DIREITOS AUTORAIS - É proibida a reprodução total ou em partes de imagens e artigos deste blog em outros blogs, sites ou páginas do Facebook,, Whats App e outras redes sociais sem os créditos devidos ou sem autorização da autora do blog. (Cópias sem créditos caracterizam Plágio. Este crime está previsto no artigo 184 do Código Penal de acordo com a Lei 9.610/98 dos Direitos Autorais)

CONHEÇA MINHA HISTÓRIA DE VIDA

Olá, eu sou Mell Santos, autora desse blog e sou também criadora de conteúdo no YouTube através do canal Cozinha Lucrativa Oficial. Quero muito que você conheça um pouco da minha história de vida, como me tornei uma mulher empreendedora e porque decidi criar um blog para ajudar as pessoas a vencer na vida . Sou mineira, hoje tenho 58 anos, sou dona de casa, divorciada, microempresária e tenho dois filhos que são a minha alegria de viver. Sempre gostei de escrever, mas em 2009 resolvi criar esse blog com o objetivo de encontrar e ajudar outras mulheres com histórias parecidas com a minha, uma história de abandono mas também uma história de superação. Tendo como base a minha experiência, mostro em várias postagens que precisei sozinha, aprender a ganhar dinheiro em casa. A idade e a experiência (mesmo tendo) não colaboraram para que eu conseguisse um emprego fixo, e pensão alimentícia (quando havia) mal dava para os alimentos. Enfim,  a verdade é que fiquei sozinha no mundo com dois filhos pequenos e sem dinheiro. Não foi uma história fácil de ser vivida e só quem passou por isso é que sabe como é doloroso. Assim, me tornei por muito tempo uma "pãe" (pai e mãe), e além de cuidar deles, teria que trabalhar. Sem solução e sem a ajuda de ninguém, por quinze anos me desdobrei para criar, educar e ajudar no sustento dos dois homens da minha vida. O que você faria se tivesse que viver uma situação dessas, viver "tempos de vacas magras"? O que você faria se precisasse trabalhar e não pudesse sair de casa? Enfrentei o abandono de quem eu julgava serem meus próximos, aqueles que sempre estiveram dentro da minha casa enquanto casada; tive momentos de desespero por causa de dívidas e despreparo financeiro, sofri momentos angustiantes e uma depressão muito forte, mas consegui, mesmo com muito sofrimento, dar a volta por cima, por amor aos meus filhos pequenos e trabalhando sempre... dentro de casa. Teve que haver uma saída para mim, e eu lhe digo que para você que enfrenta uma situação parecida, também há. Por isso, dei ao blog o título de "SAÍDA DE EMERGÊNCIA" porque tive que descobrir que meu sustento tinha que sair de dentro da minha casa pois eu não podia sair, tinha que cuidar dos meus meninos, não tinha com quem deixá-los e nem condições para pagar alguém que cuidasse deles para mim. Assim, descobri várias "saídas" para fugir do desespero. Não, não fiquei rica! E nem quero. Sei muito bem que dinheiro ajuda, mas ele pode trazer também muita infelicidade, foi o que aconteceu no meu casamento. Eu comecei um negócio, deu certo, o marido investiu pq viu o sucesso, o dinheiro entrou e depois dele nada mais foi o mesmo. O que eu construí foi tirado de nós e dado a outra pessoa.   Desde então, faço de tudo um pouco e nunca fiquei parada, mas essa foi minha única opção pois precisávamos sobreviver. Minha história daria vários livros. Como o emprego fixo era bem difícil de se conseguir, criei os meus "bicos" até me tornar dona do meu próprio negócio. Por muito tempo o que eu ganhava podia até ser pouco, mas era um dinheiro justo e dava para nós três. Aprendi também a administrar. Ganhei meu dinheiro honestamente e o melhor, dentro da minha casa, surgiu o MEI no meio disso tudo, e então pude ter tudo formalizado e assim pude cuidar e criar melhor os meus (agora) dois grandes homens! Depois destes anos todos cuidando deles sozinha e sempre trabalhando, chegou a fase do quadro se inverter e eles passaram a ser responsáveis também por parte das nossas despesas, mas assim mesmo continuei sempre ajudando com meu negócio próprio. Muitas coisas aconteceram nesses 21 anos. Foi muito choro, mas muitas vitórias. Temos, nós três, algumas cicatrizes que sempre irão nos lembrar do grande amor de Deus. Nunca mais abri um comércio fora e até hoje me cobram isso, mas não quero mais. Me descobri uma "professora", vi que eu tinha o dom de ensinar. Perdi tudo para outra pessoa, porém ficou o conhecimento de tudo que aprendi dentro da minha fábrica de sorvetes. Me tornei uma instrutora de gelados comestíveis e de culinária, consultora de pequenos negócios domésticos e dou cursos pela internet. Pelas redes sociais fiquei conhecida, ajudei muitas mães e pais desempregados a começarem em casa como eu. Meus cursos são reconhecidamente aprovados e já levei muitas pessoas a vencer como eu. Já não ganho apenas uma "renda extra", eu sou uma microempresária de sucesso. E é isso que eu quero para você também.  
.
Eu e meus filhos vencemos sem tirar nada de ninguém e vencemos somente com a ajuda de Deus. Hoje eles são casados, tenho uma netinha, a Sofia, filha do meu mais novo. Não somos ricos, mas nada nos falta porque aprendemos a administrar e estamos dia a dia conquistando muito. E o mais importante, vencemos sem tirar nada de ninguém e sem prejudicar ninguém, como fizeram conosco. E só nós sabemos o desenrolar de toda a história, só nós entendemos algumas coisas, entendemos enfim que DEUS É BOM O TEMPO TODO. Ele é Fiel. Entendemos que na nossa maior perda, Deus nos havia de nos dar lucro. Quanto aprendemos nestes 20 anos! Em tudo Deus realmente tinha um propósito e por isso nossa história serve de testemunho para vc que pensa em desistir. Não pense em fazer isso, mesmo que vc pense que Deus está calado vendo os outros prosperarem, entenda... DEUS TEM UM GRANDE PROPÓSITO PARA SUA VIDA. Basta apenas crer. Todos os dias experimentamos mais e mais do grande amor de Deus e dos planos dEle para nós.
.
As dicas deste blog não tem a finalidade de mostrar que uma pessoa pode ganhar "rios" de dinheiro da noite para o dia, mas, elas podem funcionar como "Saída de Emergência" num momento difícil. No desespero, muitas vezes não conseguimos ver que bem diante de nossos olhos, ou melhor, dentro da nossa casa, em nossa cozinha principalmente, está a solução, e por isso, vou mostrar que existem grandes oportunidades para trabalhar assim, muitas vezes com pouco ou quase nenhum capital, podendo até mesmo, um dia, estas atividades se tornarem o sustento da sua família. Espero que a minha história lhes motive a lutar, e que todo o conteúdo do blog seja de grande utilidade para vocês.
.
Se inscreva lá no meu canal COZINHA LUCRATIVA OFICIAL no You Tube e aprenda comigo como começar na sua cozinha um pequeno negócio com receitas econômicas, práticas e fáceis.

