Seja bem vindo ao blog "SAÍDA DE EMERGÊNCIA". Este é um blog todo produzido para ajudar a você que decidiu trabalhar em casa. Espero que encontre aqui a ideia que está buscando. Conte comigo. Um abraço da Mell.
Este blog foi produzido para você que resolveu trabalhar em casa por vários motivos. As postagens são voltadas para mães que precisam de uma atividade lucrativa ou para desempregados. Aqui vc encontrará uma "saída de emergência" para a crise.

Reflexão - Matando um leão por dia...

A capacidade de luta que há em você precisa de adversidades para revelar-se.

Autor: Pierre Schurmann


Outro dia fui almoçar com um amigo, hoje chegando perto de seus 70 anos. Gosto disso. Depois de um almoço longo, no qual falamos bem pouco de negócios, mas muito sobre a vida, ele me perguntou sobre meus negócios.
Contei um pouco do que estava fazendo e, meio sem querer, disse a ele: "Pois é... empresário, hoje, tem de matar um leão por dia".
Sua resposta, rápida e afiada, foi: "Não mate seu leão. Você deveria mesmo era cuidar dele".
Fiquei surpreso com a resposta e ele provavelmente deve ter notado minha surpresa, pois me disse: "Deixe-me contar-lhe uma história que quero compartilhar com você".
Segue mais ou menos o que consegui lembrar da conversa:
"Existe um ditado popular antigo dizendo que temos de "matar um leão por dia". E por muitos anos, eu acreditei nisso, e acordava todos os dias querendo encontrar o tal leão. A vida foi passando e muitas vezes me vi repetindo essa frase. Quando cheguei aos 50 anos, meus negócios já tinham crescido e precisava trabalhar um pouco menos, mas sempre me lembrava do tal leão, afinal, quem não se preocupa quando tem de matar um deles por dia? Pois bem. Cheguei aos meus 60 anos e decidi que era hora de meus filhos começarem a tocar a firma. Mas qual não foi minha surpresa ao ver que nenhum dos três estava preparado!
A cada desafio que enfrentavam, parecia que iam desmoronar emocionalmente, e para minha tristeza, tive de voltar à frente dos negócios, até conseguir contratar o Paulo, que hoje é nosso diretor geral. Este "fracasso" me fez pensar muito: O que fiz de errado no meu plano de sucessão?
Hoje, do alto dos meus quase 70 anos, eu tenho uma suspeita: "a culpa foi do leão".
Novamente, eu fiz cara de surpreso. O que o leão tinha a ver com a história?
Ele, olhando para o horizonte, como que tentando buscar um passado distante, me disse: "É, pode ser que a culpa não seja cem por cento do leão, mas fica mais fácil justificar dessa forma. Porque, desde quando meus filhos eram pequenos, dei tudo para eles. Uma educação excelente, oportunidade de morar no exterior, estágio em empresas de amigos. Mas, ao dar tudo a eles, esqueci de dar um leão para cada um deles, que era o mais importante. Meu jovem, aprendi que somos o resultado de nossos desafios.

"A capacidade de luta que há em você, precisa de adversidades para revelar-se."


Com grandes desafios, nos tornamos grandes. Com pequenos desafios, nos tornamos pequenos. Aprendi que, quanto mais bravo o leão, mais gratos temos de ser, por isso, aprendi a não só respeitar o leão, mas a admirá-lo e a gostar dele.

MORAL DA HISTÓRIA

Não devemos matar um leão por dia, mas sim cuidar do nosso. Porque o dia em que o leão, em nossas vidas morrer, começaremos a morrer junto com ele... Depois daquele dia, decidi aprender a amar o meu leão. E o que eram desafios se tornaram oportunidades para crescer e ser mais forte nesta ‘selva’ em que vivemos.

Pense nisso...
(Encontrei este texto em vários sites)

Doce, Doce, Doce...Algodão Doce!

Olá, pessoas queridas do meu core. Chegando agora do trabalho e com aquela sensação de que estou devendo postagens no blog (a minha cara não queima, né?). Então vamos lá, tem uma dica que trago guardada há tempos e hoje vou postar para vocês.
Alguém aqui já pensou em ganhar dinheiro com algodão doce? Uma vez vi numa comunidade do orkut o pessoal falando sobre isso e todo mundo dizendo que é um dos produtos mais baratos para venda e que tem um retorno financeiro muito bom. Gente, crianças e adultos adoram algodão doce, e é um produto que você pode vender em festas, quer sejam infantis ou não, em pequenos ou grandes eventos, em parques, em escolas, na rua, enfim, em todo lugar. Aqui na minha cidade tem um velhinho que sempre aparece com sua buzina. Quando toca aquela buzina a criançada aparece em alvoroço. As máquinas custam a partir de R$ 200,00, pois você pode comprar daqueles modelos compactos para serem usados em casa, e as mais caras, as profissionais custam em torno de R$ 800,00. Com as vendas você conseguirá facilmente repor o gasto com a compra da máquina, pois poderá vender de R$ 1,00 a R$ 2,00, sendo que vai gastar mais ou menos R$ 0,30 a R$ 0,50, no máximo, por unidade. Pelas minhas pesquisas, elas são super simples de manusear, basta ligar e segurar o palito e ir puxando os fios de açúcar que vão aparecendo e assim vai sendo formado o rolo de algodão doce. Claro que tem que ter uma certa habilidade, mas aí você treina bastante em casa antes de fazer para vender. O máximo que pode acontecer é você perder alguns quilos de açúcar, hehehe. Para fazer a delícia você só vai precisar de açúcar e corante alimentício. Se puder adquirir uma, terá várias oportunidades de alugar a sua máquina, que pode ser por algumas horas apenas, e aí, você tem a opção de ir manuseá-la (o que seria ideal) ou deixar aos cuidados de alguém responsável na festa. Vai ser um sucesso nas festas infantis e em escolas. Que tal, gostaram da ideia? Do jeito que eu sou doida, ainda invento de comprar uma para mim, assim vou encher mais o meu cofrinho, né não? Pensa bem...vai perder esta chance de ganhar dinheiro de uma forma tão doce? Vou ficando por aqui, queridos. Espero que tenham gostado da dica. Um bjo e até mais.

VISITAS RECEBIDAS NO BLOG

.