Seja bem vindo ao blog "SAÍDA DE EMERGÊNCIA". Este é um blog todo produzido para ajudar a você que decidiu trabalhar em casa. Espero que encontre aqui a ideia que está buscando. Conte comigo. Um abraço da Mell.

CONHEÇA MINHA HISTÓRIA E PORQUE CRIEI ESTE BLOG PARA AJUDAR AS PESSOAS

Meu nome é Melita, mas muitos me conhecem como Mell Santos. Quero muito que você conheça um pouco da minha história de vida, como me tornei uma mulher empreendedora e porque decidi criar um blog para ajudar as pessoas a vencer na vida . Sou mineira, hoje tenho 54 anos, sou dona de casa, divorciada, microempresária e tenho dois filhos que são a minha alegria de viver. Sempre gostei de escrever, mas em 2009 resolvi criar este blog com o objetivo de encontrar e ajudar outras mulheres com histórias parecidas com a minha. Tendo como base a minha experiência de vida, mostro em várias postagens que precisei sozinha, aprender a ganhar dinheiro em casa. A idade e a experiência (mesmo tendo) não colaboraram para que eu conseguisse um emprego fixo, e pensão alimentícia (quando havia) mal dava para os alimentos. Enfim, eu não sou ex-mulher de nenhum jogador de futebol famoso, mas a verdade é que fiquei sozinha com dois filhos pequenos e sem dinheiro. Não foi uma história fácil de ser vivida e só quem passou por isso é que sabe como é doloroso. Assim, me tornei por muito tempo uma "pãe" (pai e mãe), e além de cuidar deles, teria que trabalhar. Sem solução e sem a ajuda de ninguém, por quinze anos me desdobrei para criar, educar e ajudar no sustento dos dois homens da minha vida. O que você faria se tivesse que viver uma situação dessas, viver "tempos de vacas magras"? O que você faria se precisasse trabalhar e não pudesse sair de casa? Enfrentei o abandono de quem eu julgava serem meus amigos, tive momentos de desespero por causa de dívidas e despreparo financeiro, sofri momentos angustiantes e uma depressão muito forte, mas consegui, mesmo com muito sofrimento dar a volta por cima, trabalhando sempre...dentro de casa. Teve que haver uma saída para mim, e eu lhe digo que para você que enfrenta uma situação parecida, também há. Por isso, dei ao blog o título de "SAÍDA DE EMERGÊNCIA" porque tive que descobrir que meu sustento tinha que sair de dentro da minha casa pois além de trabalhar, eu precisava cuidar dos meus meninos, não tinha com quem deixá-los e nem condições para pagar alguém que cuidasse deles para mim. Assim, descobri várias "saídas" para fugir do desespero. Não, não fiquei rica! E nem quero. Sei muito bem que dinheiro ajuda, mas ele pode trazer também muita infelicidade. O dinheiro compra a cama, mas não paga o sono. Desde então, faço de tudo um pouco e nunca fiquei parada. Como o emprego fixo era bem difícil de se conseguir, criei os meus "bicos" até me tornar dona do meu próprio negócio. Por muito tempo o que eu ganhava podia até ser pouco, mas era um dinheiro justo e dava para nós três. Aprendi também a administrar. Ganhei meu dinheiro honestamente e o melhor, dentro da minha casa, tudo formalizado e assim pude cuidar e criar melhor os meus (agora) rapazes! Depois destes anos todos cuidando deles sozinha e sempre trabalhando, agora estamos na fase do quadro se inverter e meus filhos passando a ser responsáveis pela maior parte das nossas despesas, mas assim mesmo continuo ajudando com meu negócio próprio. Hoje, sou uma instrutora de gelados comestíveis e de culinária, consultora de pequenos negócios domésticos e dou cursos pela internet, Meus cursos são reconhecidamente aprovados e já levei muitas pessoas a vencer como eu. Já não ganho apenas uma "renda extra", eu sou uma microempresária de sucesso. E é isso que eu quero para você também. Portanto, as dicas deste blog não tem a finalidade de mostrar que uma pessoa pode ganhar "rios" de dinheiro da noite para o dia, mas, elas podem funcionar como "Saída de Emergência" num momento difícil. No desespero, muitas vezes não conseguimos ver que bem diante de nossos olhos, ou melhor, dentro da nossa casa está a solução, e por isso, vou tentar mostrar que existem grandes oportunidades para trabalhar assim, muitas vezes com pouco ou quase nenhum capital, podendo até mesmo, um dia, estas atividades se tornarem o sustento da sua família. Espero que todo o conteúdo do blog seja de grande utilidade para vocês.