.
* Meu blog foi criado em 2009, sendo que na época eu estava desempregada. A partir daí várias coisas foram acontecendo em minha vida. E eu gostaria de registrar aqui estas mudanças:

Em 2009 - 47 anos - Fui babá de duas meninas, cuidando delas em minha casa enquanto as mães trabalhavam.
Em 2010 - 48 anos - Continuei sendo babá de uma das meninas que cuidava antes, novamente em casa e no período em que ela ficava na escola eu trabalhava como Monitora de Crianças de 1 a 2 anos na Creche Filhos do Rei.
Final de 2010 para 2011 - Abri as portas do meu brechó na minha casa. Antes vendia dentro de casa mesmo.
Em 2011 - 49 anos - Brechó fechado para reforma da casa. Fui trabalhar numa pizzaria, à noite, como diarista e, aos 49 anos, consegui trabalhar de "Carteira Assinada" depois de seis anos sem registro. Trabalhei de abril/2011 a Jan/2012.
Início de 2012 - 50 anos - Saí do emprego por motivo de saúde ( a idade começou a pesar me causando muito inchaço nas pernas pelo fato de trabalhar mais de 8 horas em pé).
Maio de 2012 - Voltei novamente a trabalhar por conta própria com meu brechó, meus geladinhos, artesanatos e outras coisitas mais.
Junho de 2012 - Trabalho com meu brechó e sou babá de duas crianças na minha casa. Temos uma renda bem menor agora, pois meus filhos perderam a pensão do pai, mesmo eles sendo estudantes, sendo o mais novo universitário.
Julho de 2012 - Só trabalho com o Brechó agora. Não deu para conciliar brechó e ser babá ao mesmo tempo.
Agosto de 2012 - Me tornei Microempreendedora Individual. Agora, além do Brechó, continuo com os geladinhos e também produzo cupcakes e outros doces.
Fevereiro de 2013 - 51 anos e agora, o quadro aqui em casa está quase se invertendo. A maior parte do sustento fica com meu filho mais velho, e o mais novo trabalha apenas para pagar a sua faculdade. A minha renda é apenas para complementar a do meu filho.
Setembro de 2013 - A partir daqui comecei a dar cursos de fabricação de gelados comestíveis e outros, pela internet (ensino à distância). Não dei conta de tudo se estiver com a loja aberta. Então, trabalho dentro de casa.
2014 - Agora eu tenho uma editora de cursos digitais onde sou produtora. Ensino às pessoas a ganhar dinheiro em casa com pouco investimento.
2015 adiante - Aconteceram muitas coisas, meu negócio de cursos cresceu, meus filhos se casaram e prosperamos cada dia mais segundo a vontade de Deus.

.