Seja bem vindo ao blog "SAÍDA DE EMERGÊNCIA". Este é um blog todo produzido para ajudar a você que decidiu trabalhar em casa. Espero que encontre aqui a ideia que está buscando. Conte comigo. Um abraço da Mell.
Este blog foi produzido para você que resolveu trabalhar em casa por vários motivos. As postagens são voltadas para mães que precisam de uma atividade lucrativa ou para desempregados. Aqui vc encontrará uma "saída de emergência" para a crise.

4 de setembro de 2009

Brechó Infantil


Criança é fogo. Não bastasse a trabalheira que dá para educá-las, elas ainda exigem uma verdadeira fortuna para montar o guarda-roupa. Afinal, o preço das roupas infantis costuma ser inversamente proporcional ao seu tamanho. Os gastos são ainda maiores nos primeiros anos de vida, quando os pimpolhos crescem em um ritmo assustadoramente rápido, deixando as roupas pequenas em pouco tempo. Em tempos de vacas magras como estes, é de esperar que as mães fiquem ainda mais aflitas na hora de gastar com a indumentária infantil.

Que tal, então, um negócio de venda de roupas infantis que foram deixadas de lado à medida que seus antigos donos iam crescendo? Estamos falando de um brechó de roupas e acessórios infantis, ou seja, uma loja especializada em artigos de segunda mão para bebês e crianças. É uma boa alternativa para os consumidores e, conseqüentemente, uma oportunidade de negócio para quem quer montar uma empresa própria.

O seu público será composto por mães e gestantes. Um ponto importante para o sucesso do seu negócio é a qualidade das roupas. Peças rasgadas ou manchadas serão automaticamente descartadas. No momento em que são recebidas, as roupas deverão ser lavadas e passadas, o que ajuda a dar uma boa impressão aos clientes. Outro diferencial importante, é a aparência do local. É essencial fugir do estigma de"bazar de caridade", com prateleiras desorganizadas, que costuma caracterizar lojas de artigos usados. "O brechó deve ter uma aparência tão bem cuidada como uma loja de shopping, com ambiente agradável e limpo". Tem brechós onde pessoas já entraram pensando que eram roupas novas, de tão bem organizadinho.

Aproveite para vender brinquedos, banheiras, berços e até carrinhos de bebês, tudo usado também, mas em perfeitas condições de uso. Uma sugestão para quem vai começar no ramo é trabalhar em consignação, ou seja, o fornecedor deixa a mercadoria com você e só recebe uma porcentagem, previamente combinada, quando a mercadoria é vendida.

Não é legal? Então, comece a contactar suas amigas e mãos à obra. Sucesso!

VISITAS RECEBIDAS NO BLOG

.