam de aprovação. Ou seja, seu comentário não aparecerá na hora em que você o postou (geralmente, são aprovados em menos de 24h);
- Conteúdo ofensivo, propagandas, e propostas de parceria não serão aceitos nos comentários. No caso de interesse em parceria, entre em contato pelo meu e-mail melitaluzia@hotmail.com

VISITAS RECEBIDAS NO BLOG

Me tornando uma empreendedora

Meu blog foi criado em 2009, sendo que na época eu estava desempregada. A partir daí várias coisas ocorreram durante este período de modo que precisei alterar o meu perfil, como a minha idade e as ocupações que tive (trabalhos). Para tanto, deixo aqui registrado estas mudanças.

Em 2009 - 47 anos - Fui babá de duas meninas, cuidando delas em minha casa enquanto as mães trabalhavam.

Em 2010 - 48 anos - Continuei sendo babá de uma das meninas que cuidava antes, novamente em casa e no período em que ela ficava na escola eu trabalhava como Monitora de Crianças de 1 a 2 anos na Creche Filhos do Rei.

Final de 2010 para 2011 - Abri as portas do meu brechó na minha casa. Antes vendia dentro de casa mesmo.

Em 2011 - 49 anos - Brechó fechado para reforma da casa. Fui trabalhar numa pizzaria, à noite, como diarista e, aos 49 anos, consegui trabalhar de "Carteira Assinada" depois de seis anos sem registro. Trabalhei de abril/2011 a Jan/2012.

Início de 2012 - 50 anos - Saí do emprego por motivo de saúde ( a idade começou a pesar me causando muito inchaço nas pernas pelo fato de trabalhar mais de 8 horas em pé).

Maio de 2012 - Voltei novamente a trabalhar por conta própria com meu brechó, meus geladinhos, artesanatos e outras coisitas mais.

Junho de 2012 - Trabalho com meu brechó e sou babá de duas crianças na minha casa. Temos uma renda bem menor agora, pois meus filhos perderam a pensão do pai, mesmo eles sendo estudantes, sendo o mais novo universitário.

Julho de 2012 - Só trabalho com o Brechó agora. Não deu para conciliar brechó e ser babá ao mesmo tempo.

Agosto de 2012 - Me tornei Microempreendedora Individual. Agora, além do Brechó, continuo com os geladinhos e também produzo cupcakes.

Fevereiro de 2013 - 51 anos e agora, o quadro aqui em casa está quase se invertendo. A maior parte do sustento fica com meu filho mais velho, e o mais novo trabalha apenas para pagar a sua faculdade. A minha renda é apenas para complementar a do meu filho.

Setembro de 2013 - Meu filho mais novo está desempregado e trancou a matrícula na faculdade. O mais velho teve que deixar o emprego para ser estagiário de outro curso recebendo apenas 1/2 salário mínimo. Continuo com o brechó, atendendo de portas fechadas pois trabalho também com meus sorvetes, geladinhos, cupcakes e chocolates. Além disso dou cursos de fabricação de sorvete apostilados, pela internet (ensino à distância) Não dou conta de tudo se estiver com a loja aberta. Então, trabalho dentro de casa. Menos renda aqui em casa agora.

Novembro de 2013 - Meu filho mais novo agora trabalha com o pai na área de sorvetes. O mais velho conseguiu um outro emprego com efeito de estágio para o curso dele e passou a ganhar mais. E eu agora, além de tudo que faço também sou Consultora Independente Mary Kay.

Dezembro de 2013 - Isaac foi aprovado no Concurso da Polícia Militar de Minas Gerais e teve novamente que deixar um trabalho novo.

Janeiro de 2014 - Isaac foi morar sozinho com alguns colegas e começa o curso na PMMG

Fevereiro de 2014 - Minha principal fonte de renda agora são minhas apostilas.

Novembro de 2014 - Isaac agora é um Soldado Especialista (Tecnico em Eletrônica da PMMG) e voltou a morar aqui em casa. Status do coração da mãe dele...FELIZ DEMAIS!!!

Março de 2015 - Vou ser vovó. Meu filho Irving, o mais novo, vai ser papai.

Outubro de 2015 - Meu filho Irving, o mais novo é papai. Sou vovó da Sofia, ela nasceu no dia 03/10.

Julho de 2017 - Meu filho Irving também é um empreendedor do sorvete. Tem uma grande loja onde comercializa sorvetes e açaí. Filho de peixes, peixinho é.


LIBERDADE DE EXPRESSÃO - Também é importante esclarecer que este blog, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Nos referidos textos constitucionais, lê-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX).
A maioria das imagens deste blog foram encontradas na internet, portanto, sao públicas. Mas, se, porventura, alguém reconhecer como sua propriedade, favor entrar em contato comigo para que sejam dados os devidos créditos ou que seja retirado o conteúdo. Obrigada.

.