(Acompanhe no final da página - Mudanças no meu Perfil. De acordo com as datas de postagem do blog, vocês verão como fui trabalhando e nos sustentando.
 
É proibida a reprodução total ou em partes de imagens e artigos deste blog em outros blogs, sites ou páginas do Facebook e outras redes sociais sem os créditos devidos ou sem autorização da autora do blog. (Cópias sem créditos caracterizam Plágio. Este crime está previsto no artigo 184 do Código Penal de acordo com a Lei 9.610/98 dos Direitos Autorais)

Jeitinho legal de vender brigadeiro...

Ai, Jesus! Falta de inspiração e tédio na vida, cumé que faz??? Preciso postar alguma coisa senão meus leitores acabam me abandonando. Como a inspiração não chega e eu tenho um bom motivo prá isso (falta de tempo e tédio por causa de algumas pessoas mesmo!) liguei o pc e decidi procurar alguma coisinha do tipo "faça e venda" procês. Primeiramente pensei nos arranjos florais de novo por causa do "Dia das Mães", mas o que me apareceu primeiro foi um brigadeiro delicioso que ninguém vai resistir, uau!!! E eu achei mais interessante ainda foi o jeito maneiro da repórter que decidiu fazer isso. Foi muito show o vídeo dela! Ela conseguiu mostrar não só como fazer, mas COMO vender o brigadeiro, usando algumas armas tipo o sorriso, algumas frases ditas com humor como o "o bombom não engorda, o que engorda é você!". A todos ela disse que precisava de dinheiro, e concordo também, porque a gente tem que ser clara, explicando o porque da gente estar vendendo certo produto. Por que não contar? Tem que contar sim, afinal, aquilo é para ajudar no nosso sustento, né não? Ela só foi inexperiente numa coisinha: nem colocou os docinhos numa forminha, né? E você não pode deixar de fazer isso porque o cliente não pode pegar diretamente o doce com a mão, ok? E uma embalagem, mesmo que simples, faz muita diferença. Então, vamos lá? Vamos assistir? Adorei, e eu espero sinceramente que gostem. Um grande bjo da Mell.
                     
 POR FAVOR, DEIXE UM E-MAIL DE CONTATO PARA RESPOSTA. e AGUARDE A RESPOSTA NA MESMA POSTAGEM

20 comentários:

  1. Ola Mell... aqui e Nona, centenas de anos que nao venho aqui por falta de tempo mesmo.
    Semana passada fui dar aula de ingles a uma senhora , bem ela faz chinelos tipo havaianas e perguntou se eu gostaria de revende-los. Perguntei se eu podia pegar em consiginacao, ela disse que nao. O preco para eu comprar e 4,00 reais cada par. Bem, ela disse que nao faz consignacao mas que os chinelos que eu nao vender, ela troca por outras cores ou outros numeros. Vale a pena?
    Aquardo sua resposta
    Beijo
    Nona

    ResponderExcluir
  2. Oi, NOna, senti sua falta mesmo, mas que bom que vc estava era trabalhando. Então, que chinelos são esses? São simples chinelos? ou são bordados? Eu creio que são bem simples mesmo e sem bordar, né? por que o preço é muito pequeno. Pense assim: você compraria um chinelo desses? Ele é durável, bonito, pode ser vendido por um bom preço? Se vc responder que não compraria, que ele não é tão durável quanto os que tem no mercado e se o preço é inferior aos que se vendem por aí, é pq você não deve vendê-los. Se, por outro lado, vc compraria pq são bons, duráveis e bonitos, porque não? Você também teria um público alvo para comprá-los?
    Sinceramente, não acho viável, ainda mais que não pode ser consignado. Não invista numa coisa duvidosa, amiga. Não menosprezando o trabalho dela, mas uma havaiana nem é tão cara assim, né? E também acho que é um produto que não se vende todo dia.
    Esta é a minha opinião, precisamos vender algo que tenha boa saída, senão o dinheiro não entra mesmo.
    Bjos, vê se aparece mais. Tudo de bom prá vc.

