Seja bem vindo ao blog "SAÍDA DE EMERGÊNCIA". Este é um blog todo produzido para ajudar a você que decidiu trabalhar em casa. Espero que encontre aqui a ideia que está buscando. Conte comigo. Um abraço da Mell.
Este blog foi produzido para você que resolveu trabalhar em casa por vários motivos. As postagens são voltadas para mães que precisam de uma atividade lucrativa ou para desempregados. Aqui vc encontrará uma "saída de emergência" para a crise.

14 de julho de 2014

Ele tem 82 anos e é um empreendedor - Meu pai herói

Olá, pessoas queridas do meu coração! E aí? Semana abençoada começando né? Ontem, dia 13/07 foi o aniversário do meu "velho". Meu pai, Joaquim, a quem todos por aqui conhecem como Quincota, completou 82 anos de idade. Além de meu pai, é além de avô, muito PAI de verdade dos meus dois filhos pq foi ele quem nos acolheu e nos deu teto para morar. Como devo a este homem todo respeito e amor... Mas ontem, no dia do seu aniversário, nós, filhos, netos, genros e noras resolvemos nos reunir fazendo um almoço especial para ele, não só para comemorar o seu aniversário, mas também para celebrar a vida, por ele ter sobrevivido ao terrível acidente do dia 25/06 onde foi salvo, primeiro pela mão de Deus e segundo, pelo cinto de segurança. Eu nem tenho tido tempo suficiente para vcs, meus leitores, e até os meus negócios tem sofrido alterações pois não consigo, pelo menos por enquanto fazer divulgação como fazia antes, mas é por uma boa causa. Meu pai está comigo, aqui na casa dele, que é onde moro, e dos cinco filhos, sou eu que tenho maior disponibilidade para ficar com ele e por isso agora fico menos tempo na net. Graças a Deus ele está se recuperando bem, ainda tem algumas dores pelo fato de ter que dormir só de um lado pois está com o braço engessado e ainda tem alguns hematomas pelo corpo. Mas o que eu quero mostrar procês é que meu pai é um idoso empreendedor, sabiam? Nunca é tarde para começar. Meu pai sempre foi jornaleiro. É isso mesmo, ele era entregador de jornais, trabalhou nisso por 40 anos sem tirar férias, e quando parou, depois da minha mãe falecer, ele resolveu ir embora para a roça, numa outra cidade vizinha. Desde então, ele mora lá sozinho, num vilarejo chamado Casa de Telhas. E por ele ser muito ativo e o lugar muito parado, resolveu criar um jornal para animar o povo. Começou bancando do próprio bolso pq o "jornal" eram apenas duas folhas grampeadas e que euzinha aqui datilografava para ele na nossa velha máquina de escrever e tirávamos cópias para depois distribuir aos moradores do local. Nesse vilarejo tem apenas um comércio e meu pai resolveu, depois de alguns exemplares, pedir um patrocínio ao dono daquele bar/mercearia, e foi aí que ele começou a ter uma ajudinha. Passados oito anos, este anunciante continua conosco, e o jornal do meu pai, tem uma equipe que é formada por três pessoas apenas: ele, eu e meu filho Isaac, onde meu pai corre atrás da notícia, eu sou a redatora e elaboro algumas matérias e meu filho é o diagramador (aliás, nós somos tudo, repórteres, fotógrafos, enfim, nós fazemos tudo, kkkkkkk) mas meu pai é o único que corre atrás do patrocínio. 
 Meu pai no seu "escritório" na roça
De apenas um anúncio, hoje o jornal que começou com 2 páginas, atualmente tem 12, possui mais de 50 anunciantes, alguns colaboradores anônimos e uma página inteira paga por um órgão público e circula não só na zona rural onde começou, mas em quase toda a cidade de Jaboticatubas e parte da minha cidade, onde entregamos somente aos anunciantes e alguns conhecidos. Taí uma dica para você que pensa em fazer um jornal de bairro e ainda tem medo de começar. Inspire-se nele. Meu pai, com 82 anos, é cego de um olho, enxerga uns 30% do outro e anda de bengala com dificuldade, consegue tantos anunciantes, será que você não conseguiria também? Com este dinheiro ele paga a impressão e ainda sobra para o sustento dele, ajudando na sua pensão, aliás, ele provavelmente ganha mais com o jornal. Além desse trabalho, meu pai tem uma biblioteca formada só com livros doados pelos leitores do jornal e mantemos, eu e ele um serviço de doação de roupas e calçados às comunidades carentes da cidade. Por causa desse trabalho de cidadania, ele recebeu no ano passado o título de CIDADÃO BENEMÉRITO da cidade. Este título foi mais do que merecido pois naquela cidade não existe outro meio de comunicação impresso, só o dele.
É isso aí, gente. Nunca é tarde para empreender. Se você tem uma conta no FACEBOOK e quer conhecer como é este trabalho que meu querido pai e eu fazemos, clique no link abaixo e vcs poderão ver um exemplar todinho do jornalzinho com todos os anúncios, ok? Um bjo bem grande no coração de vcs, nunca desanimem, pois nunca é tarde.

ÁLBUM - Um pouco da história de "O CADITEENSE" e o seu criador:
https://www.facebook.com/mellucax/media_set?set=a.4992527785943.1073741843.1682111104&type=1

Ao comentar, aguarde resposta na mesma postagem. Deixe e-mail de contato se quiser resposta fora do blog

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar, saiba que:

- Antes de serem publicados, os comentários necessitam de aprovação. Ou seja, seu comentário não aparecerá na hora em que você o postou (geralmente, são aprovados em menos de 24h);
- Conteúdo ofensivo, propagandas, e propostas de parceria não serão aceitos nos comentários. No caso de interesse em parceria, entre em contato pelo meu e-mail melitaluzia@hotmail.com

VISITAS RECEBIDAS NO BLOG

.