Seja bem vindo ao blog "SAÍDA DE EMERGÊNCIA". Este é um blog todo produzido para ajudar a você que decidiu trabalhar em casa. Espero que encontre aqui a ideia que está buscando. Conte comigo. Um abraço da Mell.
Este blog foi produzido para você que resolveu trabalhar em casa por vários motivos. As postagens são voltadas para mães que precisam de uma atividade lucrativa ou para desempregados. Aqui vc encontrará uma "saída de emergência" para a crise.

Por que não pensei nisso antes?

Ei, gentem! Nem preciso falar que demorei a postar de novo, né? Agora já aprendi que não preciso ficar pedindo desculpas todo dia que houver atraso nas postagens, pq vcs sabem que sou uma mulher hiperativa e faço mil e uma coisas de uma vez, né? Então, por causa dessa minha hiperatividade (todo DDA* sabe do que tô falando, hihihihihihi) inventei outra categoria pro meu blog e pode ser que não agrade alguns, pq sempre tem um chato que não vai gostar das minhas ideias mirabolantes, né? mas tenho certeza que vou agradar a maioria, ai que bom! Pois é...então...acabei de criar a categoria "Por que não pensei nisso antes?". Tava aqui, precisando postar, sem ideias e fui fuçar meus favoritos. Entrei num site, não agradei, mas fui num link lateral que me levou a procurar uma coisa que não tinha nada a ver com o que eu tava procurando, lógico, e aí a minha hiperatividade entrou em ação e me fez esquecer do que eu queria e já mudei de "procurar algo para postar" para "criar um novo album no orkut". Comecei a procurar por "ideias geniais" e achei um montão de coisas do tipo "por que não pensei nisso antes?", e aí bati o olho numa coisa que à primeira vista é uma coisa boba, mas tão boba de se olhar, mas que para as mulheres que adoram um decote, é tudo! Pensei cá com meus botões: "Uai, e esse negócio é capaz de vender, gente!" E como tem doido prá inventar, tem doido prá vender e tem doido prá comprar, claro...E nós, que estamos aqui atrás de um troco, podemos nos perguntar: "E POR QUE NÃO?" kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Gente do céu, eu vou tratar de fazer o meu, e usar prás minhas amigas apreciarem. Logo vão perguntar "que blusa bonita!", eu vou mostrar que não é uma blusa, elas perguntam onde tem prá comprar e eu ofereço para vender, é óbvio! Ah, temos que fazer isso antes que a Polishop invente de fazer por aqui e tirar a nossa freguesia, meninas...
Taí o produto, tá em inglês, mas dá para entender direitinho. Pode até tirar o som, se quiser, que vcs vão entender do que se trata. Nunca vi isso por aqui, e eis a nossa chance!


*DDA - Distúrbio de Déficit de Atenção (vulgo hiperativo), desculpa de quem faz mil coisas ao mesmo tempo e não prende a atenção numa coisa só (exemplo: eu)

P.S. - tive que tirar os acentos da palavra ideia...de novo, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Saco!

Posso dar uma dica bem legal para o Carnaval?

Bom dia, meus queridos leitores! E aí? Sem grana? Precisando ganhar um urgente? Pois é, carnaval taí às portas e você na maior dureza, né? Pois a minha postagem de hoje é meio engraçada, mas é uma dica legal até demais. Navegando pela net dei de cara com esta imagem que me chamou a atenção e me inspirou a criar o post de hoje, e saquei que poderia ser uma boa ideia para você lucrar bastante durante os dias de folia, principalmente se você mora num lugar privilegiado, onde tem um bom carnaval, a concentração de foliões é intensa e melhor ainda: tenho certeza que ninguém teve essa idéia tão criativa aí pelas suas bandas. Só achei um pouco caro (poxa, uma mijada R$ 5,00? kkkkkkkkkk) mas tem gente que paga, depende do lugar e da necessidade, né? Mas se achar caro, coloque um preço acessível de acordo com o local. Ali estão cobrando para usar o banheiro, para dormir, para tomar uma mangueirada para refrescar e para outras cositas mais, hehe. Mas se você só tem um banheiro para alugar, use a criatividade para isso também, oras! Fique sempre atento para dar uma limpeza geral de vez em quando e repor o papel higiênico, pois a maioria que vai usar o seu banheiro são mulheres (homem faz em qualquer lugar, apesar de proibido em algumas cidades). Se tiver um quarto sobrando em casa também dá para alugar. Faça um cartaz bem antes do carnaval anunciando o aluguel e este com os preços você coloca nos dias de festa. Aproveite também para vender água e gelo porque a procura será muito grande, além das bebidas, e para isso você monta uma bitaquinha na porta de casa mesmo. Taí então a dica de hoje, tenho certeza que pelo menos um leitor meu vai aproveitar, e quando ganhar o seu dimdim, lembra que fui eu que dei a ideia, ok? Boa sorte procês. Bjo.
(ai, como foi difícil de novo escrever "ideia" sem acento, aff)

Mendigo ou Empreendedor?