    ResponderExcluir
  3. Complementando Nona. Seria uma boa vender chinelos assim se você fosse a distribuidora, deixando muita quantidade em lojas, por exemplo. É vantagem para ela que faz e repassa, mas para vc que venderia as unidades, não seria viável. Espero que tenha entendido. Bjaum.

    ResponderExcluir
  4. Queria Mell, muitissimo obrigada.
    Nao posso ficar me apoiando somente em aulas de Ingles porque professor de modo geral tem um rendimento pequeno, Tambem faco roupinhas de bebe em croche vender? vende;mas ainda preciso de algo mais.
    Obrigada pela informacao sobre os chinelos.
    Bj
    Nona

    ResponderExcluir
  5. Outra pergunta que sempre me faco: Um dia como a senhora sabe sonho em ter um brecho somente para meninas,entao eu pergunto: Como e esta "coisa" da seguranca: Fica com as portas abertas mesmo o dia todo na rua? Nao vou ter um brecho agora. Nao mesmo. Vou continuar dando aula por muito tempo... mas quero saber.
    Outro beijo
    Nona
    Obrigada por tudo!!

    ResponderExcluir
  6. Oi,Mell!Amei a dica,não para fazer,pois sou uma negação nos doces,meu foco é mais pro salgado quando faço.Mas pela questão em si,de variedades que tem no seu blog .Afinal de contas cada um nasceu com um talento(rsrsrs).Fica a dica das embalagens simples,até a sofisticada do quanto se pode ganhar dinheiro com doces,como vc enfatiza.No meu face tem uma loja daqui de Nova Friburgo-Rj,chamada ''Brigadeiro da Serra'',é de encantar os olhos e de dar água na boca.Fica a dica...Bjs-Juliana-Nova Friburgo-rj

    ResponderExcluir
  7. Oi Nona, meu brechó é como qualquer comércio do meu bairro. A porta fica mesmo aberta durante todo o período da tarde, pois não trabalho de manhã. Este tempo eu separo p/sair p/pagar contas, fazer compras e cuidar da casa. Mas tenho um certo medo e estou pensando seriamente em colocar um porta de vidro reforçada e manter fechada, abrindo somente quando chegar algum cliente. Um dia destes foi terrível por aqui. Só Deus prá cuidar da gente mesmo, pois é tanta violência, né? Mas precisamos trabalhar, fazer o que? Bjos, querida.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Juliana, minha querida! Você sempre passa por aqui também, né? Pois é, eu gosto de doces e você de salgados. Se morássemos perto, a gente abrir uma loja de festas, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Obrigada pela sua visitinha mais uma vez. Bjos.

    ResponderExcluir
  9. Obrigada por tudo e tenha uma boa semana com saude e muitas vendas.
    Bj
    da Nona

    ResponderExcluir
  10. Adorei as dicas para fazer o brigadeiro caseiro estou tentando começar aqui meu próprio negocio de vendas de brigadeiros , me ajudou muito...

    ResponderExcluir
  11. Obrigada pela visita Tonyrson. Boa sorte prá vc, volte outras vezes. Bjos.

    ResponderExcluir
  12. Olá Mell meu nome é Simone, li a sua história e me identifiquei muito com você tenho 2 filhos pequenos Ana Luiza de 5 anos e Daniel Filho de 2 anos e 6 meses e acabei de me separar, não está sendo nada fácil para mim enfrentar essa situação o meu filho pequeno chama pelo pai todos os dias, no momento estou meio depressiva mas preciso me reerguer tocar a vida para frente e como nunca trabalhei fora(o meu marido nunca deixou)e estou querendo fazer algo para vender me interessei muito pelo vídeo da venda de brigadeiros mas não sei por onde começar, gostaria de um auxilio seu. Aguardo a sua resposta. Beijos. Simone. belezarara2005@hotmail.com.

    ResponderExcluir
  13. Simone, me desculpa a demora, eu estava viajando e só hoje retornei. Eu preciso saber qual tipo de ajuda pois cada caso é um caso. Se vc visitar as postagens do blog eu creio que encontrará as dicas que precisa. Tire um tempinho prá isso e visite as categorias, ok? Obrigada pela visita. Bjos.