Esta semana passou um carro de som no meu bairro com um locutor de voz grave narrando uma mensagem. Tratava-se de um pedido de ajuda financeira para um pai de família que tinha perdido três dedos do pé. Gente... querem sinceridade? Eu fechei a porta e entrei. Sabem porque? Primeiro: eu não dou esmolas. Segundo...fala sério!!! Pedido de esmolas com carro de som? Pode ser que eu esteja errada, mas achei demais, viu? Não acreditei na palavra do locutor que dizia que estava sensibilizado com a situação do pai de família e por isso estava pedindo ajuda para ele. Se foi por causa da perda dos dedos, lembrei do Lula, que perdeu um dedo e chegou a Presidente da República. Lembrei de outros, mais deficientes do que esse e que estão aí trabalhando e trazendo direitinho o leitinho das crianças prá casa. Hoje em dia é obrigatório a contratação de pessoas deficientes em empresas com mais de 100 empregados, então, pode ser até difícil conseguir um emprego para uma pessoa assim, mas não impossível. Até passou pela minha cabeça que o cara estivesse aproveitando desta situação, dividindo o lucro da "esmola" com o homem sem dedos. Será que ele estaria ali gastando gasolina pela cidade inteira sem levar vantagem nenhuma? Ah, tá!!! Então, lembrei de uma pesquisa feita por um estagiário certa vez sobre a "matemática do mendigo" e trouxe aqui pro blog. Prestem atenção, será que é uma boa? Mas não vão se empolgar, heim? Do meu bolso não sai um centavo sequer procês, hehe...

"A Matemática do Mendigo"

Um sinal de trânsito muda em média a cada 30 segundos (trinta segundos no vermelho e trinta no verde). Então, a cada minuto um mendigo tem 30 segundos para faturar pelo menos R$ 0,10, o que numa hora dará: 60 x R$ 0,10 = R$ 6,00.
Se ele trabalhar 8 horas por dia, 25 dias por mês, num mês terá faturado: 25 x 8 x 6 = R$ 1.200,00.
Será que isso é uma conta maluca?
Bom, 6 reais por hora é uma conta bastante razoável para quem está no sinal, uma vez que, quem doa nunca dá somente R$ 0,10 e sim R$ 0,20, R$ 0,50 e às vezes até R$ 1,00.
Mas, tudo bem, se ele faturar a metade: R$ 3,00 por hora terá R$ 600,00 no final do mês, que é o salário de alguns estagiários com carga de 35 horas semanais ou 7 horas por dia.
Ainda assim, quando ele consegue uma moeda de R$ 1,00 (o que não é raro), ele pode descansar tranqüilo debaixo de uma árvore por mais 9 viradas do sinal de trânsito, sem nenhum chefe pra encher o saco por causa disso.
Mas isso é teoria, vamos ao mundo real. O pesquisador entrevistou uma mulher que pede esmolas, e que sempre troca seus rendimentos numa padaria todos os dias. Então lhe perguntou quanto ela faturava por dia. Imagine o que ela respondeu? Isso mesmo! Ela fatura de R$ 35,00 a R$ 40,00 em média, o que dá (25 dias por mês) x 35 = 875 ou 25 x 40 = 1000, então na média R$ 937,50 e ela disse que não mendiga 8 horas por dia.

Moral da História :

É MELHOR SER MENDIGO DO QUE SER ESTAGIÁRIO...

Valeu, amigos. Espero que não tenham se empolgado com a idéia e voltem a pensar no seu próprio negócio. Bjos.

P.S.: Se a história do carro de som for verdade...tô ferrada!

Tá na moda e na cabeça das mulheres...

Pessoal, que maravilha prá mim poder estar aqui. Tenho tentado mas não tenho conseguido postar há dias, afinal, virei "empresária", kkkkkkkkkkkk
Meu tempo tá muito corrido, estou cansada, enfim, esta minha hiperatividade me deixa louca, porque invento de fazer mil e uma coisas ao mesmo tempo e este blog eu não deixo jamais, por isso venho postar de vez em quando pq isso aqui é a minha paixão, afinal conheci tanta gente através deste trabalho, né mesmo? Minha dica de hoje é uma coisinha linda que voltou à moda e que pode render um dinheirinho bom prá quem tá sem grana, sem emprego, enfim, na maior dureza. São os "head bands" que a gente tá vendo na cabeça das mulheres, principalmente das celebridades. Este acessório para cabelo voltou com tudo agora, pois foi moda na década de 40 e 60. O que é um head band? É simplesmente uma faixa para ser usada ao redor da cabeça, e que pode ser feita e usada de várias maneiras. Esta semana uma menina me procurou no brechó perguntando se eu fazia "head band". E eu lá sabia o que era isso? Ela me explicou direitinho, fuçei a net e encontrei. Comprei duas para mim, o preço em Belo Horizonte tá a partir de uns R$ 7,00 a R$ 10,00, mas consegui encontrar 2 por R$ 10,00. Os fios de couro liso ou de couro trançado estão custando de R$ 1,00 a R$1,50, no máximo. O mais caro é a florzinha, que tá custando uns R$ 5,00. Você encontra para comprar em lojas de peças para bijouterias. Poxa, mas se posso comprar o fio de couro por R$ 1,00, eu mesma posso fazer a florzinha, né não? Então, gente, bora fazer head bands prá vender. Não precisa ser de couro, pode ser simplesmente uma bonita fita de cetim com uma flor e já tá legal. O que a gente precisa é usar a criatividade e ousar. Faça e coloque na cabeça prá todo mundo ver. Você mesma será a sua vitrine. Ou dê a filhota para usar no colégio, o resultado disso? As colegas vão querer, minha nega? E aí já viu, dimdim no bolsinho...Vou deixar uns modelinhos aqui, fáceis de fazer, mas vou procurar um Passo a Passo e postar lá no "Minha Casa, Minha Empresa", pq lá que é o lugar certo. Um beijo, gentem. Espero voltar logo com outra postagem.
As head bands podem ser amarradas em torno da cabeça e podem ser usadas com os cabelos soltos, presos, em coques ou tranças. Podem ser feitas em modelos e materiais diferentes, é só usar a criatividade.

.

.

.

.

Voltei, e trouxe um geladinho procês!



Oi, gentem! Ai, que saudade docês! Tô voltando depois de longos dias longe do blog. Descanso que é bom...ih, nada! Mas é preciso voltar à normalidade, né não? Então, estou aqui vendendo meus geladinhos e resolvi fotografar um passo a passo procês. Meus filhos ficaram rindo, perguntando: "Mãe, prá que cê tá tirando foto disso?", e eu respondi: "Uai, parece mentira, mas tem gente que não sabe fazer chup-chup, rsrsrsrs...".
.

Meu penúltimo post foi sobre isso e já é a terceira vez que posto sobre o mesmo assunto, mas como eu sei que é um negocinho que dá certo, (lembram que antes de eu começar com os sorvetes, eu fazia chup-chup?) resolvi ensinar prá quem ainda tem dificuldade. Enriquei o falecido com meus chup-chup e depois ganhei um pé no traseiro e hoje quem usufrui da minha fortuna é a "outra", a maledita. Fazer o que, né, gentem? Boba fui eu. Agora, começo tudo de novo, "no problem"! Gente, prá fazer geladinho, não tem que ter receita. Faz aquele suco que vc sempre faz, só que mais adoçado. Só isso. A única dica que dou é essa, fazer mais adoçado, pq quando a pessoa vai chupando, vai perdendo o doce. Eu adoço bem e ontem uma menina disse que tava sem doce, aff...então, taca açúcar no negócio! Quanto mais doce, melhor!
Todos os dias vendo quase todo o meu estoque, e à noite, ainda com os pés doendo de tanto ficar o dia inteiro em pé no brechó, lá vou eu fazer mais prá encher o congelador. E não tá dando, chega no final do dia vários sabores já acabaram. O que? Vc ainda não resolveu fazer geladinho prá vender? Se tiver com vergonha, deixa ela de lado. Todo mundo gosta disso, não só as crianças. Tô vendendo o de suquinho a R$ 0,20 e o que leva leite a R$ 0,30. Infelizmente, o açúcar tá um pouco caro, mas daqui um tempo os preços caem e o lucro será um pouquinho maior. Não desanime pensando que o lucro é pouco, porque é de pouquinho em pouquinho que se enche o cofrinho, viu? Já recuperei o dinheiro que gastei no início prá comprar os ingredientes e agora o que compro é com o que tá entrando. Meu dimdim tá garantido, e o seu? Vejam só por exemplo: ontem vendi R$ 15,00 de geladinho e não vendi uma só peça de roupa no brechó. Uma coisa segura a outra. Se eu conseguir vender R$ 15,00 por dia, são R$ 450,00 por mês. Não é um bom bocado? Tá pensando o que ainda? Ou faz prá vender em casa, coloca uma plaquinha no portão, ou põe na caixinha de isopor e vai vender na rua. Não pode é ter vergonha...cê num tá precisando? Então?
.
Vou deixar abaixo o link de uma postagem com receita 
aqui no blog. É só clicar:

 Bjo gelado procês.

Indico estes Cursos de Geladinhos abaixo. Basta clicar nos links
.
CURSO GELADINHOS GOURMET https://go.hotmart.com/T6249108S
.


VISITAS RECEBIDAS NO BLOG

.