    ResponderExcluir
  14. Olá Mel! Tenho 26 anos e toda vez que penso em ganhar um dinheiro extra me vem na cabeça o brigadeiro. Infelizmente não tenho como abrir uma loja, pensei em divulgar em um blogger. O que você acha?

    ResponderExcluir
  15. Oi Dalliane, tudo bem? Obrigada por vir e por comentar. É o seguinte, blog é bom demais, viu? Mas não pense em eficiência pq é preciso um público muito grande e muitíssima divulgação sem ser incômodo, entende? Vc pensa em vender somente pela net? Não né? Vc precisa divulgar é entre o povo do mundo real mesmo, comece com seus colegas, vizinhos, parentes. Faça alguns para degustação, não é prejuízo. No caso de querer usar a net o melhor seria o Facebook, certo? Além de divulgar no seu perfil, abra uma página, é muito mais eficiente do que um blogger, ok? Pq no face, o povo curte, vc pode postar no perfil dos amigos diretamente e aí vai sendo compartilhado. Não se esqueça que não se pode ter apenas UM produto, tenha outros pq vc precisa oferecer variedades. Faça do brigadeiro o seu carro chefe, seu produto principal, mas tenha outras guloseimas. Bjos, torço por vc. Volte mais vezes!

    ResponderExcluir
  16. olá pessoal meu nome é gisele hoje estou desempregada com um filho pequeno de 2 anos e acho realmente que trabalhar fora é complicado quando se tem filho pequeno.mas quero muito ajudar meu marido e ultimamente a idéia do brigadeiro esta batendo forte na minha cabeça sabe o meu filho estuda a tarde e eu gostaria que nesse periodo eu pudesse sair nas ruas e vender brigadeiros,é um tempo curto mas eu creio que poderei ganhar algum dinheiro...gostaria de opiniões se é seguro vender em pontos comerciais como lojas e empresas,preciso realmente ter um alvará pra isso? me ajudem como faço..se eu não tiver tem problemas?

    ResponderExcluir
  17. ok sem problemas quero apenas a opinião sou iniciante e preciso de ajuda

    ResponderExcluir
  18. Oi Gisele, não entendi este último comentário pq eu nem respondi ainda! kkkk

    Mas olha, é o mesmo caso da Dalliane que me falou antes de vc, ok? Pense sim em vender os brigadeiros, mas tenha outras opções pq o povo vai querer coisas diferentes. Para deixar em lojas, em outros comércios vc precisa ter pelo menos nota fiscal para repassar. Se quiser abrir um ponto precisa de alvará sim e por ser alimento precisa de aprovação da vigilãncia sanitária, ok? Muitas pessoas vendem na informalidade, e vc pode vender também, por um tempo. Se ver que deu certo, então continue e se formalize. Espero ter ajudado. Bjos.

    ResponderExcluir
  19. Oii mell !!!
    meu nome é Laila e tenho 11 aninhos hehe
    Olha você me ajudou muito hein eu e a minha amiga queremos ir no cinema mais estamos sem dinheiro então eu pensei em vender alguma coisa ai me veio a idéia do brigadeiro e pesquisei então encontrei esse post, amei mesmo nós vamos vender brigadeiros terça feira !!! Bjos <3

    ResponderExcluir
  20. Que legal Laila, adorei seu comentário no meu blog viu? Tô aqui torcendo por vcs, bjaum da Mell.

    ResponderExcluir

Antes de comentar, saiba que:

- Antes de serem publicados, os comentários necessitam de aprovação. Ou seja, seu comentário não aparecerá na hora em que você o postou (geralmente, são aprovados em menos de 24h);
- Conteúdo ofensivo, propagandas, e propostas de parceria não serão aceitos nos comentários. No caso de interesse em parceria, entre em contato pelo meu e-mail melitaluzia@hotmail.com

LIBERDADE DE EXPRESSÃO - Também é importante esclarecer que este blog, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Nos referidos textos constitucionais, lê-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX).
A maioria das imagens deste blog foram encontradas na internet, portanto, sao públicas. Mas, se, porventura, alguém reconhecer como sua propriedade, favor entrar em contato comigo para que sejam dados os devidos créditos ou que seja retirado o conteúdo. Obrigada.

.